Empreendedorismo: Construindo o conceito.

Aula 2

Jornal O Globo Caderno Boa Chance Domingo, 23 de março de 2008

EMPREENDEDORISMO:

. Ação própria de quem desenvolve um negócio, inovador ou não, que, geralmente implica algum risco (att: sentido que o Boa Chance apreende do uso corrente).
s.m

A palavra, que aparece nos jornais brasileiros ao menos desde dezembro de 1997, finalmente vai ganhar espaço nos dicionários: as editoras do “Novo Dicionário Aurélio” e do “Houaiss” informam que decidiram incorporar o verbete às novas edições, ambas em fase de produção e previstas para sair em 2010.

Jornal O Globo Caderno Boa Chance Domingo, 23 de março de 2008

Normalmente um novo vocábulo leva cinco anos para ser dicionarizado. Aqui, serão quase 15 anos, apesar de o empreendedorismo ter caído na boca do povo há algum tempo: são 15 milhões de pessoas que fizeram investimentos no total de R$ 140 milhões.
Apesar da origem latina, a palavra é tradução direta do inglês entrepreneurship e, curiosamente, deriva de outra derivada (empreender  empreendedor).

Jornal O Globo Caderno Boa Chance Domingo, 23 de março de 2008

Sua aceitação oficial não poderia ter vindo em melhor momento: o Brasil vai sediar, em novembro, a Semana Global do Empreendedorismo, que este ano espera reunir, em 50 países, milhares de pessoas resolvidas a transformar oportunidades em grandes negócios. (Léa Cristina) www.semanaglobal.org.br

Conceitos:
• Jean-Baptiste Say (1827) – Empreendedor é aquele que
inova e promove mudanças.

• J.A. Timmons (1994) – Empreendedor é alguém capaz
de identificar, agarrar e aproveitar oportunidades, buscando e gerenciando recursos para transformar a oportunidade em negócio de sucesso.

• Louis Jacques Filion (1991) – Empreendedor imagina,
desenvolve e realiza visões.

Correntes:
• Economistas: associam Empreendedorismo à inovação
e desenvolvimento econômico.

• Comportamentalistas: enfatizam aspectos atitudinais.
Ex: criatividade e intuição.

• Tendências pós-comportamentalistas:

desenvolvimento singular, associado a cultura, metodologia e lógica de seu campo de estudo original.

Conceito da Pedagogia Empreendedora:
Fernando Dolabela - principal teórico brasileiro do empreendedorismo – 9 livros publicados – evoluiu em seu pensamento de uma visão mais comportamentalista para uma abordagem cognitiva de política, visão e significado.

“É empreendedor, em qualquer área, alguém que sonha e busca transformar seu sonho em realidade”. Fernando Dolabela (2003)

Ser empreendedor não é uma nova profissão, mas a busca de um novo significado para a vida e a carreira profissional. Significa disponibilizar ferramentas para que o sujeito seja livre e autor da sua própria vida e história.

São empreendedores:
• Os empregados capazes de inovar e agregar
• •
valor à instituição; Os voluntários que com imaginação e ousadia, geram melhorias a partir de recursos escassos; Os governantes, que apesar dos obstáculos institucionais, proporcionam crescimento social; Os trabalhadores da economia informal que identificam oportunidades de atuação, etc....

É empreendedor todo aquele que:
• Tem iniciativa, autonomia, autoconfiança, otimismo,
• • • • • • • •
necessidade de realização; Tem perseverança e tenacidade para vencer obstáculos; Aprende com os próprios erros e não teme os riscos; Sabe fixar metas e alcançá-las; Luta contra padrões impostos e sabe diferenciar-se; Descobre nichos e oportunidades; Sabe buscar e utilizar recursos; Cultiva a imaginação e transforma seus pensamentos em ações; Sabe se relacionar com as pessoas ( liderança e network), etc....

DESAFIO GARANHÃO EMPREENDEDOR 2007.1
• O cenário - A BARONETTI
• Objetivo: Desenvolver uma estratégia de “oceano • • • • •
4 competidores da espécie masculina 1 menina – A “Boa da Noite” 1 menina – A amiga boazinha e encalhada 2 meninas – As amigas invejosas 2 meninos – Os lisos azul” para conquistar o coração da “Boa da noite”.

REGRAS DO JOGO
• Cada competidor terá uma equipe de
consultores • 15 min. para a elaboração da estratégia. • 5 min. para tentar conquistar a “Boa”, executando a estratégia. • O Juri: os lisos, as invejosas e a encalhada • Prêmio : selo de qualidade “garanhão empreendedor”

AS ARMAS
• Qualquer roupa ou adereço dos membros
da equipe consultora • Qualquer objeto em sala, desde que simule objetos ou espaços existentes na Baronetti • Os CDs que o DJ dispõe naquela noite

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
• A performance do aluno competidor será
avaliada com base nas características que diferenciam uma estratégia de oceano azul de uma estratégia de oceano vermelho. • A Comissão Julgadora terá 5 minutos para deliberar e decidir.

Oceano Azul x Oceano Vermelho
Criar espaços de mercado inexplorados Tornar a concorrência irrelevante Criar e capturar a nova demanda Competir nos espaços de mercado existentes Vencer os concorrentes Aproveitar a demanda existente

Romper o trade-off valorcusto Alinhar todo o sistema de atividades da empresa em busca da diferenciação e baixo custo

Exercer o trade-off valorcusto Alinhar todo o sistema de atividades da empresa com sua escolha estratégica de diferenciação ou baixo custo

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful