Você está na página 1de 35

150 Congresso Internacional

ABED de Educação a Distância

Alguns aspectos da Educação a


Distância no Brasil e Iniciativas
do MEC
Carlos Bielschowsky
Secretário de Educação a Distância - MEC
ESTA APRESENTAÇÃO

1) Uma visão geral da área de EAD no


Brasil

2) Regulação e Supervisão

3) Principais programas do MEC na


área

i. A Universidade Aberta do Brasil

ii. e-tec Brasil: ensino técnico à distância


Dados globais de EAD no Brasil

Instituições credenciadas Alunos de instituições credenciadas para ministrar EAD pelo 1.075.272
Sistemam de Educação (Conselho Nacional de Educação e
Conselhos Estaduais de Educação)

Educação corporativa Alunos de 32 empresas ou instituições que ministram cursos a 498.653


distância para seus próprios funcionários ou colaboradores
(exemplos: Itaú/Unibanco, Petrobrás, Vale, Xerox, etc.)

Cursos Livres Alunos de 42 instituições que oferecem cursos livres a distância 1.074.106
(exemplos: Senac, Senai, Fundação Bradesco, Alumni, Portal
Educação, etc.)

TOTAL 2.648.031

Fonte: CensoEAD.BR, 2009/Abed


Variação das matrículas em
cursos a distância na graduação

1000000
2000 5.287
900000
800000 2001 5.359
700000
Número de estudantes

600000 2002 40.714


500000
400000 2003 49.911
300000
200000 2004 59.611
100000
0 2005 114.642
2 0 0 02 0 0 1
2 0 0 22 0 0 3
20042005 S1
2006 207.206
2006 2007
2008 2009
2007 369.766
2008 761.000
2009 1.000.000*

* Estimativa

Fontes: INEP e SEED/MEC


PERFIL DO ESTUDANTE COM
RELAÇÃO À RENDA
43
45

40

35
26
30

Até 3 mínimos
25

20

15

10

EAD Presencial
Até 3 mínimos

30 25

25

20

13

Acima de 10 mínimos
15

10

EAD Presencial
Mais de 10 mínimos

Dados do INEP, trabalho de Dilvo


Ristoff
PERFIL DO ESTUDANTE COM
RELAÇÃO AO TRABALHO
39
40

35

30

25 19

20

15

10

EAD Presencial
Trabalhoeajudoasustentar afamília
23
25

20

15

7
10

EAD Presencial
Trabalhoesou oprincipal responsável pelosustentoda
família
PERFIL DO ESTUDANTE COM
RELAÇÃO A ESCOLARIDADE DO PAI

60 51

50

40 Escolaridade do
30 pai
18
20

10

EAD Presencial
Pai comensino médio ou superior

54
60

50

40
Escolaridade da
30 24
mãe
20

10

EAD Presencial
Mãe comensino médio ou superior

Dados do INEP, trabalho de Dilvo


Variação das matrículas em
cursos a distância na graduação

1000000
2000 5.287
900000
800000 2001 5.359
700000
Número de estudantes

600000 2002 40.714


500000
400000 2003 49.911
300000
200000 2004 59.611
100000
0 2005 114.642
2 0 0 02 0 0 1
2 0 0 22 0 0 3
20042005 S1
2006 207.206
2006 2007
2008 2009
2007 369.766
2008 761.000
2009 1.000.000*

* Estimativa

Fontes: INEP e SEED/MEC


ESTA APRESENTAÇÃO

1) Uma visão geral da área de EAD no


Brasil

2) Regulação e Supervisão

3) Principais programas do MEC na


área

i. A Universidade Aberta do Brasil

ii. e-tec Brasil: ensino técnico à distância


Regulação e Supervisão
ATOS DE REGULAÇÃO

 Credenciamento da instituições para oferta da modalidade de EAD


 Credenciamento de pólos de apoio presencial
 Autorização de cursos
 Reconhecimento e renovação de reconhecimento de cursos

AVANÇOS RECENTES NA REGULAÇÃO DE EAD

 Ampla discussão, com a sociedade, dos Referenciais de Qualidade para


EAD convergindo para o texto final apoiado pela maioria
 Elaboração dos instrumentos específicos para a regulação
 Aprovação, pela CONAES e pelo CNE, desses instrumentos
 Os instrumentos estão subsidiando as avaliações “in loco” do INEP

SUPERVISÃO A PARTIR DE 2008

 a partir do decreto 5.773 e da Portaria Normativa 40, novo marco regulatório


com ênfase na supervisão como complementar à regulação
 com 350 colaboradores percorremos o Brasil vistoriando os pólos de educação
superior em EAD, além de analisar o material didático e outros aspectos correlatos.
ORGANIZAÇÃO DA SEED

