Você está na página 1de 22

Ellen White

ea
Justificação Pela

Pesquisa Apresentada Em Cumprimento Parcial
dos Requisitos Da Disciplina De Homilética
Por Joabe Soares
Aluno do SALT – 2º Ano Matutino
INTRODUÇÃO
 Um dos temas que gerou mais
controvérsias no meio adventista do
sétimo dia, de maneira mais
especifica em meados da década de
1880, e principalmente na
conferência de Minneápolis, foi a
justificação pela fé; e este tema
ainda apresenta algumas dúvidas por
parte de alguns membros, que
levantam questionamentos acerca
desta mensagem.
DESENVOLVIMENTO
 A Relevância da Mensagem
Nossas igrejas estão perecendo por
falta de ensino sobre o assunto da justiça
pela fé em Cristo e verdades semelhantes.
Obreiros Evangélicos, p. 301

Não existe um dentre cem, que


compreenda, por si mesmo a verdade
bíblica sobre este assunto, tão necessário
ao nosso bem-estar presente e eterno.
Mensagens Escolhidas, vol. 1, pp.359, 360.
Ellen White já
declarava: o inimigo
de Deus e do homem
não quer que esta
verdade seja
apresentada
claramente, porque
sabe que perderá seu
poder sobre o povo
de Deus se este
receber plenamente
tal mensagem.
O.E., p.169.
O que é Justificação?
 Ela responde, afirmando que
justificação significa ser bom e fazer o
bem.
Manuscrito 68, p.1894.
É a obediência à lei de Deus.
M.E., vol. 1, p.430.
A justiça é a prática do bem, e é por
seus atos que todos hão de ser julgados.
Deus requer de todos os seus súditos
inteira obediência a todos os seus
mandamentos. Ele ordena agora, como
sempre o tem feito, uma perfeita justiça
como único título para o céu. Seventh-day
Adventist Bible Comentary, vol. 6, p.1072.
Como pode o homem alcançar tal
justiça?
 A Bíblia declara que a justiça humana é
como “trapos de imundícia” (Is 64:6), e
Jesus afirma, “sem mim nada podeis
fazer” (Jo 15:5).
 Ellen White escreveu que tudo o que o
homem possa fazer sem Cristo está
contaminado com egoísmo e pecado. M.E.,
vol. 1, p.427.
 Os esforços do homem sozinho não são
nada senão inutilidade. Idem, p.446.
 Então para conciliar a obediência
perfeita á lei de Deus, e a
pecaminosidade do homem, um
resgate pleno e completo tem sido
pago por Jesus em virtude do qual é
perdoado o pecador e mantida a
justiça. Neste momento, entra em
cena a justificação pela fé.
O que é a justificação pela fé?
• Ellen White responde, escrevendo que a
justificação pela fé é a obra de Deus ao lançar a
glória do homem no pó e fazer pelo homem aquilo
que ele por si mesmo não pode fazer.
Testemunhos Para Ministros, p. 456.
• A justificação pela fé é uma obra divina, quando
Deus perdoa o pecador, remite o castigo que ele
merece e o trata como se não tivesse pecado,
recebe-o no favor divino e o justifica em virtude dos
méritos de Cristo.
M.E., vol. 1, p.389.
Justiça Imputada e
Justiça Comunicada
• Ellen White escreveu
que é imputada a justiça
pela qual somos
justificados , aquela pela
qual somos santificados, é
comunicada. A primeira é
nosso título para o céu; a
segunda, nossa
adaptação para ele.
Mensagens aos Jovens, p.35.
Justiça Imputada
► Justiça imputada,
justificação e perdão são
uma mesma experiência.
No momento em que um
pecador aceita a Cristo
pela fé, é perdoado. A
justiça de Cristo lhe é
imputada, e ele não mais
duvida da graça
perdoadora de Deus.
SDABC, vol. 6, p.1070.
É o momento no qual o pecador vai a
Cristo com fé, e apodera-se de Seus
méritos, deixando seus pecados sobre O
que os leva, e recebe o perdão, e a justiça
de Cristo é imputada, ao pecador
arrependido e que crê.
M.E., vol. 1, p.215.
Mediante o sangue expiador de Cristo,
o pecador é liberto da escravidão e
condenação.
SDABC, vol. 6, p.1070.
Just iça Comuni ca da
Pela graça de Cristo,
deve cada alma operar a
sua própria justiça,
mantendo viva ligação
com o Pai e o Filho.
T.M., p.488.
Cristo comunica os
atributos divinos, e forma
o caráter humano
segundo a semelhança do
caráter de Deus, e a
própria justiça da lei se
cumpre no crente em
Cristo.
Desejado de Todas as
A beleza original
começa a ser
restaurada na alma.
São comunicados
os atributos do
caráter de Cristo,
começando a
refletir-se a imagem
do Divino.
Idem, p.294.
Justificação Pela Fé e
Libertação do Pecado
Mesmo que os seguidores de
Cristo tenham pecado, não se tem
entregue ao domínio do mal.
Joyas de los Testemunhos, vol. 2, 177.
...quando vê seu erro, se volta, e
fixa seus olhos em Cristo, e o ato que
havia cometido não o torna menos
querido ao coração de Deus.
Review and Herald, 12 de Maio de 1986.
Recebendo a Justiça de Cristo
É preciso crer
nessa mensagem e
aceitá-la. O pecador
deve vir a Cristo, com
fé, apodera-se de
Seus méritos, deixar
seus pecados sobre o
que os leva, e receber
Seu perdão.
M.E., vol. 1, 215.
Mediante a fé em
Cristo, o homem deve
realizar o seu melhor,
e esforçar-se para
andar no caminho do
Senhor mediante a
obediência aos dez
mandamentos, a fim
de ser-lhe imputada a
justiça de Cristo.
Fundamentos da
Educação Cristã, p.135.
Aplicação Escatológica

