Você está na página 1de 31

Tecnologias de Energia e

Mudanças Climáticas
Prof. Gilberto De Martino Jannuzzi

Faculdade de Engenharia Mecânica


UNICAMP
Conteúdo
• Parte I
– O contexto: Desenvolvimento sustentável
• Parte II
– Entendimento do problema de Mudanças do
Clima e Estratégias de Mitigação e
Adaptação
• Parte III
– O papel de tecnologias de Energia: Mitigação
e Adaptação
desenvolvimen
to

INTEGRAÇÃ
O

sustentabilidade
Desafios
• Continuamos a aumentar nossas emissões de
GEE
• Até 2030 TODAS as projeções de oferta de
energia AINDA são baseadas em combustíveis
fósseis
• Metas (IPCC) manter emissões estabilizadas
para atingir 2oC em 2050 o que significa
GRANDES mudanças nos padrões de consumo
e tecnologias de energia
• Ainda estamos entendendo como o clima está
alterando e suas implicações para as atividades
humanas.
Aumento de 2º C da temperatura
média anual

Fonte: WBGU, 2004


População afetada
Brasil: problemas para o setor de
energia
• Mudanças climáticas afetarão a disponibilidade
de eletricidade de origem hidráulica.
• A produção de biomassa energética (biodiesel,
cana) será afetada diferentemente em
diferentes regiões do país.
• O Nordeste será a região mais afetada.
• Maiores temperaturas também afetarão a
velocidade de ventos em grande parte do
território nacional.
Brasil: Problemas de segurança
energética
Padrões de desenvolvimento

Grande demanda de energia:


China, Brasil, India
Tendências: materiais intensivos em
energia
3,000

Cement
Steel
2,500
Iron
Production (million metric tons)

Paper
Ammonia
2,000
Aluminium

1,500
Materiais intensivos = 50% da
demanda industrial
Grande crescimento
1,000
em países em
desenvolvimento
500

-
1970 1975 1980 1985 1990 1995 2000 2005
Tendências de consumo de materiais
800

Japão
700
Per capita steel consumption in kg

600

500

400 América do Norte

300
China
Europa
200

100
América Latina
0
0 5000 10000 15000 20000 25000 30000 35000 40000
Per capita GDP in int. 1995 $

Africa Sub Sahara Asia Pacific OECD China


Europe-33 Former USSR Latin America
North Africa and Middle East North America Other Asia Pacific
South Asia
Tendências: intensidade
IE
energética
(Energia/PI
B)

Países
industrializados

•Mudanças
Países em estruturais
desenvolvimento •Melhores tecnologias
e processos I
•Melhores práticas E
•Políticas EE mais
agressivas
Mais Eficiência
Energética

PIB per capita


Energia é parte do problema!

No Brasil temos outros


problemas: desmatamento e uso
do solo
Tecnologias de energia

Quanto custam, quando e como


poderão ajudar
Brasil: Medidas para mitigação de
emissões no setor industrial
250
Novos processos

200
Substituição de
150 fóssil por
biomassa
Custo de Abatimentot (US$/tCO2)

Substituição da parcela ñ renovável da biomassa


100

50

0
Substituição por gás natural
-50
Outras medidas de uso eficiente de energia
-100 Recuperação de calor em fornos
Reciclagem
-150
Energia solar térmica
-200 Otimização da combustão
Recuperação de calor
-250
Recuperação de vapor
-300
0 200 400 600 800 1.000 1.200 1.400
Abatimento (milhão tCO2)
Algumas boas notícias

Tecnologias de energia tem


aumentado sua eficiência e
diminuído custos
Sistemas fotovoltaicos
Biocombustíveis de segunda
geração
Veículos elétricos
International Energy Agency IEA. 2008. Energy Technology Perspectives: Scenarios and Strategies to 2050. France: OECD/IEA.
Conclusões
• Tecnologias de energia podem ajudar a manter
as condições de sustentabilidade
– Eficiência energética
– Fontes renováveis
– Descarbonização da economia
– Mudanças de padrões de produção e consumo (?)
• Maiores problemas são custos, acelerar P&D e
disseminação de tecnologias. O tempo é curto!
• É um esforço global com muitas discrepâncias
locais
A contribuição de fontes renováveis no suprimento
de energia primária global (2030 e 2050)
Eletricidade

Hidrogênio
Calor/Frio

Sólidos
Gases
Líquidos
USOS FINAIS

Industrias: força motriz, calor, iluminação, automação


comercial, serviços, residencial: iluminação, refrigeração, ar condicionado,
Transporte: rodoviário, ferroviário, aéreo, fluvial e naval

TECNOLOGIAS DE
INTERFACE
Transmissão/Transporte
Distribuição
Materiais

Eletricidade Gás Natural

Hidrogênio Hidrogênio

GASES
Calor/Frio
VETORES
LÍQUIDOS Carvão, lenha, pellets
Derivados de petróleo
SÓLIDOS
Biocombustíveis

Petróleo
Gás Natural
Carvão
Energianuclear baixo
Energiahidráulica

Lenha, resíduos eoutras biomassas médio


Energiadacanadeaçúcar
EnergiaSolar alto
EnergiaEólica
PCHs (E. hidráulica)
FONTES PRIMÁRIAS