Você está na página 1de 25

Professor: Philipe Murillo / Disciplina História

GRÉCIA ANTIGA
Mapa da Grécia
Localização Geográfica
► A Grécia Antiga estava geograficamente dividida
em:
 Grécia Continental – Localizada no sul do
continente europeu, ocupando a península
balcânica;
 Grécia Insular – Compreendia as ilhas do Mar
Egeu e Mediterrâneo;
 Grécia Asiática – Corresponde aos territórios
gregos no continente asiático, atual Turquia;
► Região montanhosa e pouco fértil, mas com litoral
favorável ao desenvolvimento da navegação;
O Mundo Grego e sua formação
► Domínio Minóica – No início, a
sociedade grega era dominada pelos
cretenses;
► Formação do povo grego:
 Aqueus – dominaram a península balcânica,
fazendo de Micenas a principal cidade-Estado
da Grécia;
 Eólios e Jônios – povos que chegaram a
Hélade, ocupando as ilhas e a Jônia. Foram
submetidos pelos aqueus;
Soldados
 Dórios – acabaram com a hegemonia dos
Aqueus
aqueus, provocando o colapso da sociedade
micênica
► A sociedade grega se ruralizou e passou
a ter uma economia de subsistência.
Período Obscuro
► Decadência do esplendor cultural micênico
com ausência da escrita e da arte;
► Mão de obra familiar e economia de
subsistência;
► Os gregos passaram se organizar em Genos,
isto é, famílias patriarcais latifundiárias;
► Acumulação de riqueza e de poder por
poucas famílias, dando origem à
Aristocracia (Governo dos Melhores).
Pólis, escravidão e colonização grega
► Surgimento das cidades-Estado,
chamada na Grécia de Pólis;
► Desenvolvimento do comércio e do
artesanato com o uso da moeda;
► Surgimento das colônias gregas –
busca por terras férteis, matéria-prima
e mercados para seus produtos;
► A utilização da mão de obra escrava
 Escravidão por dívida;
 Escravidão por conquista;
► Surgimento das tiranias nas Pólis
gregas
As pólis gregas: Esparta x Atenas

► As pólis concentravam a expressão


da vida política, econômica e cultural
da Grécia;
► As mais importantes eram Esparta e
Ágora
Atenas;
► Esparta, o prazer da guerra:
 Localizada no Peloponeso, fundada por
dórios;
 Sociedade militarizada;
 Oligarquia;
 Educando para a guerra. Hoplitas
As pólis gregas: Esparta x
Atenas
► Atenas, o prazer de viver:
 Localizada na planície da Ática;
 Cidade comercial e marítima;
 Educação que visava a formação mental e
corporal do indivíduo;
► As reformas políticas atenienses:
 Reforma de Sólon – fim da escravidão por
dívida;
 Reforma de Psístrato – reforma agrária e
criação de obras públicas;
 Reforma de Clístenes – democracia
ateniense.
Clístenes
► Democracia – “A democracia de Atenas era
uma democracia para poucos.”
Período Clássico: Apogeu e
decadência dos gregos
► As guerras médicas: Conflito entre
Persas e Gregos;
► União das cidades-Estado gregas para
vencer os persas;
► Após vitória, os gregos se fortaleceram
política e economicamente; Conflitos Medos X
► Atenas – Liga de Delos: os atenienses Persas
dominaram as cidades vizinhas;
► Esparta – Liga do Peloponeso: os
espartanos lideram as pólis do
Peloponeso;
► Guerra do Peloponeso: Esparta X
Atenas. Péricles
Domínio Macedônio
► Decadência política e cultural das
cidades gregas;
 Após a Guerra do Peloponeso, as
pólis estavam esgotadas e
desunidas.
► Filipe II empreende o avanço sobre o
território grego;
► Alexandre, consolidou a dominação

Alexandre da Grécia e conquistou os territórios


persas.
► O império Macedônio provocou a
fusão dos valores gregos, egípcia e
asiática.
Oligarquia espartana
DIARQUIA
2 reis

GERÚSIA ÁPELA
Escolher os membros
Elaborava as leis da Gerúsia

ÉFOROS
Fiscalizava a Gerúsia
Sociedade espartana
►A partir dos 7 anos,
os meninos eram
entregues ao
Esparciatas
estado, que se
incumbia de formar
Periecos
bons soldados;
► As mulheres
Hilotas espartanas
possuíam mais
liberdades que as
das outras pólis;
Sociedade Ateniense
► As mulheres
ocupavam um
EUPÁ- espaço restrito na
TRIDAS sociedade;
CAMPONESES

METECOS E ESCRAVOS
Povo Grego
“Forma de Governo
Chamamos Monarquia ao governo em que o poder, dirigido para
o interesse comum, pertence a um só. Aristocracia aquele em
que o poder é confiado a mais de um, isto é, a poucas pessoas,
escolhidas as mais honestas, e que só têm em vista o maior bem
do Estado e de seus membros. E Democracia aquele governo em
que o poder é do povo, que governa para a utilidade pública.
Estas três formas podem degenerar em governos viciados: a
realeza em tirania, a aristocracia em oligarquia, a democracia em
demagogia.
A tirania é a monarquia orientada para o interesse do rei; a
oligarquia é a aristocracia voltada para o interesse dos ricos; e a
demagogia só vê o interesse dos pobres; nenhumas destas
formas viciadas de governo se ocupa do interesse geral. (...)
A aristocracia distribui as honras (os cargos públicos) segundo o
merecimento das pessoas. A oligarquia os distribui segundo a
riqueza, excluindo os pobres. (...)
Na democracia, o governo caminha segundo a lei. Mas onde as leis
não têm força, aí aparecem os demagogos. Eles pisam as leis aos
seus pés e fazem predominar os decretos.”

( Aristóteles – séc. V a.C.)