Você está na página 1de 19

Odontogênese

Dentes intra-orais surgiram há 450 milhões de anos


Odontogênese
- Odontogênese: estágios de
espessamento do epitélio oral,
lâmina dentária, botão, capuz e
sino

orakova et al., Anat Embryol 209:303, 2005


Odontogênese
Odontogênese: Lâmina primária
espessamento do epitélio
inicia na 6ª SVIU Lâmina vestibular
Lâmina dentária

- Lâmina epitelial primária:


espessamento do epitélio de
revestimento da cavidade bucal
primitiva, que origina:
- Lâmina vestibular: forma o sulco
vestibular;
- Lâmina dentária: forma os dentes

* Lâmina dentária acessória:


molares permanentes
* Lâmina dentária sucessória:
dentes permanentes sucessores.
Hovorakova et al., Anat Embryo
Odontogênese

Germe dental --- estágio de


botão (iniciação e proliferação)
- Células periféricas colunares;
- Células centrais poligonais;
- Condensação de células
mesenquimais.

Fatores de crescimento
Odontogênese

Germe dental --- potencial


odontogênico

- Início: no epitélio do 1º arco


branquial;
- Estágio de botão: no
Fgf-3
mesênquima condensado. Bmp-4
- Epitélio e mesênquima
interagem.

Lâmina dental Fgf-8 Mêsenquima se condensaFgf-3 e Bmp-4 Mesênquima


Bmp-4Forma dental determinada e epitélio

Mêsenquima com potencial


Epitélio com potencial
odontogênico
odontogênico
Células

=
Epitélio 1º arco Crista neural
Não induzidas dente
do 1º arco

Células

=
Epitélio 1º arco Crista neural
Não induzidas dente
do 2º arco

Células
Osso,

=
Epitélio 2º arco Crista neural
Não induzidas cartilagem,
do 1º arco neural

Células

=
Epitélio 2º arco Crista neural
induzidas
dente
do 1º arco
Odontogênese

Estágios -------

3)Iniciação; 2) proliferação;
3) morfodiferenciação;
4) citodiferenciação;
5) aposição e 6) maturação

Mecanismo molecular

- Componentes da matriz, fatores de


crescimento e produtos de genes
homeobox.
Odontogênese

Cronologia do início da
formação dos germes
________________________________
Período dentes
6-8ª SVIU incisivos e caninos
decíduos
8-9ª SVIU 1º molar decíduo
10-11ª SVIU 2º molar decíduo
3-4º MVIU incisivos, caninos e
1º molar perm.
Natal-10º mês 1º e 2º pré-
molares
9-12º mês 2º molar perm.
________________________________
Odontogênese
Germe dental --- estágio de
capuz (proliferação)

- Òrgão do esmalte (avascular):


- Epitélio externo;
- Epitélio interno;
- Retículo estrelado;
- Nó e cordão do esmalte.
2) Papila dental
- Mesênquima envolto por epitélio
interno e saco dentário
3) Folículo/saco dentário:
condensação de fibras e células
mesenquimais em torno do germe.
Germe unido à lâmina dentária.
OBS: Surge a lâmina lateral que origina dentes permanentes.
Odontogênese

Germe dental --- nó do


esmalte

- Libera fatores de crescimento:


proliferação celular nas porções
laterais, enquanto o nó fica estável.

Determina forma e
Nó do esmalte Fgf-4 Controla proliferação
Bmp-4 e apoptose celular no Número de cúspides
órgão do esmalte
Odontogênese
Germe dental --- estágio de
campânula (morfo e citodiferenciações)
-Òrgão do esmalte:
-Epitélio externo (céls cubóides);
-Epitélio interno (céls cilíndricas);
-Alças cervicais;
-Estrato intermédio (céls pavimentosas);
-Retículo estrelado; Nó do esmalte.
2) Papila dental
-Camada acelular entre epitélio interno e
papila em torno do germe.
- Germe se separa da lâmina dentária
nos estágio finais. Restos da lâmina
podem gerar cistos, tumores e dentes
supranumerários sobre o germe.
Odontogênese
O epitélio interno do esmalte e a forma da coroa:

Áreas brancas: células diferenciadas; Áreas


pretas: células se dividindo

Ten Cate AR: Histologia Bucal, 5a ed. Guanabara-Koogan, 1998.


MUDANÇA NA POLARIZAÇÃ
Odontogênese
Germe dental --- estágio de sino Golgi
avançado (início da aposição) REG

- Òrgão do esmalte:
Lâmina Prolongamento
- Epitélio interno: núcleo fica voltado
basal
para o estrato intermédio (pré-
ameloblastos) e forma-se
prolongamento curto e espesso no
pólo voltado para a papila;
- Dobras no epitélio interno
determinam forma da coroa.
2) Papila dental
- Células superficiais se diferenciam em
odontoblastos (arranjo epitelióide)
com prolongamentos finos e longos.
Inicia a dentinogênese.
Odontogênese
Cronologia do início da mineralização
dos germes
____________________
Decíduos (período)
IC (15-19ª SVIU)
IL (16-21ª SVIU)
C (19-22ª SVIU)
1ºM (16-19ª SVIU)
2ºM (20-22ª SVIU)
_____________________
Permanentes (período)
IC e IL (4-6º mês de vida)
C (6º mês)
1º PM (2,5 anos)
2º PM (3,5 anos)
1º M (nascimento)
2º M (4 anos)
3º M (8,5 anos) .
Odontogênese
Mineralização dos germes ao nascimento
Schour & Massler Diagram

UIC Film Series courtesy Department of Oral Biology, UIC College of Dentistry:
http://www.uic.edu/classes/orla/orla312/sequence_and_timing_in_dental_development.htm
Odontogênese
Germe dental --- estágio de coroa
(aposição e maturação)

- Dentinogênese (centrípeta):
- 1º tecido dental duro (origem
conjuntiva) a iniciar a formação,
induzido pelo epitélio interno do
esmalte.
2) Amelogênese (centrífuga):
- 2º tecido dental duro a iniciar a
formação, induzido pela mineralização
da dentina.
Odontogênese
Germe dental --- estágio de raiz (aposição
e maturação)

Início: após coroa formada e junto


com erupção dental.
- Bainha epitelial de Hertwig:
- Da união dos epitélios interno e
externo do esmalte;
- Diafragma epitelial: borda livre da
bainha, voltada para a polpa (delimita
o forame apical primário);
- Restos epiteliais de Malassez:
fragmentos da bainha que
permanecem até a vida adulta.
Odontogênese
Como a integridade dos tecidos dentais duros em
contato com o tecido conjuntivo é mantida?
Tecidos duros de
origem conjuntiva

vaso

matriz orgânica

mineral
Odontogênese
Manutenção da integridade dos tecidos dentais duros em
contato com o tecido conjuntivo

Trauma Inflamação Receptores Reabsorção


Fase I Fase II Fase III

vaso vaso vaso

trauma Flp PgE

matriz orgânica matriz orgânica

mineral mineral mineral

Você também pode gostar