Você está na página 1de 27

Introdução
No âmbito da disciplina de Ciências Naturais, o nosso grupo ficou encarregue de realizar um trabalho informativo sobre uma das maiores epidemias mortais do século XXI, a SIDA. Deste modo, faremos referência a vários tópicos e conteúdos sobre o IVH.

de falha ou mau funcionamento. que é o mecanismo que o nosso corpo possui para se defender dos microrganismos que provocam doenças. o vírus HIV. ao longo da evolução desta enfermidade. esta doença surge depois de uma infecção por um vírus. que significa conjunto de sintomas e sinais de uma doença. tornando-se. O D é de deficiência. • • . por este motivo cada vez mais disfuncional. • O I corresponde a imuno e refere-se ao Sistema Imunitário. Assim. (“deficiente”) O A corresponde a adquirida porque ao contrário de algumas doenças de imunodeficiência que são de origem genética (os indivíduos já as têm à nascença). o organismo humano tende a diminuir a sua capacidade de resposta.O que significa SIDA? “A Sida é cada vez mais um problema preocupante da nossa sociedade. isto é.” SIDA = Síndrome da Imunodeficiência Adquirida • O S é a inicial de síndrome.

. Actualmente.. parasitas e fungos presentes no meio ambiente.. em situações normais permite ao ser humano defender-se contra bactérias. pensa-se que há entre 5 a 10 milhões de pessoas infectadas pelo HIV (seropositivos). o qual se propagou pelo mundo inteiro em menos de 8 anos. O vírus da Imunodeficiência Adquirida (VIH) foi identificado recentemente (1983).Mas afinal. O que é a Sida? A Sida é por isso uma doença transmissível que resulta de uma falha do sistema imunitário do organismo que. causador da doença e de que se conhecem dois tipos: HIV 1 e HIV 2.

os elementos do sistema imunológico que dão indicações às restantes células para a necessidade de proteger o organismo contra agentes invasores. Existem 2 tipos de HIV: VIH-1: mais frequente em todo o mundo. Imagem: O vírus VIH (à direita) a atingir uma célula (à esquerda) do organismo humano. o que significa que dos 2 tipo de ácido nucleico que podem constituir o código genético: ADN (ácido desoxirribonucleico) e RNA (ácido ribonucleico) este vírus é constituído por RNA. ao entrar no organismo humano e ao penetrar no sistema sanguíneo. precisamente. VIH-2: inicialmente descoberto em África e é mais parecido com o Vírus da Imunodeficiência dos Símios do que com o VIH-1. É um vírus da família dos retro vírus. começa de imediato a reproduzir-se dentro dos linfócitos T4 (ou células CD4) acabando por matá-las. As células CD4 são.O que é o VIH ? A SIDA é provocada pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH) que. .

Nos objectos cortantes. o vírus VIH pode ser destruído por: • • Imersão em lixívia (durante 15m) Imersão em água oxigenada ou detergente (durante 15m) • Imersão em álcool (durante 10m) • Exposição ao calor a mais de 60º (durante 30m) .

fluído vaginal A PRINCIPAL VIA DE PROPAGAÇÃO DO HIV/SIDA É ATRAVÉS DE RELAÇÕES SEXUAIS NÃO PROTEGIDAS E COM MULTIPLOS PARCEIROS. . o qual sobrevive apenas em líquidos orgânicos.esperma .sangue . tais como: .Como se transmite? O vírus VIH é transmissível.

Continuação Transfusão de sangue contaminado pelo HIV. usadas para o consumo de drogas. Uso de agulhas e lâminas contaminadas. ou administração de derivados do sangue não tratados. Passagem do vírus de mães contaminadas para os filhos. durante a gravidez ou parto. .

Saliva. Transportes Públicos. piscinas. Trocar roupa. Beijos. Duche. . Sanitários. Carícias e abraços.Como não se transmite? • • • • • • • • • Partilhar copos e talheres. Picadas de insectos.

torna-se mais vulnerável e sensível a outras doenças. que são provocadas por micróbios e que não afectam as pessoas cujo sistema imunológico funciona convenientemente. actualmente. a pessoa infectada (seropositiva). que pode. as chamadas infecções oportunistas. Este tanto pode atacar o sistema imunológico danificando-o. prejudicando as funções cerebrais. como problemas de pele e ferimentos. O desenvolvimento da infecção em si é designado por “Evolução Natural da Infecção”. estes problemas são considerados insignificantes. por exemplo. varia largamente de indivíduo para indivíduo. . dirige-se ao sistema sanguíneo. ao entrar no organismo. podendo os seropositivos nunca chegar a uma fase sintomática da doença. • Destrói progressivamente as células defensoras do organismo. Inicialmente. Podem surgir ainda alguns tipos de tumores (cancros). O tempo que o VIH leva para começar a afectar a saúde da pessoa. como também pode ter efeito directo sobre o corpo. ser modificada pelo tratamento com medicamentos anti-retrovíricos. onde: • começa de imediato a duplicar-se.Como se desenvolve? O VIH é um vírus bastante poderoso que. Deste modo. atacando o sistema imunológico. mas com o tempo tornam-se mais sérios.

