Você está na página 1de 18

Poluição do solo

Agentes poluidores

A poluição do solo pode ser provocada por


resíduos
Sólidos
Líquidos
Gasosos.
RESÍDUOS SÓLIDOS

Fertilizantes agrícolas

Defensivos agrícolas (inseticidas, fungicidas,


herbicidas e rodenticidas)

Resíduos domiciliares
DISPOSIÇÃO FINAL DO LIXO

Disposição a céu aberto.........................................80%

Aterro controlado....................................................13%

Aterro Sanitário...................................................... 5%

Usina de Reciclagem...............................................1%

Usina de compostagem...........................................1%

Incineração..............................................................0,1%
_______________________________________________
Fonte: Sidney Grippi, LIXO – Reciclagem e sua História, Editora
Intrciência, 2001
CLASSIFICAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS
PARA FINS DE DESTINAÇÃO

Para efeito da Norma NBR 10004, os resíduos são classificados


em:

Resíduos Classe I: Perigosos

Resíduos Classe II: Não perigosos


Resíduos Classe II A: Não inertes
Resíduos Classe II B: Inertes
Resíduos Classe I – Perigosos.

São aqueles que apresentam uma das


características seguintes:

• Inflamabilidade
• Reatividade
• Toxicidade
• Patogenicidade
• Corrosividade
• Riscos a saúde pública ou efeitos adversos
ao meio ambiente
Resíduos Classe II A

São aqueles que não se enquadram nas classificações


de resíduos Classe I (Perigosos) ou de resíduos Classe
II B (Inertes).
os lodos das Estações de Tratamento de Esgotos,
as cinzas da caldeira de combustão,
os resíduos do restaurante, área administrativa,
entre outros,

Os resíduos Classe II A – (Não-Inertes) - podem ter


propriedades, tais como:
combustibilidade,
biodegradabilidade
solubilidade em água.
Ex. matéria orgânica e papel
Resíduos Classe II B – Inertes

Quaisquer resíduos que, quando amostrados de forma


representativa, e submetidos a um contato estático ou
dinâmico com água destilada ou deionizada, à temperatura
ambiente, não tiverem nenhum de seus constituintes
solubilizados a concentrações superiores aos padrões de
potabilidade de água, excetuando-se os padrões de
aspecto,
cor,
turbidez e
sabor.
Como exemplo desses materiais pode-se citar
rochas, tijolos, vidros, e alguns plásticos e borracha
que não são decompostos prontamente.
DESTINO DO LIXO SEGUNDO O CONAMA

Segundo o CONAMA (Conselho Nacional do Meio


Ambiente) o destino do lixos devem ser de acordo com a
classificação:

Patogênicos – incineração - esteriliza o lixo por meio de


vapores em elevadas temperaturas.

Remédios e quimioterápicos usados, vencidos, alterados,


interditados ou impróprios para o consumo – devolvidos ao
fabricante ou importador por meio do distribuidor.

Materiais radioativos - devem ser entregues à CNEN –


Comissão Nacional de Energia Nuclear
Lixo comum – deve ser reciclado ou ir para aterros
VANTAGENS E DESVANTAGENS DE DIFERENTES

DESTINAÇÕES DE LIXO
Discrimi Definição Vantagens Desvantagens

-nação

Lixão Local onde o lixo é - meio mais barato (não implica em Contaminação de água, ar e solo. Chorume formado, gases,
acumulado a céu aberto custos de tratamento nem controle). proliferação de insetos (baratas, moscas) ratos e germes
(clandestinos) patogênicos são vetores de doença

Aterro - disposição de Solução mais econômica, pode ocupar - Tem vida útil curta;
Sanitário resíduos sólidos áreas já degradadas, como antigas - se não houver controle pode receber resíduos perigosos como
(doméstico e industrial) minerações lixo hospitalar e nuclear.
no solo -Se não for construído com critérios de engenharia, pode causar
impermeabilizado; os mesmos problemas do lixão;
- com sistema de - materiais recicláveis não são aproveitados
drenagem para o
chorume*

Incinerador Local onde é feita a - reduz volume de lixo; - sistema caro que necessita de manutenção rigorosa e
queima controlada do - destrói a maioria do material orgânico constante.
lixo inerte e do material perigoso, - Pode lançar diversos gases poluentes e fuligem na atmosfera
- não necessita de áreas muito (dioxinas, furanos). Suas cinzas concentram elementos tóxicos
grandes; com potencial de contaminação ambiental
- pode gerar energia através do calor

Usina de Local onde a matéria - O composto originado pode vir a ser - implantação com técnicas incorretas pode causar transtornos às
Composta- orgânica é segregada e usado como adubo na agricultura ou áreas vizinhas, como mau cheiro e proliferação de insetos e
gem submetida a um em ração para animais, e poderá ser roedores, produzindo compostos de baixa qualidade e
tratamento que visa a comercializado. contaminados com metais pesados, se houver falhas na
obtenção do composto - Reduz a quantidade de resíduos a ser separação
dispostos no aterro sanitário.
Fontes de Poluição
EFLUENTES LÍQUIDOS RESÍDUOS SÓLIDOS
AGROTÓXICOS
Manuseio
acidentes Manuseio
Inadequado vazamentos Disposição
(trans.+prod.) impróprio
inadequada
EMISSÕES MINERAÇÕES

ATMOSFERA

Infiltração + atenuação
SOLOS SOLO
ZONA INSATURADA
CONTAMINADOS

PLUMAS DE
CONTAMINANTES ÁGUAS SUBTERRÂNEAS
ZONA SATURADA

ÁGUAS SUPERFICIAIS: rios, represas, lagos e mar.

