CEARENSE

Política de Segurança

SC-PGQ-113-006-A PREPARAÇÃO PARA EMERGÊNCIAS E ABANDONO DE ÁREA

.CEARENSE Principais alterações no Plano já implantadas Plano de Emergência  Mudança do ramal para 5000.  Mudança dos Coordenadores de área.

 Definir um local substituto como área central de controle da emergência.CEARENSE Principais alterações no Plano à serem implantadas Plano de Emergência  Instalação de sirene nas áreas. .  Situação da Armafer e Expedição no acionamento de Abandono geral de área.

CEARENSE Abandono Geral de área Abandono Geral de Área ALARME: • Toque Contínuo da Sirene (aproximadamente 3 minutos): .

que decide sobre as alternativas e procedimentos que deverão ser tomados durante e após as Situações de Emergência.3. É quem determina o retorno normal das atividades após a comunicação do Coordenador Geral sobre a “limpeza total” da(s) área(s) em emergência. é responsável.3.2 COORDENADORES: 5.1 COMITÊ INDUSTRIAL Composto pelos Gestores da Unidade.CEARENSE 5. . também. comunidade local. empresas vizinhas e com a alta direção da Gerdau. por manter contato com a imprensa.2.

é quem tem a autoridade para iniciar a “limpeza total” da(s) área(s) atingida. .3. afim de notificá-los sobre a situação de emergência e fazer a solicitação de apoio.2. È quem deve manter contato com os órgãos públicos municipais e estaduais.CEARENSE 5. com o objetivo de garantir a segurança das pessoas envolvidas. instalações e meio ambiente. gerenciando os recursos disponíveis internos e externos. e ainda. COORDENADOR GERAL DE EMERGÊNCIAS É o responsável pela organização geral das ações de controle de emergências na Unidade. a retomada da atividade normal no menor espaço de tempo possível.2.

COORDENADORES DE EMERGÊNCIA DE ÁREA Colaboradores treinados para em situações de emergência.2.3.CEARENSE 5. coordenar respostas efetivas e imediatas para o controle da situação. e abandonarem as áreas sob sua responsabilidade. .3.

CEARENSE Coordenadores de área • • • • • • • • Acab – Alcino Aci – Ermison Adm – Glaudston Arm – Sidcley Lam – Elimar Man – Micael Pátio Sucata – Rooservelt Empreiteiras .Mário .

ABANDONO GERAL DA USINA: Ocorrerá abandono geral da Usina quando o Coordenador Geral de Emergências avaliar e entender que outras áreas possam ser atingidas. Havendo necessidade.3. conforme placas de orientação existentes nas áreas. . o Coordenador Geral de Emergência poderá mandar o pessoal concentrar-se no Ponto de Encontro Alternativo (entre a Armafer e o campo de futebol).CEARENSE 5. Os deslocamentos para os Pontos de Reunião devem ser feitos pelas Rotas de Fuga. Todas as pessoas que se encontrarem na área em emergência (inclusive visitantes) devem ser conduzidas pelo Colaborador nomeado pelo Facilitador da Área como “Cabeça de Fila”. até o Ponto de Encontro Principal (próximo ao estacionamento).5.

comparece ao Ponto de Encontro e efetua a conferência dando o “OK” ou não para o Coordenador Geral de Emergências.CEARENSE 5. os Facilitadores de Área devem promover a contagem do pessoal.6 CONTAGEM DO PESSOAL: O facilitador da Área é responsável em assegurar que todas as pessoas desocupem a área. O Vigilante. No Ponto de Encontro.3. . de posse da Relação de Visitantes.

CEARENSE Plano de Emergência LAMINAÇÃO PÁTIO ACIARIA PE ACABAMENTO DE SUCATA PE PE PE PONTOS DE ENCONTRO PE ARMAFER .

CEARENSE Brigada de Emergência Antes Identificação do Brigadista Brigadistas de Plantão Informações dos Brigadistas Brigadistas de Folga .

epois CEARENSE .

.) .Garantir que 100% do QL esteja treinado no padrão. .CEARENSE Comentários dos colaboradores com relação ao simulado de emergência . . colaboradores das empreiteiras com mais conhecimento. salas.. .Alguns colaboradores da Gerdau não tinham o conhecimento da fila indiana.Gestores deverão garantir que suas áreas estejam “livres”. .Ronaldo da oficina de apoio e Caio DQ sala de ensaio não ouviram a sirene e só sairam da área quando identificou que todos estavam indo para o ponto de encontro. sem nenhuma pessoa nos locais (banheiros.Gestores deverão garantir que suas equipes estejam seguras. ou seja. .Analisar quando a Sala do diretor/prédio de treinamento estiver em perigo para onde iremos? Não só os gestores como também os demais pois todos se encontravam no ponto de encontro localizado no prédio de treinamento..

etc). devido ao não conhecimento do simulado (tipo de emergência) não houve preparação dos brigadistas (preparar a ambulância. etc.Tiago – TI da Riograndense estava na sala 03 e não soube o que fazer até que uma pessoa entrou na sala e orientou para que fosse para o ponto de encontro. desabamento.Na visão de algumas pessoas que estavam no local a atuação dos brigadistas estava de acordo com o padrão . . materiais de primeiros socorros..) . .Analisando RH.Acidente com várias vítimas. Sugestão repassar informações para os visitantes na portaria. . temos somente uma ambulância como iremos proceder? Chamar o corpo de bombeiros? Temos recursos de outras empresas para uma assistência rápida? .Instalar outra sirene mais próxima da Laminação/Acabamento. choque com vítimas.Durante a simulação não foi identificado o perigo. Fundação e Informática todos ouviram a sirene e foram para o ponto de encontro. macas. Qual é o tipo de emergência? (Incêndio.CEARENSE Comentários dos colaboradores com relação ao simulado de emergência .

Consultei o Durval no momento do simulado e ele me orientou que eu permanecesse no PE da Armafer. afinal de contas após a sirene vai chegando terceiros e até mesmo colaboradores que só percebem ou se dão conta 2. já que em frente à Armafer temos um ponto de encontro que considero muito mais seguro do que os demais. principalmente pq está longe de energias perigosas e pq está próximo à saída da usina. 5 e até 10 min depois e qdo chegam ao ponto de encontro querem informação de como proceder.CEARENSE Brigada de Emergência Comentários dos colaboradores com relação ao simulado de emergência Questionei o Durval pq o pessoal que estava próximo da Armafer deveria ir para o ponto de encontro próximo à ADM. Entendo que deveria haver um brigadista em cada ponto de encontro. .