Você está na página 1de 35

Fundamentos de Confiabilidade

Faculdade Atenas Maranhense – FAMA


Curso de Especialização em Gestão
Estratégica da Qualidade

FTA – Análise de Árvore de


Falhas

Prof. MSc. Gerisval Alves Pessoa


Abril de 2009

 Gerisval Pessoa Revisão 04 1


Fundamentos de Confiabilidade

Instrutor
 Mestre em Gestão Empresarial (FGV)
 Especialista em Engenharia da Qualidade (UEMA)
 Químico Industrial (UFMA)
 Especialista em TQC (Total Quality Control - Japão)
 Professor de Graduação e Pós-graduação
 Coordenador dos Cursos de Pós-Graduação (FAMA)
Gestão Estratégica da Qualidade
Gestão Estratégica de Pessoas
Gestão Estratégica de Serviços
Gestão Ambiental Empresarial
 Auditor Líder ISO 9001 e 14001 e Auditor OHAS 18001
 Instrutor Internacional de TPM (Total Productivity Maintenance)
 Examinador Prêmio Nacional da Qualidade: Ciclos 2000, 2001 e 2002
Analista da Qualidade Máster (Vale)
 24 anos de experiência profissional

 Gerisval Pessoa Revisão 04 2


Fundamentos de Confiabilidade

UNIDADE I

CONCEITO DE FALHA

 Gerisval Pessoa Revisão 04 3


Fundamentos de Confiabilidade

Falha - Definição
• É o término da capacidade de um item desempenhar a função
requerida
• É a diminuição total ou parcial da capacidade de uma peça,
componente ou máquina de desempenhar a sua função durante
um período de tempo, quando o item deverá ser reparado ou
substituído.
• É a “inabilidade” de um sistema/componente em cumprir uma de
suas funções de projeto.
Efeitos
Ambientais

Falha(s) de
Falhas do Sistema Subsistema(s) Falha(s) de
Causada por ... ou interface(s) Componente(s)
Causada(s) por ... Causada(s) por ...

Erro Humano

 Gerisval Pessoa Revisão 04 4


Fundamentos de Confiabilidade

Modo de Falha

• Maneira pela qual a falha é observada


(Mil-Std 1629A)

• Efeito pelo qual se percebe que a falha ocorreu


(IEEE Std 500)

FA-005f-0
 Gerisval Pessoa Revisão 04 5
Fundamentos de Confiabilidade

Modo de Falha (Exemplos)

• Falha em partir
• Entupimento
• Falha em permanecer em uma posição
• Vazamento interno
• Vazamento externo
• Falha em fechar / Falha aberta
• Falha em abrir / Falha fechada
• Indicação errada
• Operação inadvertida
• Fluxo restrito
• Falha em parar
• Falha em conectar
• Curto (elétrico)
• Fuga (elétrica)

 Gerisval Pessoa Revisão 04 6


Fundamentos de Confiabilidade

Modo de Falha

Em geral, os modos de falha estão relacionados


com as seguintes situações:

• Operação prematura

• Falha em operar num tempo especificado

• Falha em parar de operar num tempo especificado

• Falha durante a operação

 Gerisval Pessoa Revisão 04 7


Fundamentos de Confiabilidade

Causas

Possíveis mecanismos físicos ou químicos, erros de


projeto, defeitos de qualidade, ou outros processos
que são a razão básica para a ocorrência do modo de
falha

• Sobretensão

• Corrosão

• Falta de lubrificação

 Gerisval Pessoa Revisão 04 8


Fundamentos de Confiabilidade

Efeitos

Conseqüências que um modo de falha impões


na operação, função ou estado de um
componente ou sistema.

• Ruído excessivo

• Perda de potência

• Vazamento (sistema)

 Gerisval Pessoa Revisão 04 9


Fundamentos de Confiabilidade

Terno da Falha (Causa – Modo de Falha – Efeito)

Efeitos Perda de
performance do freio

Modo
Vazamento
Componente de Cilindro de fluido
Falha

Causas Selo Danificado

 Gerisval Pessoa Revisão 04 10


Fundamentos de Confiabilidade

UNIDADE II

FERRAMENTA BÁSICA APLICADA À


CONFIABILIDADE

 Gerisval Pessoa Revisão 04 11


Fundamentos de Confiabilidade

Ferramentas Básicas Aplicadas à Confiabilidade

As duas ferramentas básicas aplicadas à confiabilidade são


FMEA e FTA que têm suas principais aplicações para a:

 Melhoria de um produto ou processo já em operação. A


partir da identificação das causas das falhas ocorridas e seu
posterior bloqueio.
 Detecção e bloqueio das causas de falhas potenciais
(antes que aconteçam) em produtos ou processos já em
operação.
 Detecção e bloqueio das causas de falhas potenciais
(antes que aconteçam) em produtos ou processos, ainda na
fase de projeto.

 Gerisval Pessoa Revisão 04 12


Fundamentos de Confiabilidade

FMEA e FTA: Dois Tipos de Raciocínio

 Gerisval Pessoa Revisão 04 13


Fundamentos de Confiabilidade

FTA

A ferramenta FTA - Análise de Árvore de Falhas (Fault


Tree Analysis) é um método padronizado de análise de
falhas ou problemas, verificando como os mesmos
ocorrem em um equipamento ou processo.

 Gerisval Pessoa Revisão 04 14


Fundamentos de Confiabilidade

FTA (Fault Tree Analysis)


A Análise de Árvores de Falha (FTA) é um método sistemático e
padronizado, capaz de fornecer bases objetivas para funções diversas
tais como a análise dos modos comuns de falhas em sistemas, análise
do projeto do sistema, para justificar mudanças e demonstrar
atendimento a requisitos (de segurança) regulamentadores e/ou
contratuais.

A FTA é uma análise dedutiva detalhada que usualmente requer


considerável volume de informações sobre o sistema. Particular

A FTA é uma representação gráfica, associada ao desenvolvimento de


uma falha particular do sistema (efeito), chamada de evento de topo,
e às falhas básicas (causas), denominadas de eventos primários. Por
esse motivo, é considerada como uma ferramenta top down (de cima
pra baixo).
 Gerisval Pessoa Revisão 04 15
Fundamentos de Confiabilidade

Árvore de Falha
É um processo lógico dedutivo que parte de um evento
indesejado, buscando todas as combinações de “causas
básicas” que podem levar à ocorrência desse evento.

 Evento indesejado = EVENTO TOPO


 Causas básicas = EVENTOS BÁSICOS

 Aplicável para projetos/plantas em operação


 Indica claramente os pontos fracos do Sistema

Observações:
- É interessante fazer o FMEA antes da Árvore de Falha
- Funciona do Sistema / Fronteira / FMEA / Eventos / Árvore de Falha
 Gerisval Pessoa Revisão 04 16
Fundamentos de Confiabilidade

Árvore de Falhas

É uma representação gráfica da relação lógica


entre falhas (eventos básicos e eventos
intermediários)que levam a uma ocorrência do
evento de topo

 Gerisval Pessoa Revisão 04 17


Fundamentos de Confiabilidade

Uso da FTA
 Estabelecer um método padronizado de análise de falhas ou problemas,
verificando como ocorre em um equipamento ou processo.
 Análise da confiabilidade de um produto ou processo
 Compreensão dos modos de falha de um sistema de maneira dedutiva.
 Priorização das ações corretivas que serão tomadas.
 Análise e projeto de sistemas de segurança ou sistemas alternativos.
 Compilação de informações para manutenção de sistemas alternativos de
procedimentos de manutenção.
 Indicação clara e precisa de componentes mais críticos ou condições
críticas de operação.
 Compilação de informações par treinamento na operação de equipamentos
 Compilação de informações para planejamento de testes e inspeção.
 Simplificação e otimização de equipamentos.

 Gerisval Pessoa Revisão 04 18


Fundamentos de Confiabilidade

Etapas da FTA

Definir o evento de
TOPO

Entender o
Sistema

Construir a
Árvore

Avaliar a
Árvore

Implementar ações
corretivas
 Gerisval Pessoa Revisão 04 19
Fundamentos de Confiabilidade

Fluxograma da Sequência de Procedimentos para a FTA

 Definir a equipe responsável pela execução


 Selecionar o evento topo para análise
 Coleta de dados
 Definir quais são as interfaces ou fronteiras do sistema
 Análise detalhada do sistema
 Montagem preliminar da árvore de falhas
 Revisão da árvore de falhas
 Cálculo da probabilidade do evento de topo
 Análise de recomendações
 Reflexão sobre o processo

 Gerisval Pessoa Revisão 04 20


Fundamentos de Confiabilidade

Estrutura da Árvore de Falhas

 Gerisval Pessoa Revisão 04 21


Fundamentos de Confiabilidade

Símbolos de Eventos

 Gerisval Pessoa Revisão 04 22


Fundamentos de Confiabilidade

Árvore de Falhas - Simbologia


Eventos

EVENTO BÁSICO
(Modo de falha com dados conhecidos)

EVENTO NÃO CONHECIDO


(Intermediário, pode já ter sido analisado ou
não, dispõe-se de dados, ou não interessa,
ou não faz parte da fronteira do sistema)

TRANSFERÊNCIA
(Para mudar de página – referência para
evitar repetir trechos da árvore de falhas
 Gerisval Pessoa Revisão 04 23
Fundamentos de Confiabilidade

Portas Lógicas - Simbologia


Porta tipo “OU” Porta tipo “E”
TOPO TOPO

PORT 001 PORT 002

Falha 1 Falha 2 Falha 3 Falha 1 Falha 2 Falha 3

EVEN 001 EVEN 002 EVEN 003 EVEN 001 EVEN 002 EVEN 003

Qualquer dos eventos leva ao evento Só ocorrerá o evento TOPO se todas


TOPO. Soma-se as probabilidades de as falhas ocorrerem. Multiplica-se as
ocorrência probabilidades de ocorrência das
falhas
 Gerisval Pessoa Revisão 04 24
Fundamentos de Confiabilidade

Símbolos de Portas Lógicas

 Gerisval Pessoa Revisão 04 25


Fundamentos de Confiabilidade

Árvore de Falhas – Exercícios de Portas Lógicas


Avião monomotor é
forçado a aterrissar

PORT 001

Ocorrência de
Motor não funciona péssimas condições
do tempo

EVEN 003
PORT 002

Piloto não consegue Motor para durante o


religar o motor voo

EVEN 002 EVEN 001


 Gerisval Pessoa Revisão 04 26
Fundamentos de Confiabilidade

Árvore de Falhas – Exercícios de Portas Lógicas


Torrada sai queimada
da torradeira

PORT 001

O dono da torradeira está


Falha no mecanismo de
distraído, não notando a
controle da torradeira
demora no preparo da mesma

EVEN 003
PORT 002

Controle de Dispositivo de
temperatura elevado desligamento
(erro humano) automático não atua

EVEN 002 EVEN 001


 Gerisval Pessoa Revisão 04 27
Fundamentos de Confiabilidade

Árvore de Falhas – Exemplo


Sistema de Energia Elétrica de um Hospital

Energia Elétrica Rede


Pública

Monitor de
Gerador Diesel
Tensão

ut
ko
ac
Efeito Indesejável

Bl
 Gerisval Pessoa Revisão 04 28
Fundamentos de Confiabilidade

Sistema de Energia Elétrica de um Hospital


Perda total de energia
Evento topo elétrica (Blackout)

PORT 001

Evento Falha do Sistema de Perda de Energia da


intermediário Energia Interna Rede Pública

PORT 002

Falha do monitor de Gerador diesel falha


tensão na partida

Evento básico
 Gerisval Pessoa Revisão 04 29
Fundamentos de Confiabilidade

Árvore de Falhas – Exemplo


Sistema CD Player Automotivo
Auto-falante
A

Auto-falante
B

 Gerisval Pessoa Revisão 04 30


Fundamentos de Confiabilidade

Árvore de Falhas – Exemplo – Sistema CD Player


Evento topo: Falta de som
Componentes: Falta de Som no
CD player Ambiente
Auto-falantes A e B

PORT 001

CD player não Falha dos auto-


funciona falantes

PORT 002

Falha do Falha do
auto-falante A auto-falante B

 Gerisval Pessoa Revisão 04 31


Fundamentos de Confiabilidade

Diagrama de Causa e Efeito (Parcial)

Circuito Elétrico
Bobina
Velas
Cabos
Distribuidor
Bateria
Chave de ignição
Ignição eletrônica
Motor não dá
partida
Mangueira
Nível Gasolina
Filtro
Bomba de combustível

Operacionais Circuito Combustível

CAUSAS

 Gerisval Pessoa Revisão 04 32


Fundamentos de Confiabilidade

Exemplo de uma Árvore de Falha

 Gerisval Pessoa Revisão 04 33


Fundamentos de Confiabilidade

Exemplo de um Processo Administrativo


(Emissão/Recebimento por Nota Fiscal)

1. Departamento de engenharia industrial emite ordem de


serviço: valor e características do serviço são especificados
2. Ordem de serviço é enviada ao setor de faturamento
3. Funcionário levanta cadastro da empresa faturada
4. Funcionário calcula impostos a serem recolhidos
5. Nota fiscal é emitida
6. Nota fiscal é conferida e enviada ao cliente
7. Cliente acusa o recebimento
8. Nota fiscal é enviada ao setor de contas a receber
9. Contas a receber verifica pagamento e dá baixa na nota
10. Nota fiscal e ordem de serviços são arquivadas
 Gerisval Pessoa Revisão 04 34
Fundamentos de Confiabilidade

Árvore de Falhas (Processo Administrativo)


Atraso no pagamento

Faturamento emite NF com atraso Cliente


Atrasa
pagamento

Atraso no cadastro Nota fiscal tem de ser refeita

Cadastro
não existe

Dificuldade no levantamento dos dados

Erro no
Erro no cálculo dos
Cadastro impostos
Treinamento Erro do
inadequado funcionário

 Gerisval Pessoa Revisão 04 35

Interesses relacionados