Você está na página 1de 6

DEFINIÇÕES

DE FORÇA

• ZAKHAROV (1991)
Capacidade de superação da resistência externa e de contra-ação a esta resistência, por meio dos esforços musculares.
• MANSO (1996)
Representa a capacidade do indivíduo para vencer ou suportar uma resistência.
• GROSSER (1989)
É a capacidade de superar resistências e contra-resistências por meio da ação muscular.
• BAECHLE (1994)
É a força que um músculo ou grupo muscular pode exercer contra uma resistência em um esforço máximo.
• SAFRIT (1995)
É a força máxima ou nível de tensão que pode ser produzido por um grupo muscular.
• HOLLMANN & HETTINGER (1983)
Designação genérica para a força de um músculo. Entende-se, sendo tanto a força estática empregada por solicitação
voluntária máxima de um músculo, como a desenvolvida durante uma tensão muscular voluntária, máxima, dinâmica
DEFINIÇÕES DE
MUSCULAÇÃO

• TUBINO (1984)
São os meios de preparação física utilizados para o desenvolvimento das qualidades físicas relacionadas com
as estruturas musculares.

• LAMBERT (1987)
É o conjunto dos processos e meios que levam ao aumento e ao aperfeiçoamento da força muscular, associada
ou não a outra qualidade física.

• GODOY (1994)
Atividade física desenvolvida predominantemente através de exercícios analíticos, utilizando resistências
progressivas fornecidas por recursos materiais tais como: halteres, barras, anilhas, aglomerados, módulos,
extensores, peças lastradas, o próprio corpo e/ou segmentos, etc...
NÍVEIS DE
ATUAÇÃO

Fase de
Adaptação

Faixa de
Acima do Normal Hipertrofia

Faixa de
Trofismo
Faixa de Normalidade Funcional

Faixa de
Abaixo do Normal Hipotrofia e
Hipofunção

Fase de
Fase de Condicionamento
Choque