Energia renováveis (biogás

)
Prof. Márcia


  

Flavia Inêz Genivaldo Elvis Sarah

Conjunto de gases formado na degradação da matéria orgânica em meio anaeróbio Digestão Anaeróbia: Processo fermentativo, sem a presença de oxigênio, em que a matéria orgânica é degradada a compostos mais simples e formando, basicamente, metano e gás carbônico.

COMPONENTES

QUANTIDADE

Metano
Dióxido de Carbono Outros Gases – Hidrogênio, Nitrogênio, Oxigênio, Amônia, Ácido Sulfídrico, Aminas Voláteis e Monóxido de Carbono

60%
35% 5%

Impermeabilidade ao ar: bactérias metanogênicas são estritamente anaeróbias (com a presença de ar, ocorre apenas a formação de CO2); Composição dos resíduos: quanto maior a porcentagem de material orgânico no resíduos, maior a concentração de metano no biogás; Teor de água: cerca de 50% de água no biodigestor;

Temperatura: 32 a 37 ºC.

Umidade: a umidade presente no biogás influencia diretamente o processo de combustão (diminui o poder calorífico); Poder calorífico médio (60-70% de CH4): 5.500 kcal/kg; Quantidade de metano: quanto maior a quantidade de metano, maior o poder calorífico do biogás (o CO2 é a forma mais oxidada do carbono, não podendo ser mais queimado).

Os lixões são locais onde são depositados todo o lixo produzido numa determinada região. Em 08/10 foi assinada uma lei que faz parte do plano nacional de resíduos sólidos e determina a substituição de todos os lixões por aterros sanitários no país ate 2015, esta lei prevê a responsabilidade compartilhada entre governo, estado e municípios na gestão de metas deste plano que se refere não só ao fechamento dos lixões com também a ampliação e melhoria de coletas seletivas, transformando aterros em locais de capitação de biogás para evitar a volta dos lixões, e captar recursos para implantação deste projetos.

Para que haja a recuperação energética do Biogás, um aterro sanitário deverá contar com os seguintes sistemas: Sistema de Impermeabilização Superior: Esse sistema deverá evitar a fuga do Biogás para a atmosfera. A cobertura superior dos aterros sanitários é feita normalmente com argila de baixa permeabilidade compactada. Poços de drenagem de Biogás: Estes poços, escavados na massa de resíduos, normalmente são feitos com brita e podem ser verticais ou horizontais. Alguns aterros sanitários adotam um sistema misto.

Rede de Coleta e Bombas de Vácuo:
A rede de coleta de Biogás leva o gás drenado dos poços para a unidade de geração de energia elétrica. A rede coletora de biogás normalmente é constituída por tubos de polietileno de alta densidade e deve ser aterrada para evitar acidentes. As bombas de vácuo são importantes para compensar as perdas de carga nas tubulações e garantir uma vazão regular de Biogás para a unidade de geração de energia elétrica.

Tratamento de esgoto: depois de tratada a parte liquida do efluente transformando a mesma em água reutilizável, se faz necessária o tratamento a parte solida (matéria orgânica), o aproveitamento do solido orgânico vai produzir energia na forma de biogás e fertilizantes, os Biodigestores câmara fechada onde ocorre o tratamento anaeróbio do efluente diminui o volume de sólidos e estabiliza o lodo (redução de microorganismos patogênicos).

 

E também um produto da biodigestão , considerado como principal e toda a reação sendo de extrema importância como o próprio biogás. Excelente fertilizante Corretivo para acidez do solo, da vida bacteriana, de textura. Rico em nitrogênio(N), fósforo(P), potássio(k)

Retirada de H2S e traços de SO2 A retirada do H2S é necessária devido: a) A sua toxidade; b) A sua acidez que destrói os equipamentos bem como provoca a chuva acida resultante dos gases de combustão do motor.

• Destinado a remoção de H2S para fluxos elevados de Biogás, entre 200 a 2500 Nm3/h, com capacidade de produzir até 50 toneladas de Enxofre ao dia. • Casos de sucesso da aplicação dessa tecnologia são em tratamento de efluentes de indústrias de celulose, destilarias de petróleo, tratamentos de esgotos domésticos municipais e indústrias químicas.

A absorção do H2S ocorre em meio levemente alcalino (pH 8-9) permitindo a seguinte reação: H2Sgas + OH- = HS-liquid + H2O

A fase líquida HS-liquid é direcionada ao bioreator, onde o Sulfeto é oxidado por bactérias, resultando enxofre puro. HS- + ½ O2 = S0 + OH

•Observação: Outros métodos de remoção de H2S e SO2, podem ser aplicados, porém são economicamente inviáveis e na maioria das vezes, geram subprodutos poluentes que devem ser descartados de forma apropriada.

Ambientais Redução significativa de emissão de gases efeito estufa. O efeito do metano enquanto gás de efeito estufa é cerca de 21 vezes maior que o CO2.  Sociais Aumento da oferta de energia elétrica permitindo a oferta a pequenas comunidades no entorno; Venda de energia elétrica à rede corresponde a uma renda extra, o que colabora para viabilizar o saneamento básico.  Econômico Redução na quantidade de eletricidade comprada pela ETE; Possibilidade de venda de eletricidade à rede – renda adicional; Possibilidade de venda de créditos de carbono (MDL).

A quantidade de energia gerada pelo biogás não é constante, variando ao longo do período de produção; Em função da Diretiva Comunitário relativa a aterros, no futuro será minimizada a deposição de resíduos biodegradáveis em aterro, motivo pelo qual as instalações de recuperação de biogás de aterro terão um tempo limitado de existência; Alto período de recuperação do investimento

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful