Você está na página 1de 11

Análise de Sistemas

WEB
Técnicas de Consultoria

Prof. Aurênio Alves de Oliveira


Conceitos Básicos:

1. Definição de Consultoria;
2. Duração da Consultoria;
3. Aspectos particulares da
consultoria;
4. Por que usar consultores;
5. Quem usa consultoria;
6. Perspectivas da consultoria.
Definição de Consultoria:
“Serviço prestado por uma
pessoa ou um grupo de pessoas
independentes e qualificadas para a
identificação e investigação de
problemas que digam respeito a
política, organização,
procedimentos e métodos, de
forma a recomendarem a ação
adequada e proporcionarem auxílio
Definição de Consultoria:
“É o processo interativo de um
agente de mudanças externo à
empresa, o qual assume a
responsabilidade de auxiliar os
executivos e profissionais da referida
empresa nas tomadas de decisões,
não tendo, entretanto, o controle
direto da situação.”
Duração da Consultoria:
Quando pode se iniciar uma
consultoria?
Quando uma determinada situação é
julgada insatisfatória e capaz de ser
melhorada, e a empresa não pode
resolver a situação.
Quando acaba uma consultoria?
Teoricamente, quando ocorreu uma
mudança nessa situação, mudança
esta que deve ser encarada como
uma melhoria, e a empresa não
3. Aspectos particulares da
consultoria:
3.1. Serviço independente
imparcial, relacionamento
complexo, autoridade indireta;
3.2. Serviço de aconselhamento
não são chamados para dirigir
empresas/setor ou tomar decisões
pelos responsáveis desesperados.
Deve ser dado um conselho certo,
uma proposta de solução
adequada e no tempo certo;
3. Aspectos particulares da
consultoria:

3.3. Serviço experiente


exige conhecimento profissional e
habilidades para resolução de
problemas na prática;

3.4. Serviço não-milagroso


é difícil, sistemático e disciplinado.
Busca soluções imaginativas, mas
exeqüíveis. Precisa da cooperação
íntima entre o cliente e o
4. Por que usar consultores?
4.1. Por possuir conhecimentos e
competência técnica especializada;
4.2. Por ser um supridor de auxílio
profissional intensivo de forma
temporária;
4.3. Por ser um observador externo
imparcial;
4.4. Por ser fornecedor de
argumentação que justifique a
adoção de medidas
5. Que realidade motiva o uso
de consultoria?

5.1. Nível de desenvolvimento

econômico do país;

5.2. O ambiente econômico e político

do país;

5.3. Setores de atividade econômica e


6. Perspectivas da
consultoria:
6.1. As empresas em geral buscam
permanentemente um melhor
desempenho, necessitando de
controle p/ avaliação e ajustes
constantes;
6.2. Aspectos prioritários: o sistema
administrativo escolhido e preparo
gerencial do executivo principal da
empresa;
6.3. Vencer a forte resistência à
6. Perspectivas da
consultoria:
6.4. A incerteza constante, torna mais
complexa a competitividade;

6.5. Empresariado com poucos


conhecimentos gerenciais e
técnicos;

6.6. O mercado da consultoria exigirá


cada vez mais conhecimentos
amplos e em tempo real.

Interesses relacionados