Você está na página 1de 10

Componentes: Felipe Gustavo B.

Borges Alexandre Csar Saraiva de Sousa Jomar Fabio Silva de Carvalho Haryaman Luiz Silva de Barro

Coeso

lexical do texto Unidade temtica do texto Ordem scio cognitivo Compreenso das leis do texto

Ex: A viajem foi muito longa e eu fiquei enjoada. Ele vem de carro. preciso que ele viaje para a cidade. E os irmos dele vm de carro de boi. Meu tio tem 24 anos de idade. Meus irmos dem quatro mil reais. As meninas tm cabelos loiros. Elas vem de caminho de caamba.

Em tais frases no h uma unidade de sentido, pois elas no esto unidas entre si. No importa a simples colocao das palavras, mas principalmente a unidade entre elas permitindo a formao de uma histria. Em textos que no apresentem essa unidade impossibilitam o leitor de compreender o que se quer dizer.

Quando o autor consegue escrever ligando os eixos e associando palavras a ento claramente o uso do recurso coesivo do texto.

a)

b)

c)

As relaes semnticas: Antonimia (palavras antnimas); Co-hiponmia (dois hipnimos, como gato e rato); Partonmia (parte/todo).

Outros exemplos de SEMNTICAS.


Homonmia: a relao entre duas ou mais palavras que, apesar de possurem significados diferentes, possuem a mesma estrutura fonolgica, ou seja, os homnimos. TRS EXEMPLOS:
Homfonas: palavras iguais na pronncia e diferentes na escrita. Exemplos: cela (substantivo) - sela (verbo) / cesso (substantivo) sesso (substantivo) / cerrar (verbo) - serrar ( verbo); Homgrafas:. Exemplos: gosto (substantivo) - gosto / (1 pessoa singular presente indicativo do verbo gostar) / conserto (substantivo) - conserto (1 pessoa singular presente indicativo do verbo consertar); Polissemia: a propriedade que uma mesma palavra tem de apresentar vrios significados. Exemplos: Ele ocupa um alto posto na empresa. / Abasteci meu carro no posto da esquina. / Os convites eram de graa. / Os fiis agradecem a graa recebida.

O conhecimento do Mundo.

(conhecimento de esquemas e organizaes da realidade)


Toda essa rede de associao possvel por conta de uma espcie de ordenamento dos fatos da realidade. Exemplo:
PSDB e o Tucanato. Imposto de renda e o leo.

Desta

forma evidenciamos que as palavras em um texto tem funo bem mais significante do que aquela de explicar o que cada uma significa e sim de dar uma unidade ao texto atravs dessas relaes j citadas. Logo, um texto onde a escolha da palavra no for a ideal, o mesmo pode perder o sentido, ou at ser interpretado de forma errada.

Um conjunto de palavras associadas no garantem a coeso.


A viagem foi muito longa e eu fiquei enjoada. Ele vem de carro. preciso que ele viage para a cidade. E os irmos dele vm de carro de boi.

Os exemplos acima mostram associaes semnticas, porm no temos garantias que possam diferenciar frases soltas de um texto coerente.

Você também pode gostar