Figura 1: Fontes de contaminação do solo e das águas subterrâneas


SISTEMA DE VALORES ORIENTADORES
ESTABELECIDO PARA O ESTADO DE SÃO PAULO
PARA SOLOS E ÁGUAS SUBTERRÂNEAS

VALOR DE VALOR DE VALOR DE


REFERÊNCIA DE ALERTA - A - INTERVENÇÃO - I
QUALIDADE - R

Indica o nível de Indica alteração da Indica o nível de


qualidade para qualidade natural contaminação
um solo do solo e das águas acima do qual
considerado subterrâneas, existe risco à
limpo ou a requerendo saúde pública,
qualidade monitoramento. requerendo uma
natural das ação na área.
Caráter preventivo
águas
derivado a partir Derivado a
subterrâneas.
de fito e partir de
ecotoxicidade e análise de risco
análise de risco
VALORES DE ALERTA

INDICA UMA ALTERAÇÃO DAS CARACTERÍSTICAS


NATURAIS DO SOLO, REQUERENDO MONITORAMENTO.

FOI ESTABELECIDO PARA METAIS COM BASE EM


CONCENTRAÇÕES FITOTÓXICAS PUBLICADAS.

É ATUALMENTE UTILIZADO PARA LIMITAR O APORTE DE


POLUENTES INORGÂNICOS NO SOLO EM DIVERSAS
NORMAS E RESOLUÇÕES:

• Resolução CONAMA - Disposição de material dragado em solo


• Resolução SMA - Utilização de Resíduos metálicos na
formulação de Micronutrientes
• Revisão de Normas Estaduais de aplicação de lodo de esgoto e de
curtume na agricultura.
RESULTADOS ANALITICOS PARA OS METAIS EM SOLOS DO ESTADO
DE SÃO PAULO
-1
CONCENTRAÇÕES (mg.kg )

ELEMENTO QUARTIL
MÍNIMO MÁXIMO MEDIANA
75%

Alumínio - Al 1.700 117.100 34025 71.500


Antimônio - Sb <25 <25 <25 <25
Arsênio - As <0,20 17,60 1,89 3,24
Bário - Ba <5 223 39 75
Cádmio - Cd <0,50 <0,50 <0,50 <0,5 0
Chumbo - Pb <5,0 23,5 9,8 17
Cobalto - Co <7,5 65,0 7,5 12,5
Cobre - Cu 3,0 393,0 20,3 35,1
Cromo - Cr 2,2 172,5 26,3 40,2
Ferro - Fe 500 198.500 27.075 77.825
Manganês - Mn 5 2.330 235 461
Mercúrio - Hg <0,02 0,08 0, 02 0,05
Molibdênio - Mo <25 <25 <0,25 <25
Níquel - Ni 1,55 73,5 8,0 13,2
Prata - Ag <0,5 15,4 <0,5 <0,5
Selênio - Se <0,20 0,56 0,2 0,25
Vanádio -V <85 818 85 274
Zinco - Zn 1,5 200,0 30,6 59,9
ReciclagemDe Resíduos Sólidos

OS 3 R'S
REDUZIR REUTILIZAR RECICLAR

Consiste em É dar nova É recuperar


evitar o utilidade a matéria -prima
consumo materiais que a partir do
desnecessário na maioria das "lixo" para
de produtos a vezes fabricar novos
fim de diminuir consideramos produtos, seja
A quantidade de inúteis e são ele industrial,
lixo gerado pela jogados no lixo agrícola ou
população artesanal
Reciclagem De Resíduos
Sólidos
• Principais resíduos
• PAPEL: caixa de papelão, jornal, revista, impressos em geral,
fotocópias, rascunhos, envelopes, embalagens longa-vida, cartões,
Papel de fax, folhas de caderno, aparas de papel, copos
descartáveis, papel vegetal.
- PLÁSTICOS: garrafas PET, embalagens e materiais de limpeza, de
alimentos diversos. copos plásticos. canos e tubos. sacos plásticos.
embalagens Tetrapak (misturas de papel, plástico e metal).
- METAL: latas de cerveja e refrigerante, sucatas de reformas, lata
de folha de flandres (lata de óleo, salsicha e outros enlatados)
tampinhas, arames, pregos e parafusos. objetos de cobre,
alumínio, bronze, ferro, chumbo ou zinco , canos e tubos.
- VIDRO: Garrafas em geral, bem como seus cacos. frascos e potes
em geral (molhos, condimentos, remédios, perfumes e produtos de
limpeza).
Considerações
a) Ambientais
Reduzir a extração e a intensa exploração de matéria prima e
recursos naturais.
b) Econômicas
A coleta seletiva e reciclagem do lixo apresenta, normalmente, um
custo mais elevado do que os métodos convencionais. É um
investimento no meio ambiente e na qualidade de vida.
c) Políticas
Estimula o exercício de cidadania, no qual os cidadãos assumem
um papel ativo em relação à administração da cidade. Além
das possibilidades de aproximação entre o poder público e a
população, a coleta seletiva pode estimular a organização da
sociedade civil.
Qual a importância da coleta
seletiva?
• Possibilitar a utilização, o aproveitamento
e/ou reciclagem dos resíduos.
• Benefícios
Preservação dos recursos naturais;
Diminuição da quantidade de
resíduos/redução do acúmulo de lixo
Diminuição da poluição das águas e do
solo; poluição visual;
Geração de emprego e renda
Economia de energia