70 a 80 por cento dos infectados em todo o mundo. falta de apetite. semelhantes aos de uma gripe.Quais as fases da doença? A evolução da doença manifesta-se em 4 fases: • Fase aguda da infecção com VIH .o doente começa a ter sintomas e sinais de doença. pele seca e descamativa.período que pode durar de dez a 15 anos aproximadamente. Fase sintomática da infecção . suores nocturnos. SIDA . o seropositivo não apresenta quaisquer sintomas.ocorre uma a quatro semanas após o momento do contágio. entre outros sintomas. normalmente. e cuja causa. É neste período que se encontram. onde se começam a manifestar os primeiros sintomas pouco característicos. indicativos da existência de uma depressão do sistema imunológico. • • • . diarreia. passa despercebida a doentes e médicos. apesar de o vírus continuar a matar as células CD4. Fase da Seroconversão . Nesta fase. queda de cabelo.caracteriza-se por uma imunodeficiência grave que condiciona o aparecimento de manifestações oportunistas (infecções e tumores). no qual embora o vírus se continue a multiplicar. perda de peso. Este pode referir cansaço não habitual. actualmente. o organismo consegue repor quase a mesma quantidade de células que são destruídas diariamente.

Hemofílicos (que foram sujeitos a transfusões de sangue infectado.Como sei se estou infectado pelo vírus da SIDA? Após ser infectado pelo VIH. pessoas portadoras do vírus da SIDA mas isentas de sintomas. Mas atenção. ou podem ter um conjunto de manifestações clínicas de infecção aguda que normalmente se assemelham a uma gripe. Assim. Consumidores de droga que se injectam. podem vir ou não a desenvolver a doença. Crianças nascidas de mães infectadas. principalmente de haxixe ou marijuana. ou seja. os seropositivos. podem não manifestar mal-estar (assintomático). só um exame médico completo poderá confirmar se se trata de SIDA ou não. antes de se ter identificado o vírus da SIDA) . Parceiros sexuais de todos os grupos acima mencionados. Prostitutas/os. visto que todos os sintomas descritos são comuns a outras doenças. Embora a doença possa afectar qualquer pessoa. principalmente os que têm vários parceiros sexuais. tem especial incidência nos seguintes grupos populacionais: Homossexuais / Heterosexuais.

vómitos ou diarreia Suores nocturnos .Quais são os sintomas ? • • • • • • • • • • • • Aumento do volume dos glânglios linfáticos febre faringite Fadiga invulgar e prolongada dores de cabeça dores muscu lares dores nas articulações mal-estar falta de apetite perda rápida de peso náuseas.

. A SIDA pode provocar ainda outros problemas de saúde que. também.doenças respiratórias (bronquite. . afectar o sistema gastrointestinal. sentindose cada vez mais necessidade de evitar o seu flagelo. a contracção do vírus da SIDA pelo sistema imunitário. torna-o frágil.perda de peso (anorexia). os pulmões e o sistema circulatório. sinusite. uma forma de cancro que provoca o aparecimento de pequenos tumores na pele em várias zonas do corpo e pode. que afecta os olhos e os intestinos. conduzindo ao desenvolvimento de doenças. que pode causar infecções na garganta e na vagina. . pneumonia). sarcoma de Kaposi.tumores no cérebro.Quais as suas consequências? Como já referimos anteriormente. Entre estas encontram-se: . uma doença intestinal. sem tratamento. candidose. toxoplasmose que pode causar lesões graves no cérebro. Esta doença manifesta-se e evolui de modo diferente de pessoa para pessoa. . criptosporidiose. Citomegalovirus. podem levar à morte.tuberculose. as chamadas doenças oportunistas.

se estiverem em contacto com sémen. Como prevenir? . que podem ser utilizados como protecção durante as mais diversas práticas sexuais. fluidos vaginais e sangue infectados. não partilhar agulhas. vendidos em farmácias e supermercados. de cabeleireiro. escova dos dentes. menos vulgares. seringas. também. existem outros.• Usar sempre preservativo nas relações sexuais. material usado na preparação de drogas injectáveis e objectos cortantes e pessoais (agulhas de acupunctura. uma vez que. preciso ter atenção à utilização de objectos. podem transmitir o vírus. • É. manicura) • Além dos preservativos comuns. instrumentos para fazer tatuagens e piercings.

