Você está na página 1de 21

Treinamento da Primária

Estaca Bom Jardim


Novembro de 2007

Presidente: Glaubenia Jucá


1ª Conselheira: Júlia Coelho
2ª Conselheira: Socorro Quinto
”Ninguém pode
participar desta obra, a
menos que seja humilde e
cheio de amor”.
(D&C 12:8)
CHAMADOS,DESIGNADOS e
MAGNIFICADOS
O Presidente Gordon B.
Hinckley falou o seguinte
a respeito da palavra
magnificar: “Conforme
meu entendimento,
significa ampliar,
aproximar e engrandecer”.
Ele disse que quando os
portadores do sacerdócio
magnificam seu chamado,
“engrandecem o potencial
de [seu] sacerdócio”.
(Conference Report, abril
de 1989 pp. 60, 63 ou
Ensign, maio de 1989,
pp. 46, 49)
Isso se aplica a seu
chamado para ensinar.
Quando magnificar seu
chamado “com diligência
(…), trabalhando com
toda [sua] força” (Jacó
1:19), você aumentará seu
potencial de influenciar as
pessoas para o bem
Receber o Chamado para
Ensinar;

Ser Apoiado e Designado;

Magnificar Seu Chamado e Ser


Magnificado pelo Senhor
ELABORAR UM PLANO
PARA MELHORAR O ENSINO
”Persiste em ler, exortar
e ensinar, até que eu vá.
Não desprezes o dom
que há em ti, o qual te
foi dado por profecia,
com a imposição das
mãos. (…) Medita estas
coisas; ocupa-te nelas,
para que o teu
aproveitamento seja
manifesto a todos. Tem
cuidado de ti mesmo e
da doutrina. Persevera
nestas coisas; porque,
fazendo isto, te salvarás,
tanto a ti mesmo como
aos que te ouvem.”
(I Timóteo 4:13–16)
COMPREENDER
OS ALUNOS
“Lembrai-vos de que o valor das almas
é grande à vista de Deus”.
D&C 18:10
AJUDAR AS PESSOAS QUE TUMULTUAREM
A AULA

O Élder Boyd K. Packer


ensinou:
“É fundamental para o
professor compreender
que as pessoas são
essencialmente boas. Élhe
imprescindível saber
que sua tendência
natural é fazer o que é
certo. Esse pensamento
exaltado provém da fé.
Faz toda a diferença
quando estamos diante
de nossos filhos ou de
uma classe de jovens,
tentando ensiná-los.
(…) Se desejamos
ensinar, devemos sempre
lembrar que estamos
lidando com os filhos de
Deus e que cada um
deles, como parte de Sua
progênie, tem a
possibilidade de tornarse
como Ele é”. (Teach
Ye Diligently, rev. ed.
[1991], p. 89)
ENSINAR DE
FORMA VARIADA
Utilizar Métodos Variados nas
Aulas
Ao fazer o cardápio semanal da família, uma dona-de-casa não
planeja refeições idênticas para os sete dias. Mesmo que seu
orçamento seja tão apertado a ponto de obrigá-la a servir batatas
diariamente, ela logo se dá conta de que há muitas formas de fazê-lo.

O evangelho também pode ser apresentado de várias formas


diferentes.

Ao preparar-se para ensinar, não deixe de diversificar os métodos


didáticos de uma aula para outra. Isso pode significar utilizar algo
simples como uma gravura ou cartaz colorido em uma aula e uma
lista de perguntas no quadro-negro em outra.
Escolher e Preparar Métodos
Didáticos Diversificados
Ao preparar suas aulas, há muitos recursos à sua disposição para ajudá-
lo na escolha dos métodos. Tenha em mente as
idéias a seguir ao planejar quais vai usar:

• Em primeiro lugar, leve em consideração as sugestões contidas no


manual do professor. Quando necessário, adapte-as às necessidades de
seus alunos.
• Tenha um propósito definido ao utilizar determinado método. Escolha
métodos que apóiem e reforcem o objetivo principal da aula. Eles devem
condizer com a realidade e ressaltar o que é verdadeiro, bom e belo. Não
escolha métodos meramente para entreter os alunos ou preencher o
tempo.
•Selecione métodos que sejam adequados e eficazes. Você vai usar
alguns deles, como contar histórias e usar o quadro-negro, com mais
freqüência que outros, como promover painéis de discussões e
jogos. (Ver “Escolher Métodos Adequados”, na página 91; “Escolher
Métodos Eficazes”, na página 92.)
• Quando for oportuno, escolha métodos
que envolvam os alunos ativamente. Isso é
importante para todos, mas principalmente
para as crianças.
• Pratique o uso dos métodos antes de dar
a aula. Isso é importante principalmente se
você nunca utilizou determinado
método.
ENSINAR CRIANÇAS
Quando o Salvador ressuscitado ministrou aos nefitas, mostrou Seu
grande amor pelas criancinhas:

“Pegou as criancinhas, uma a uma, e abençoou-as e orou por elas


ao Pai. (…)

E dirigindo-se à multidão, disse-lhes: Olhai para vossas criancinhas.

E ao olharem, lançaram o olhar ao céu e viram os céus abertos e


anjos descendo dos céus, como se estivessem no meio de fogo; e
eles desceram e cercaram aqueles pequeninos e eles foram
rodeados por fogo; e os anjos ministraram entre eles.” (3 Néfi
17:21, 23–24)
É uma responsabilidade sagrada ensinar às crianças o evangelho de
Jesus Cristo e ajudá-las a aprender a vivê-lo. Ensine-lhes doutrinas
verdadeiras, como o profeta Néfi, que declarou: “Falamos de Cristo,
regozijamo-nos em Cristo, pregamos a Cristo, profetizamos de Cristo e
escrevemos de acordo com nossas profecias, para que nossos filhos
saibam em que fonte procurar a remissão de seus pecados”. (2 Néfi
25:26)

Você receberá bênçãos especiais ao ensinar as crianças. Elas trarão


alegria a sua alma e o motivarão a ser um bom exemplo. Ao reconhecer
a fidelidade, o amor, a confiança e a esperança das crianças, você
se aproximará do Senhor e compreenderá melhor o mandamento Dele
de “[nos fazermos] como meninos”. (Mateus 18:3)
Diretrizes para Compreender e
Ensinar as Crianças
As crianças são propensas a crer. Você tem a obrigação de
ensinar-lhes doutrinas corretas de forma simples e clara,
usando uma linguagem e exemplos que elas consigam
compreender.

As crianças são capazes de reconhecer a influência do Espírito.


Ensine-lhes que as sensações cálidas de amor e paz que
tiverem ao falarem ou cantarem a respeito de Jesus Cristo e
Seu evangelho provêm do Espírito Santo.

As crianças interpretam as coisas literalmente. Tudo é real para


elas. Se você utilizar metáforas complexas para ensinar
princípios sagrados do evangelho, pode ser que elas fiquem
confusas. Ajude-as a aprender o evangelho valendo-se de
locais e atividades conhecidos para elas: o lar, a família e o
mundo a sua volta. Certifique-se de que não interpretem
erroneamente o que você ensinar.
As crianças são curiosas e ávidas pelo aprendizado. Elas gostam de
aprender por meio de experiências variadas e novas. As crianças são
carinhosas e querem sentir-se amadas e aceitas.

As crianças estão começando a preparar-se


para o futuro. Você pode, por exemplo, dizer: “Bárbara, vi quando
você ajudou a Júlia a encontrar aquela escritura. Você foi muito paciente
e gentil. Um dia, quando for mãe, tenho certeza de que vai ensinar muitas
coisas maravilhosas para seus filhos”. Ou você pode dizer: “Mateus, você
um dia vai ser um excelente missionário por ter aprendido a estabelecere
alcançar metas. Sinto muito orgulho de você!”

As crianças seguirão seu exemplo. Você sempre está ensinando, mesmo


quando não se der conta disso. Em geral, você ensina mais por meio de
sua atitude e exemplo do que por suas palavras.
As crianças pequenas não conseguem concentrar-se nem ficar
sentadas por muito tempo. Não espere demais delas. Reconheça
que a dificuldade de concentração pode indicar que elas estão
cansadas ou com fome, que não entenderam algo que foi dito, que
precisam movimentar-se ou que estão entediadas. A melhor forma
de prender sua atenção e ajudá-las a aprender é incentivá-las a
participar das aulas.

Como têm muita energia, planeje formas de permitir que elas se


mexam ou que vejam, ouçam, cheirem ou toquem algo durante a
aula. Elas gostam de aprender por meio da repetição, de histórias
simples, canções e atividades.
Fortalecer as Famílias

Se for professor ou líder, você pode ajudar os pais em seu empenho para ensinar o
evangelho aos filhos. Informe aos pais o que você está ensinando na classe para
que eles ressaltem esses princípios do evangelho no lar.

Incentive as crianças a contar à família o que estão aprendendo. Nas noites


familiares, elas podem mostrar músicas, escrituras, jogos e princípios que estejam
aprendendo nas aulas ou atividades da Primária.

Comunique também os pais quando um filho tiver dado uma colaboração especial
ou recebido a designação de orar ou fazer um discurso. Você pode convidar os pais
para contar experiências ou prestar testemunho durante uma aula.

Lembre-se de que quando você ajuda as crianças a adquirir um testemunho e a


viver o evangelho, elas podem influenciar a
família para o bem. Ao ensinar-lhes o evangelho e ajudá-las a aprender a vivê-lo,
você contribui para o fortalecimento da família delas.
Calendário de aulas-Dezembro 2007

Bercário e Raios de Sol- Primária 1:


02/12- Aula 14
09/12- Aula 36
16/12- Aula 39
23/12- Aula 46
30/12- Aula 01
Calendário de aulas-Dezembro 2007

CTR-Primária 3:
02/12- Aula 14
09/12- Aula 36
16/12- Aula 39
23/12- Aula 47
30/12- Aula 01
Calendário de aulas-Dezembro 2007
Valorosos:- Primária 7
02/12- Aula 47
09/12- Aula 10
16/12- Aula 13
23/12- Aula 36
30/12- Aula 39
“O pregador não era
melhor que o ouvinte
nem o mestre melhor que
o discípulo; e assim eram
todos iguais e todos
trabalhavam, cada um
de acordo com suas
forças.”
(Alma 1:26)

Interesses relacionados