“Várias pessoas me escreveram


perguntando se a mensagem da
justificação é a mensagem do terceiro
anjo, e respondi-lhes: É verdadeiramente a
mensagem do terceiro anjo.”
Evangelismo, p.190.
A terceira mensagem angélica é :“Aqui
está a perseverança dos santos, os que
guardam os mandamentos de Deus e tem
a fé em Jesus” (Ap 14:12). Exatamente, fé
em Jesus, na Sua justiça, e obediência
aos seus mandamentos, como o fruto
desta justiça.

É impossível para o crente, exaltar a lei


de Jeová, a menos que se ocupe da
justiça de Cristo Jesus.
SDABC, vol. 6, p.1073.
CONCLUSÃO
• Portanto, pode-se concluir, de acordo com os
escritos de Ellen White, que:

• A justificação pela fé é uma mensagem de


total relevância para o povo remanescente
de Deus;

• Que somente pelos méritos de Cristo,


através de Sua vida e morte obtemos a
salvação;
• Esta é uma obra realizada por Deus pelo
homem, com o perdão dos pecados, pelo
arrependimento e confissão, usando-se o
termo “justiça imputada”, e no homem, com o
aperfeiçoamento do caráter à semelhança de
Cristo, guiando a obediência por amor,
usando-se o termo “justiça comunicada”.
• O homem precisa crer nesta
mensagem e aceitá-la, diariamente, para
alcançar a salvação.

O fundamento do Cristianismo é Cristo-


Justiça nossa.
Testemonies, vol. 5, p.60.
BIBLIOGRAFIA
OLSON, Robert W. Justificacion Por La Fé: Una selecion de
citas de Elena G. de White. Entre Rios, Argentina:
Universidade Adventista del Plata. 1993. 1° ed. pp. 5-36.

TIMM, Albert R. O movimento Adventista e a Justificação


pela Fé. São Paulo: Instituto Adventista de Ensino, 1988.

White, Ellen G. Compilado por Bruno W. Steinweg.


Justificação pela Fé. São Paulo: Instituto Adventista de
Ensino. 1988. 1º ed. pp. 7-33.