Aproveite esse podcast e muito mais

Não é preciso ter uma assinatura para acessar os podcasts. Eles são 100% gratuitos. Também oferecemos livros digitais, audiolivros e muito mais por apenas $11.99 mensais.

Eleições nos estados: como as disputas regionais afetam a corrida presidencial

Eleições nos estados: como as disputas regionais afetam a corrida presidencial

DeE Tem Mais


Eleições nos estados: como as disputas regionais afetam a corrida presidencial

DeE Tem Mais

notas:
Duração:
32 minutos
Lançados:
16 de set. de 2022
Formato:
Episódio de podcast

Descrição

Neste episódio do E Tem Mais, Carol Nogueira apresenta um panorama de como as eleições estaduais podem afetar os rumos da corrida presidencial deste ano.
A pouco mais de duas semanas do dia em que os eleitores irão às urnas, as pesquisas indicam que até 13 governadores podem ter a eleição definida já no primeiro turno. A lista inclui dez candidatos à reeleição.
Seja com um novo mandato para governadores em exercício ou com a vitória de novos nomes, as eleições estaduais têm o potencial de influenciar a disputa pela Presidência. Os três maiores colégios eleitorais do país, São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, por exemplo, podem ser decisivos para os dois candidatos que lideram as pesquisas.
Para descrever as perspectivas sobre o peso das eleições nos estados para a definição da corrida pelo Planalto, participam deste episódio o analista de política da CNN Iuri Pitta e o cientista político Rafael Cortez, da Tendências Consultoria.
Com apresentação de Carol Nogueira, este podcast é produzido pela Maremoto para a CNN Brasil.
Você também pode ouvir o E Tem Mais no site da CNN Brasil. E aproveite para conhecer os nossos outros programas em áudio. Acesse: cnnbrasil.com.br/podcasts.
Lançados:
16 de set. de 2022
Formato:
Episódio de podcast

Títulos nesta série (40)

Visualizar mais
O jornalismo como deve ser: simples e fácil de entender. Monalisa Perrone mergulha nos assuntos mais importantes do momento e te explica tudo, ao lado de especialistas, analistas e repórteres. De segunda a sexta, sempre no início da manhã.