SEED

Diretoria de
DPCEAD Regulação e DITEC
Supervisão

COORDENAÇÃO COORDENAÇÃO
GERAL GERAL
Regulação Supervisão

Equipe de 350
Avaliadores
Externos
Referencias de Qualidade

DIMENSÕES IMPORTANTES

(i) Concepção de educação e currículo no processo


de ensino e aprendizagem;
(ii) Sistemas de Comunicação;
(iii) Material didático;
(iv) Avaliação;
(v) Equipe multidisciplinar;
(vi) Infra-estrutura de apoio;
(vii) Gestão Acadêmico-Administrativa;
(viii) Sustentabilidade financeira.
Supervisão
Em 2008 iniciamos a Supervisão em EAD:

1. 350 colaboradores visitam as instituições e os polos


2. A equipe da SEED analisa os relatórios, estuda a
instituição e apresenta uma nota técnica
3. A IES e o MEC negociam um termo de saneamento
4. A IES executa, no prazo de um ano, os ajustes acordados

No momento 38 IES estão no processo de Supervisão


(responsáveis por 68% dos alunos de graduação em Ead)

• 12 com termos de saneamento assinados


• 01 em processo administrativo p/ descredenciamento (em
prazo recursal no CNE)
• 04 notas tecnicas em preparação
• 05 já visitadas e em análise
• 16 instituições sendo visitadas

5.163 Polos irregulares fechados para novas entradas


Principais Problemas
1. Desconexão da Universidade com os alunos: atividades acadêmicas
terceirizadas. Em alguns casos, a Universidade terceirizava para uma empresa
privada que, por sua vez, terceirizava para outros.
i. O terceirizado ou o terceirizado do terceirizado selecionava, capacitava e
controlava os tutores presenciais.
ii. O terceirizado ou o terceirizado do terceirizado aplicava as provas, em
alguns casos inclusive seus tutores corrigiam e atribuíam notas.
=> Mais grave é que, na maioria dos casos a tutoria virtual que poderia conectar
os professores da Universidade com os alunos, embora existente, praticamente não
estava sendo utilizada pelos alunos.
Resultado: parcial ou total desconexão acadêmica dos professores das
Universidades com os alunos.
Cabe unicamente à Universidade selecionar, capacitar e acompanhar os
tutores, elaborar e corrigir as avaliações e outras ações acadêmicas.
2. Densidade de conteudo no Material didático e nas Avaliações:
=> embora o material abordasse todo o conteúdo, em alguns casos
observamos uma densidade menor que 1/3 daquela considerada satisfatória para
um curso de graduação, sendo que as avaliações refletiam esta falta de densidade
mínima para um curso de graduação.
3. Falta de apoio ao estudante: encontramos casos onde o estudante não
dispunha de tutoria presencial e uma tutoria a distância para inglês ver.
4. Polos de apoio presencial indignos para uma oferta de educação superior.
=> Aprendemos muito juntos com as Instituições, nossa visão é positiva.
Polos Precários / CA´s
Pólos Aprovados
ESTA APRESENTAÇÃO

1) Uma visão geral da área de EAD no


Brasil

2) Regulação e Supervisão

3) Principais programas do MEC na


área

i. A Universidade Aberta do Brasil

ii. e-tec Brasil: ensino técnico à distância


O Sistema UAB

Nossas Universidades Públicas


democratizando o ensino superior
também através da Educação a

=
Distância

+
Um sistema estruturado no MEC de
financiamento e avaliação

+
Parceria com Estados e Municípios
aos polos regionais
O Sistema UAB

Como funciona?

A UAB articula
instituições e pólos
para oferta de cursos.
Plataforma Freire
Perfil do Professor
UAB, projeção para os
próximos anos
O polo da UAB: a casa do
professor Brasileiro

 562 polos em setembro de 2009; 2008


 140 mil alunos em setembro de
2009;
 850 polos em 2010;
 600 mil alunos em 2012;
 521 cursos de diversas áreas

No polo o professor tem a infra-


estrutura para seus cursos e
apoio permanente para além
destes cursos:

 Biblioteca;
 Laboratórios de informática com
Internet banda larga;
 Laboratórios de Ciências, de
acordo com os cursos.
 etc…
ESTA APRESENTAÇÃO

1) Uma visão geral da área de EAD no


Brasil

2) Regulação e Supervisão

3) Principais programas do MEC na


área

i. A Universidade Aberta do Brasil

ii. e-tec Brasil: ensino técnico à distância


Sistema Escola Técnica Aberta
E-Tec Brasil
SITUAÇÃO ATUAL
 193 polos
 147 cursos técnicos
 74 instituições públicas de ensino;
 26.000 Estudantes

ESTIMATIVAS:
 35 mil estudantes no final de 2009
 100 mil estudantes no final de 2010