retardando a evolução da doença e proporcionando aos seropositivos uma maior esperança e melhor qualidade de vida. É também bastante importante ajudar o doente e a família a lidar.Há tratamento para a SIDA? Apesar de não existirem fármacos capazes de eliminar por completo o vírus do organismo. posteriormente com a SIDA. com a seropositividade e. . Deve-se também recorrer a educação psicológica dos portadores. para evitar comportamentos que possam pôr em risco outras pessoas. inicialmente. os medicamentos anti-retrovíricos existentes conseguem baixar a quantidade do vírus para valores mínimos e preservar a função imunológica do organismo.

seja do tipo homossexual ou heterossexual.Como evitar contrair a SIDA? • Usar o preservativo em qualquer tipo de relação sexual (vaginal. • Essencialmente. anal ou oral). todas as já referidas precauções no slide “Como Prevenir?” . • Evitar contactos com objectos cortantes ou pontiagudos não esterilizados. • Não partilhar agulhas ou seringas.

apenas três a quatro semanas após a fase aguda. Estes anticorpos são detectados. não podendo haver uma certeza absoluta sobre os resultados nos primeiros três meses após o contágio. .Diagnóstico – Parte 1 O diagnóstico faz-se a partir de análises sanguíneas para detectar a presença de anticorpos ao VIH. normalmente.

mas não lhe são detectados anticorpos. . O período em que a pessoa está infectada.Diagnóstico – Parte 2 As primeiras análises a um infectado podem dar um resultado negativo se o contágio foi recente. por isso. Com os testes actualmente disponíveis é possível detectar a infecção mais cedo e reduzir este «período de janela» para 3 a 4 semanas. chama-se «período de janela». os testes devem ser repetidos quatro a seis semanas e três meses após a primeira análise.

não foi possível encontrar nem uma cura nem uma vacina eficazes para lutar contra esta ameaça que afecta pessoas de todas as idades.O VIH no Mundo Imagem: Nº de seropositivos (adultos e crianças) no mundo. em todos os continentes. A Síndrome de Imunodeficiência Adquirida (SIDA) matou mais de 20 milhões de pessoas nos últimos 20 anos e. . até hoje.

. com idades compreendidas. o primeiro caso de SIDA foi diagnosticado em 1983. Embora 45% dos doentes correspondam a homossexuais.O VIH em Portugal Em Portugal. na sua maioria. Até 30 de Junho de 1990 eram conhecidos 455 casos. entre 29 e os 49 anos. dos quais 398 eram homens e 57 eram mulheres. tem-se observado um nítido aumento de casos de doentes heterossexuais.

Instituições de apoio à SIDA Associação Abraço Liga Portuguesa Contra a Sida Casa Sol .

morreu no dia 5 de Maio de 2000. vítima de uma pneumonia.Celebridades com SIDA Sandra Brea. vítima de SIDA. Freddie Mercury faleceu a 24 de Novembro de 1991. . causada pela sida.

A nossa mensagem é… .

dum modo particular no Continente Africano. a totalidade deles é muito maior. estes elevados valores não se associam só à pobreza nesta região. No Malawii. muito pelo contrário. existem meios alternativos que podem retardar os seus efeitos. em termos de nível de vida. porém. de um modo especial nos Países da África Subsaariana. é o mais rico do Continente. os ricos foram mais afectados. uma vez que na África do Sul registou nos últimos anos o maior aumento de SIDA. e. Sabendo. A verdade é que esta doença se está a difundir num ritmo alarmante. ainda não conseguiu descobrir vacinas para a precaver nem medicamentos para a curar. No entanto.Conclusão A doença da SIDA está a constituir uma preocupação prioritária para os responsáveis da saúde em todo o mundo. pois a ciência. Actualmente. . por exemplo. mas não suprimi-los. ou seja vinte e cinco milhões dos trinta e seis milhões de doentes mundialmente registados. a qual condena à morte milhões de indivíduos. com todos os seus actuais recursos. onde se encontram 70% dos infectados. que muitos doentes não estão registados.

Ricardo Jorge Sociedade Portuguesa de Virologia Sociedade Portuguesa de Doenças Infecciosas Livros/ Folhetos Portal da Saúde. Biblioteca ESGN Blog do GAT .folhetos informativos.Bibliografia Sites: ABRAÇO APECS .Associação Portuguesa para o Estudo da SIDA Centro de Vigilância Epidemiológica de Doenças Transmissíveis (CVEDT) Coordenação Nacional da Infecção VIH/SIDA Liga Portuguesa contra a SIDA Direcção Geral da Saúde European AIDS Clinical Society (EACS) Farmacologia Clinica HIV INFARMED Instituto Nacional de Estatistica Instituto Nacional de Saúde Dr.

Trabalho elaborado por: Karina Vicente Inês Santos Gonçalo Ribau Miguel Rocha João Moreira João Santos 9ºC .