Você está na página 1de 14

Sistema de Colimação e

alinhamento do eixo
central do feixe de raios-X
Objetivo
Avaliar a coincidência entre o campo
luminoso e o campo de radiação;

Avaliar o alinhamento do eixo central do


feixe de raios-X.

Freqüência mínima: semestral.


Materiais Utilizados da
Nuclear Associates.
1º Sistema: filme no Bucky
Philips Challange
ferramenta de teste de colimação
ferramenta de teste de alinhamento do feixe
Chassis = CAWO (tela intensificadora dupla)
Filme: Fuji 24x30 (dupla emulsão)
2º Sistema: filme sobre a mesa
Distância Fonte-Mesa = 1,00 m Philips Challange
Distância Fonte-Filme = 1,12 m ferramenta de teste de colimação
60 kV / 10 mAs ferramenta de teste de alinhamento do feixe
Chassis = CAWO (tela intensificadora dupla)
Filme: Fuji 24x30 (dupla emulsão)
Distância Fonte-Mesa = 1,015 m
Distância Fonte-Filme = 1,00 m
60 kV / 10 mAs
Metodologia
Colocou-se a ferramenta de teste de
colimação sobre o chassi e fez-se uma
radiografia com o campo fechado no limite
encerrado por uma linha azul da ferramenta
do teste de colimação e outra radiografia
com o campo todo aberto.
Aproveitando o teste, colocou-se a
ferramenta de teste de alinhamento do feixe
sobre o aparato de coincidência entre os
campos, a fim de avaliar o alinhamento do
eixo central do feixe de raios-X.
Figura 1: Esquema experimental

Tubo de Raios-X

ferramenta de teste de alinhamento do feixe

ferramenta de teste de colimação

Cassete sobre a mesa

mesa
Cassete no bucky
Figura 2: Teste de Colimação

• no Bucky fonte
• X1 = 1,25 cm → 1,25%;
• X2 = 1,00 cm → 1,00%;
• Y1 = 0,50 cm → 0,50%;
• Y2 = 0,10 cm → 0,10%;
objeto
1 cm no filme corresponde a 1,1 cm na régua
detectores
• fora do Bucky
• X1 = 1,10 cm → 1,08%;
• X2 = 1,10 cm → 1,08%; magnificação
• Y1 = 0,25 cm → 0,25%;
• Y2 = 0,25 cm → 0,25%; Tolerância: A diferença entre a
coincidência entre o campo
luminoso e o campo de radiação
1 cm no filme corresponde a 1 cm na régua
deve estar abaixo de 2% da
Figura 3: Convenção das dimensões X e Y
da figura anterior:

Y1

Filme

X2 X1

Y2
Figura 4: esquema de montagem experimental
do teste de Colimação e alinhamento do feixe
Figura 5: esquema de montagem
experimentaldo teste de Colimação e
alinhamento do feixe
Análise do resultado
Medir o deslocamento entre o campo
de radiação e o campo luminoso;
Checar também o alinhamento do eixo
central do feixe através dos anéis
existentes na imagem;
Teste de Alinhamento do
Campo de Raios-X com o
Receptor da Imagem
• Com Bucky: • Sem Bucky:
• Centering error = 1,3 cm → 1,3% • Centering error = 1,25 cm → 1,23%
Figura 6: Resultado do teste de coincidência entre o
campo luminoso e o campo de radiação

1,3 cm
Figura 7: Resultado do teste de alinhamento do eixo
central do tubo de raios-X

Com Bucky: < 0,5º Tolerância: abaixo de 3º


Sem Bucky: < 0,5º
(equivalente ao segundo
circulo)
Conclusão
O ângulo de inclinação em relação ao eixo
central do feixe está de acordo com o limite
estabelecido pelas normas vigentes (Anvisa),
menor que 3º.

A diferença entre as bordas do campo de


radiação e campo luminoso (1,3% com bucky
e 1,23% sem bucky) não excederam as
normas vigentes (Anvisa), cuja tolerância é
de 2%.