Você está na página 1de 1
A GESTÃO DA QUALIDADE NO SISTEMA DE FRANQUIAS: uma pesquisa de campo em franquias de fast

A GESTÃO DA QUALIDADE NO SISTEMA DE FRANQUIAS: uma pesquisa de campo em franquias de fast food.

Allan Barreto dos Santos Pereira, Fernanda Thaís R. de Lemos, Josefa do Nascimento de Souza, Túlio A. Malaquias. Professora Veridiana Rocha Monteiro de Melo.

INTRODUÇÃO

Este artigo abordar a Gestão da Qualidade no Sistema de Franquias o qual tem se mostrado um modelo de gestão bastante utilizado no cenário brasileiro, mostrando também a sua deficiência na questão da flexibilidade de implementação nos processos e diversificação no mix de produtos/ serviços. Em cima desse contexto, o problema de pesquisa foi: como é percebido a rigidez na padronização dos processos de implementação da marca? Desse modo, tem-se como objetivo geral analisar a possibilidade da flexibilidade das franquias em adequar o mix de produtos/serviços à cultura local, para melhor controlar, gerir e atender às necessidades e à satisfação dos clientes, com as redes de fast food Giraffas, Bonaparte e Bob’s.

REFERENCIAL TEÓRICO

  • 2.1 A importância da gestão da qualidade

Segundo Paladini (2009, p. 38) “Gestão da Qualidade incorpora o envolvimento de todos os elementos da organização no esforço contínuo de adequar o produto ao uso, a partir das atividades individuais de cada um no processo produtivo ou em qualquer outra área”.

  • 2.2 A importância das franquias

Conforme Mauro (1999) o sistema de franquias faz parte da tendência mundial, integrando todos os membros com o intuito de maximizar os resultados globais, buscando maior competitividade.

METODOLOGIA

Este trabalho teve como base a pesquisa bibliográfica e a pesquisa descritiva (pesquisa de campo) nas redes de fast food Giraffas, Bonaparte e Bob’s. Para a pesquisa de campo, aplicou-se um questionário, contendo 15 (quinze) questões para ser preenchido por 6 (seis) gestores, sendo 2 (dois) de cada franquia. A análise teve uma abordagem qualitativa.

A GESTÃO DA QUALIDADE NO SISTEMA DE FRANQUIAS: uma pesquisa de campo em franquias de fast
A GESTÃO DA QUALIDADE NO SISTEMA DE FRANQUIAS: uma pesquisa de campo em franquias de fast
A GESTÃO DA QUALIDADE NO SISTEMA DE FRANQUIAS: uma pesquisa de campo em franquias de fast

RESULTADOS

O propósito da questão foi verificar se os gestores das franquias de fast food respeitam as diferenças regionais dos clientes. Diante dos dados obtidos, identificar se a hipótese abordada foi alcançada.

A GESTÃO DA QUALIDADE NO SISTEMA DE FRANQUIAS: uma pesquisa de campo em franquias de fast

Attie (1986) menciona que toda a organização possui controles internos, mas que as diferenças podem ser adequadas ou não.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Mediante o que foi abordado, é de fundamental importância a gestão da qualidade no sistema de franquias, uma vez que esse segmento, atualmente, está vivendo um momento de inédito crescimento no Brasil. Conforme a rigidez na padronização dos processos de implementação da marca, foi percebido e constatado, através desta pesquisa, que a maioria segue os padrões estabelecidos pela franquia e que boa parte não está aberta a diversificar seus produtos/serviços devido à rigidez nos padrões. Assim, para o ramo de fast food , essa pesquisa trouxe características novas do segmento e possibilidades de melhorias para sua gestão.

REFERÊNCIAS

ATTIE, William. Auditoria: conceitos e aplicações. 2. ed. São Paulo: Atlas, 1986 MAURO, P.C. Guia do Franqueador: como crescer através do franchising. São Paulo: Nobel,1999. PALADINI, Edson Pacheco. Gestão Estratégica de Qualidade:

Princípios, Métodos e Processos. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2009.