Você está na página 1de 28

PPA 2008-2011

Di retri zes e Pri oridades

Carlos Alberto Barros


Secretário Adjunto do Planejamento, Coordenação,
Acompanhamento e Avaliação
“Sou daqueles que acreditam que é
nos municípios que as pessoas
devem encontrar as condições
sociais para viver com dignidade”

Jackson Lago
SUMÁRIO

1 – CENÁRIO TENDENCIAL

2 - CONTEXTO SÓCIO-ECONÔMICO

3 - DESAFIOS

4 - ORIENTAÇÃO ESTRATÉGICA DE GOVERNO

5 - MACRO OBJETIVOS DE GOVERNO

6 – AGENDA ESTRATÉGICA DE GOVERNO


1 – CENÁRIO TENDENCIAL
 Indicad ores M acr oeco nômic os
Comp arad os
 Índices Realizados

Taxa de crescimento real


Taxa de
Ano
inflação
Maranhão Nordeste Brasil

2003 4,33 1,89 1,15 9,30

2004 8,97 6,33 5,66 7,60

2005 7,34 4,57 3,16 5,69

Fonte: Banco Central do Brasil - BACEN


Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE
Instituto Maranhense de Estudos Sociais e Cartográficos - IMESC
1 – CENÁRIO TENDENCIAL
 Indicad ores M acr oeco nômic os
Comp arad os
 Índices Estimados

Taxa de crescimento real


Taxa de
Ano
inflação
Maranhão Nordeste Brasil

2006 5,50 3,50 3,75 3,14

2007 5,80 3,70 5,42 4,46

Fonte: Banco Central do Brasil - BACEN


Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE
Instituto Maranhense de Estudos Sociais e Cartográficos - IMESC
1 – CENÁRIO TENDENCIAL

 Indicad ores M acr oeco nômic os


Comp arad os
 Índices Esperados

Taxa média de crescimento anual real Taxa


média
Período
anual de
Maranhão Nordeste Brasil inflação

2008 a 2012 7,5 7,0 5,0 4,8

Fonte: Ministério do Planejamento e Orçamento / MPO


Secretaria Adjunta de Planejamento SEAPLAN / SEPLAN
Instituto Maranhense de Estudos Sociais e Cartográficos – IMESC / SEPLAN
2 – CONTEXTO SÓCIO-ECONÔMICO

 Dime nsão Ec onômic a

 Modelo de desenvolvimento concentrador

 Grande participação do Estado no PIB

 Modelo exportador

 Produtos com baixa agregação de valor

 Evasão de divisas

 Baixa qualificação tecnológica e profissional


2 – CONTEXTO SÓCIO-ECONÔMICO
 Dim ensão S ocial
 Indicadores Sociais Comparados
Unidade de Fonte
Indicador Maranhão Nordeste Brasil
Medida Ano

 Mortalidade
Coeficiente 19,7 25,6 22,5 SVS/MS/04
Infantil
 Mortalidade
Coeficiente 75,9 63,8 53,1 SVS/MS/04
Materna
 Analfabetismo Taxa 23,0 21,9 11,0 IBGE/05

 Cobertura de
Taxa 50,8 66,6 76,3 SNSA/MC/06
água
 Cobertura de
Taxa 19,2 50,8 52,1 SNSA/MC/06
Esgoto
 Eletrificação Luz para
Taxa 53,0 58,0 75,0
Rural Todos/04

 Déficit
Taxa 37,4 20,6 14,9 IBGE/05
Habitacional
2 – CONTEXTO SÓCIO-ECONÔMICO

 Dim ensão P olític a

 Gestão política conservadora

 Gestão municipal clientelista


2 – CONTEXTO SÓCIO-ECONÔMICO

 Dime nsão da Gestão Públic a

 Centralização administrativa e orçamentária

 Políticas públicas ineficazes e ineficientes

 Ética e transparência difusas

 Baixa participação social sobre o orçamento e a

gestão

 Marcos regulatórios indefinidos


 Dis tr ib uiç ão d a R enda P er C apita

Renda Per Capita > Brasil = 03 Municípios

Renda Per Capita > Nordeste = 07 Municípios

Renda Per Capita > Maranhão = 07 Municípios

Renda Per Capita < Maranhão = 200 Municípios

Fonte: IBGE/2005
Elaboração: SEAPLAN
3 - DE S A F I O S

 Um Ma ranhão D emo crátic o e


Solid ário
 Promover o desenvolvimento de forma sustentável

 Envolver a sociedade civil no processo de reforma do

Estado

 Garantir maior efetividade no cumprimento das


políticas públicas

 Internalizar na gestão pública os valores do governo


3 - D E S A FI O S

 Um Ma ranhão Demo crá tic o e


So lid ário
 Potencializar as riquezas naturais expressivas

 Elevar o nível de empregabilidade, gerando mais e

melhores empregos formais

 Atrair novos investimentos e desenvolver o


empreendedorismo maranhense

 Desenvolver parcerias público-privadas


3 - D E S A FI O S

 Um Ma ranhão Demo crá tic o e


So lid ário
 Atenuar os impactos de 5,6 bilhões de reais, da dívida

pública , sobre o tesouro do estado

 Melhorar o desempenho da dívida ativa de 1 bilhão de

reais

 Identificar soluções de longo prazo para o déficit da

previdência do estado
4 - O RIE NT AÇÃO EST RATÉ GICA DE
GO VER NO
 Mis sã o

 Gerar prosperidade em todas as regiões do

Estado, mediante o desenvolvimento local

sustentável, sob o resguardo do princípio da

subsidiariedade.
4 - O RIE NT AÇÃO EST RATÉ GICA DE
GO VER NO
 Vis ão

 Maranhão próspero, com taxas anuais de

crescimento do produto interno bruto - PIB

maiores do que as da região nordeste e com

melhor distribuição da riqueza gerada.


4 - O RIE NT AÇÃO EST RATÉ GICA DE
GO VER NO
 Valores

 Ética

 Participação

 Transparência

 Solidariedade
4 - O RIE NT AÇÃO EST RATÉ GICA DE
GO VER NO
 Dire tr iz Gera l

 Dem ocrati zar o Estado

 Fortalecimento da cidadania

 Garantia dos direitos humanos

 Transparência do setor público pelo controle social

 Planejamento participativo
5 – MACRO OBJETI VO S DE
GOVERN O
5.1 - MARANHÃO GESTOR
5.2 - MARANHÃO EDUCATIVO
5.3 - MARANHÃO TRAFEGÁVEL
5.4 - MARANHÃO EMPREENDEDOR
5.5 - MARANHÃO PRODUTIVO
5.6- MARANHÃO SAUDÁVEL
5.7 - MARANHÃO AMBIENTAL
5.8 - MARANHÃO SEGURO
5.9 - MARANHÃO TURÍSTICO
5.10- MARANHÃO CULTURAL
5.11- MARANHÃO DIGITAL
5.12- MARANHÃO SOLIDÁRIO
6 - A GE ND A ES TR AT ÉGIC A D E
GO VER NO
 Descentralização da gestão pública
 Redução do analfabetismo
 Ampliação da rede de saneamento básico
 Redução do déficit habitacional
 Universalização da cobertura de energia elétrica
 Geração de ocupação e renda
 Recuperação e preservação das bacias hidrográficas
 Promoção do desenvolvimento científico e tecnológico
 Aumento no nível de empregabilidade
 Garantia da segurança pública e da cidadania
 Recuperação do patrimônio arquitetônico, artístico e
cultural
 Ampliação dos investimentos em obras públicas
PAR QUE DOS
LE NÇ ÓI S
PAR QUE DOS
LE NÇ ÓI S

PROJETOS
• PARQUE NACIONAL DOS LENÇÓIS:
O ENVOLVIMENTO COM UM LUGAR ÚNICO
• BARREIRINHAS:
MODELO DE CONVIVÊNCIA HOMEM -NATUREZA
• SANTO AMARO:
LAZER PERTO DO PARQUE
SÃ O LUÍS – PA TRIMÔ NIO D A
HU MA NID ADE
DE LTA D AS A MÉRIC AS
FLOREST AS DOS G UARÁS
CHA PA DA DAS MESAS
CHA PA DA DAS MESAS

• IMPERATRIZ: PORTÃO DE ENTRADA


• CAROLINA: CIDADE DE LAZER
• RIACHÃO: CENTRO DE ECOTURISMO
• PARQUE ESTADUAL DAS MESAS
MUI TO OB RI GADO!
E-mail: gabinete@seplan.ma.gov.br

cazoba@seplan.ma.gov.br

cbarros47@hotmail.com