Você está na página 1de 28

MEDIDAS E AVALIAÇÃO EM

EDUCAÇÃO FÍSICA
É muito importante sabermos
empregar técnicas e
instrumentos para medir e
avaliar determinadas
características ou habilidades
com precisão, resultando em
um processo com bases
científicas, dando, desta forma,
origem a um trabalho de maior
credibilidade.
TESTE:
•É um instrumento, procedimento
ou técnica utilizada para se obter
uma informação.

Forma: escrito, observação e performance

Exemplo: teste de Cooper, o estadiômetro


MEDIDA:
•É o processo utilizado para coletar as
informações obtidas pelo teste,
atribuindo-se valores numéricos aos
resultados.
•É uma determinação de grandeza e se
constitui no primeiro instrumento para
se obter informação sobre algum dado
pesquisado
As medidas devem ser precisas e objetivas
AVALIAÇÃO:
•Determina a importância ou o valor da
informação coletada.

•Decisão: Classifica os testados, reflete


o progresso, indica se os objetivos
traçados estão sendo alcançados,
indica se o sistema de treinamento está
sendo satisfatório.

Faz comparação com algum padrão.


Principal diferença entre
MEDIDA E AVALIAÇÃO
Medida: Abrange o aspecto
quantitativo

Avaliação: Abrange o aspecto


qualitativo
Principais objetivos das medidas e
avaliações em Educação Física
2. Avaliar o estado do indivíduo ao iniciar
a programação;
3. Detectar deficiências, permitindo uma
orientação no sentido de superá-la;
4. Auxiliar o indivíduo na escolha de uma
atividade física, que além de motivá-lo,
possa desenvolver suas aptidões;
1. Impedir que a atividade seja um fator
de agressão;
2. Acompanhar o progresso do
indivíduo/atleta;
3. Selecionar atletas de alto nível para
integrar equipes de competição;
4. Desenvolver pesquisas em Educação
Física, esporte e saúde;
5. Acompanhar o processo de
crescimento e desenvolvimento de
alunos.
PRINCÍPIOS DAS MEDIDAS E
AVALIAÇÕES
•Para se avaliar, todas as medidas devem
ser conduzidas de acordo com os
objetivos do programa;
•Deve-se lembrar sempre a relação
existente entre teste, medida e avaliação;
(avaliação é uma tomada de decisão.);
•Os testes devem ser conduzidos e
supervisionados por pessoas treinadas
•Nenhum teste ou medida é perfeito;
•Não há teste que substitua o
julgamento profissional;
•Deve sempre existir o re-teste para
observar o desempenho;
•Usar os testes que mais se
aproximam da situação da atividade a
ser desenvolvida
Por quê fazer uma AVALIAÇÃO FÍSICA?

Para verificar a condição inicial do aluno,


atleta ou cliente;
Para obter dados para a prescrição adequada
da atividade;
Para programar o treinamento e acompanhar
a progressão do atleta/aluno durante o mesmo;
Para verificar se os resultados estão sendo
atingidos.
Quando fazer uma AVALIAÇÃO FÍSICA?

No início de qualquer programa de atividade


física;
No decorrer do período de treinamento;
Ao final de um ciclo de treinamento ou quando
for necessária uma reformulação do mesmo.
Por onde começar uma AVALIAÇÃO
FÍSICA?

Como ponto de partida, o


interessante é fazer uma Anamnese
(questionário), onde constarão
perguntas simples, mas de
fundamental importância.
Por onde começar uma
AVALIAÇÃO FÍSICA?
Um exemplo é o Par-Q Questionário
sobre Prontidão para Atividade Física
(Physical Activity Readiness
Questionnaire), que tem sido
recomendado como padrão mínimo
pelo ACSM para indivíduos entre 15 e
69 anos.
Segundo o American College of Sports
Medicine (ACSM, 2005) alguns aspectos são
importantes para constar em uma anamnese:
•Histórico Familiar;
•Diagnósticos clínicos;
•Exames físicos e clínicos anteriores;
•Histórico de sintomas;
•Enfermidades recentes;
•Problemas ortopédicos;
•Uso de medicamentos;
•Alergias;
•Outros hábitos (atividade física, profissão,
dieta, consumo de álcool, fumo...)
Metodologia Apropriada
Anamnese
Avaliação Médica
Avaliação
Antropométrica
e Postural Testes de
Esforço
Testes de
Força
Avaliação da
Flexibilidade
Atividade Física
Metodologia Apropriada
Anamnese

Avaliação
Antropométrica
e Postural Testes de
Esforço
Testes de
Força
Avaliação da
Flexibilidade
Atividade Física
Aspectos importantes em uma
anamnese segundo o Colégio Americano de
Medicina do Esporte (ACSM, 2005).
•Histórico Familiar de doenças e de sintomas;
•Exames físicos e clínicos anteriores;
•Enfermidades recentes, problemas
ortopédicos;
•Uso de medicamentos;
•Alergias.
Outros hábitos (atividade física, profissão,
dieta, consumo de álcool, fumo...)
Metodologia Apropriada
Anamnese

Avaliação
Antropométrica
e Postural Testes de
Esforço
Testes de
Força
Avaliação da
Flexibilidade
Atividade Física
Avaliação Antropométrica e Postural

• Componente de gordura;
• Componente de massa magra;
• Massa óssea e residual;
• Desvios posturais;
• Encurtamento de membros;
• Limitações articulares;
• A princípio, sem contra-indicações.
Metodologia Apropriada
Anamnese

Avaliação
Antropométrica
e Postural Testes de
Esforço
Testes de
Força
Avaliação da
Flexibilidade
Atividade Física
Testes de Esforço
• Após liberação médica e/ou com a
presença de um;
• Carga inicial de trabalho baixa;
• Utilização de esteiras, cicloergômetros ou
testes de campo.
• Dificuldades de adaptação aos ergômetros
(Treinamento, reiniciar ou repetir dos testes).
Metodologia Apropriada
Anamnese

Avaliação
Antropométrica
e Postural Testes de
Esforço
Testes de
Força
Avaliação da
Flexibilidade
Atividade Física
Testes de Força

• Diagnosticar
• Identificar os problemas biomecânicos
• Motivar

• Período de adaptação (4 a 8 semanas);


• Teste de 1 RM;
• Predição de 1 RM (determina a carga em função
do no de repetições);
• Teste de 12 a 15 RM (determina a carga de
acordo com o peso corporal).
Metodologia Apropriada

Anamnese

Avaliação
Antropométrica
e Postural Testes de
Esforço
Testes de
Força
Avaliação da
Flexibilidade
Atividade Física
Avaliação da flexibilidade

• Testa-se a flexibilidade passiva


e/ou ativa;
• Flexiteste;
• Sentar e alcançar;
• Flexímetro;
• Pode-se desprezar articulações
que apresentem
comprometimento funcional;
Metodologia Apropriada

Anamnese

Avaliação
Antropométrica
e Postural Testes de
Esforço
Testes de
Força
Avaliação da
Flexibilidade
Atividade Física
NENHUM TESTE OU MEDIDA É
PERFEITO!
Todo processo de avaliação apresenta vantagens
e desvantagens, e nunca é completamente eficaz
para todos os ambientes e para todos os
indivíduos. E os resultados destes testes devem
sempre ser interpretados com completa
consciência das falhas da ferramenta. (erro
padrão de medida).

DEVE SEMPRE HAVER O RE-TESTE PARA


QUE POSSAMOS AVALIAR O DESEMPENHO.