Você está na página 1de 8

CULTURA

ORGANIZACIONAL
EQUIPE
 Maria Aparecida Santos
 Rosane Schneider Ataide
 Rosângela de Oliveira Rodrigues

Disciplina: Introdução à
Administração

Professora: Natália Boeira


INTRODUÇÃO
 A cultura organizacional é o conjunto de hábitos e
crenças estabelecidos através de normas, valores,
atitudes e expectativas compartilhados por todos os
membros da organização.
 É a cultura que define a missão e provoca o nascimento
e o estabelecimento dos objetivos da organização. 
 A cultura precisa ser alinhada juntamente com outros
aspectos das decisões e ações da organização como
planejamento, organização, direção e controle para que
se possa melhor conhecer a organização.
PRESSUPOSTOS DA
CULTURA ORGANIZACIONAL
 Normas – São padrões ou regras de conduta, nos quais os
membros da organização se enquadram.
 Valores – Representam o conjunto de atributos que a força
de trabalho julga positivo ou negativo numa organização.
 Recompensas – O comportamento das pessoas é
influenciado pelas recompensas que recebem pelo trabalho
desenvolvido.
 Poder – A fonte central de poder de uma organização pode
refletir padrões culturais e, estes, por sua vez, podem
influenciar o comportamento das pessoas dessa organização.
DIAGNÓSTICO DA CULTURA
ORGANIZACIONAL
A cultura pode ser diagnosticada de fora da
organização por meio de:
 análise dos aspectos físicos da
organização;
 leitura do que escreve a organização;

 forma de acolhimento às pessoas


exteriores à organização;
 forma como os empregados se sentem
relativamente à organização;
 forma de passar o tempo por parte dos
membros de uma organização.
DIAGNÓSTICO DA CULTURA
ORGANIZACIONAL
A cultura pode ser diagnosticada de
dentro da organização por meio de:
 processo de progressão na carreira;

 tempo de permanência na empresa;

 do que fazem e escrevem os


membros da organização;
 que tipo de mitos e anedotas são
transmitidos por processos de
comunicação.
CONCLUSÃO
 O entendimento dos 4 pressupostos da Cultura da Organização é
um ponto básico para o sucesso do diagnóstico organizacional,
geralmente naquelas intervenções em que se torna fundamental
compreender como a organização funciona.
 Entender os tipos de cultura vigentes nas organizações, bem
como os elementos que compõem a cultura da empresa, torna-se
fundamental para o consultor de Desenvolvimento Organizacional
desenvolver o diagnóstico, o plano de ações, a intervenção e a
implementação de ações para minimizar os problemas como
também para alavancar as oportunidades identificadas na
organização.
  Concluindo, o conceito de cultura veio colocar definitivamente em
causa a racionalidade organizacional, que foi o princípio das
escolas organizacionais anteriores.
REFERÊNCIAS
BIBLIOGRÁFICAS
 CHIAVENATO, Idalberto:Introdução àTeoria Geral da
Administração. Rio de Janeiro. Editora Campos, 2000.
 ANDRADE, Rui Otávio B. e AMBONI, Nério. Teoria Geral da
Administração: Das Origens às Perspectivas Contemporâneas.
São Paulo. Editora M.Books, 2007.
 TACHIZAWA, Takeshy, DA CRUZ JÚNIOR, João Benjamim, DE
OLIVEIRA ROCHA, José Antônio. Gestão de Negócios: Visões e
Dimensões Empresariais da Organização. São Paulo. Editora
Atlas, 2006.

Você também pode gostar