Cursos
Recursos Naturais; Produção Cultural e
Design; Gestão e Negócios; Infraestrutura;
Controle e Processos Industriais; Informação
e Comunicação; Ambiente, Saúde e
Segurança; Apoio Educacional;
Hospitalidade e Lazer; Produção Alimentícia;
Produção Industrial. Polos atuais
Polos Solicitados no planejamento do
Brasil Profissionalizado
E-Tec Brasil
Laboratório Móvel Didático
ESTA APRESENTAÇÃO

1) Uma visão geral da área de EAD no


Brasil

2) Regulação e Supervisão

3) Principais programas do MEC na


área

i. A Universidade Aberta do Brasil

ii. e-tec Brasil: ensino técnico à distância


Utilização de TIC´s
nas escolas

Contribuições principais da tecnologia nas escolas:

Alfabetização digital de nossos gestores, professores e alunos;

Promover novas estratégias pedagógicas com o uso de conteúdos digitais


na sala de aula;

Estimular a autonomia e autoria do estudante no processo de ensino e


aprendizagem com os laboratórios de informática.

Planejando um ProInfo Integrado

Infraestrutura: laboratórios de informática conectados a internet, projetor


multimídia e UCA;

Capacitação de professores, gestores e alunos para o uso das TICs nas


escolas;
Oferta de conteúdos educacionais e interatividade – Portal do Professor,
TV/DVD Escola etc.
Planejamento 2009/2010

Em 16 meses de programa:
29.014 escolas conectadas em 3.124 Municípios
24 milhões de alunos beneficiados

2009 2010
Operadora 1º 2º 3º 4º 1º 2º 3º 4º
TOTA TOTA
trime trime trime trime trime trime trime trime
L L
stre stre stre stre stre stre stre stre
Brasilteleco
301 1.209 3.020 1.510 6.040 151 604 1.510 755 3.020
m
CTBC 78 78 78 78 312 58 58 58 58 232

Oi 1.900 3.200 3.200 4.380 12.680 950 1.600 1.600 2.190 6.340

Telefônica 367 1.099 1.099 1.099 3.664 184 549 549 549 1.831
SERCOMTE
31 29 8 4 72 -- -- -- -- 0
L
Total 2.677 5.615 7.405 7.071 22.768 1.343 2.811 3.717 3.552 11.423
SITUAÇÃO EM JULHO DE 2009

Estamos
complementando
com antenas do
programa GSAC,
atualmente com
4500 escolas
conectadas.

Desafios:
1. a rede ADSL
chegar ano norte
do país – as
operadoras estão
fazendo no banda
larga
2. Escolas Rurais
– em discussão
Infra-estrutura nas escolas

 Laboratórios de informática:

    2006 2007 2008/200 2009/2010


9
Escolas 9.475 11.249 19.000 15.000
Urbanas
Escolas Rurais 0 3.750 7.000 20.000
Total atendido 9.475 24.474 50.474 85.474
 Projetor integrado:
Com processador, teclado com
mouse, porta USB, conectado em
rede por PLC e/ou wireless e leitor de
DVD;

 UCA – Um Computador por Aluno: atualmente na fase 2


Capacitação dos professores

Curso de especialização Mídias na Educação,


Capacitação de
especialização da PUC/RJ e Formação TV Escola;
Lideranças • 360 horas em 3 módulos

Capacitação de professores das escolas que recebem


laboratórios, utilizando a rede de NTEs e professores já
capacitados por ações do MEC nos últimos 10 anos.
Cursos:
Capacitação Geral
- Informática Básica ( Linux) – 40h
- Tecnologias na educação: ensinando e aprendendo
com as TIC’s – 180 h
- Formação TV ESCOLA

ANO 2007 2008 2009 2010


Proinfo Integrado
-- 118.000 280.000 250.000
(aperfeiçoamento de 180h)
Mídias na Educação
15.000 43.758 52.184 53.600
(Especialização de 360 horas)
Total de professores em
formação 15.000 161.758 332.184 303.600
Estrutura sistêmica de
capacitação do Proinfo Integrado
Produção e apresentação de
conteúdos digitais

Elementos Principais:
1. Tv Escola – 11 horas de programação diária não repetida, conteúdos
aproveitados no DVD escola e no portal do professor.
2. Edital de conteúdos digitais (MEC/MCT) - ensino médio, 70 milhões.
3. Banco Internacional de Objetos Educacionais:
 Universidades e outros parceiros Nacionais;
 Acordos internacionais para compartilhar conteúdos digitais (RELPE);
4. Portal Domínio Público:
 Mais de 128 mil objetos (textos, sons, vídeos e imagens).

⇒ Estes conteúdos são apresentados no

Portal do Professor :
 Ferramentas para criação e compartilhamento de aulas;
 Mais de 6 mil objetos educacionais disponíveis;
Portal do Professor
Banco de elementos
educacionais
150 Congresso Internacional
ABED de Educação a Distância

Alguns aspectos da Educação a


Distância no Brasil e Iniciativas
do MEC
Carlos Bielschowsky
Secretário de Educação a Distância - MEC