Você está na página 1de 19

TRATAMENTO DA

ÚLCERA PÉPTICA

Medicina
Introdução
• Definição:

• Epidemiologia:
* 80% UD e 30 a 60% UG: causadas por H. pylori
* UG ocorre em idades mais avançadas do que UD
(6decada)
Causas da úlcera péptica

Infecção
Infecçãoporpor Sind. dede
Sind.
H.H.
pylori
pylori Zollinger-Ellison
Zollinger-Ellison

Neoplasias Hiperparatireoidismo
Neoplasias Hiperparatireoidismo

Causas
Causas
comuns
comuns Causas
Causas
raras
raras
Doenças
Doenças
Infecções
Infecções granulomatosas
granulomatosas

AINES
AINES
Isquemia Idiopática
Isquemia Idiopática
H. pylori
• Bastonete G-, flagelado
http://cienciahoje.uol.com.br/im
ages/chdia/n741a.jpg
• Fatores bacterianos: urease, catalase, lipase, proteínas
Hop...
• Localização:
• Transmissão: Pessoa a pessoa, via oral-oral ou orofecal
• Fatores de risco:

países em aglomeração
desenvolvimento doméstica

exposição ao
alimentos ou água conteúdo gástrico
inadequados
infectado
Epidemiologia da HP
• Acomete igualmente homens e
mulheres;
• Prevalência aumenta com a idade, baixo
nível sócio-econômico, condições de
moradia e grau de instrução;
• No Brasil, acomete 35% das crianças e
50-80% dos adultos;
• Dos 100% de HP +, apenas 15%
desenvolvem úlcera;
Fisiopatologia da UD
90%
Fisiopatologia da UG
30 a 60%
• Menos compreendida do que a da UD
• Existem 4 tipos clínicos de UG
• Tipo I (úlcera da pequena curvatura) -> 55-60%
dos casos
• Tipo II (úlcera do corpo gástrico associada a UD)
• Tipo III (Úlcera pré-pilórica)
• Tipo IV (Úlcera da pequena curvatura próxima a
junção gastroesofágica) -> + rara

Tipo II e III Gênese semelhante a UD, com hipercloridria.

Grande proliferação de HP na junção antro-corpo;


Tipo I e IV
http://www.endoscopiacurso.com.br/FotosEndos
mucosa é muito sensível aos efeitos ácidos da
copia.htm pepsina apesar do estado de hipocloridria
http://www.gastrointestinalatlas.com/Espanol/Estomago/Ulcera_Gastrica/ulcera_gastr
ica.html
Quadro clínico
Tipo
Padrão: UD e UG
Dor epigástrica
Ritmicidade
Fator de melhora
Periodicidade

“Clocking” 66% UD

Náuseas
+ comuns em UG
Podem ser associados a
complicações da úlcera
Perda de peso
Diagnóstico
100%

• Estudo radiológico baritado

• Dosagem de gastrina sérica

• Pesquisa do HP
Tratamento de úlceras associadas
a HP
Objetivos:
Melhora sintomatológica

Erradicar microorganismo

Cicatrização da cratera ulcerosa

Prevenção das recidivas e complicações


Tratamento de úlceras associadas
a HP
• Regimes terapêuticos
1) Inibidor de bomba protônica:
omeprazol(20mg),
lanzoprazol(30mg),pantoprazol(4
0mg), rabeprazol(20mg) ou
esomeprazol(40mg) 2x/dia.
2) Claritromicina: 500mg 2x/dia
3) Amoxicilina: 1.000mg 2x/dia
DURAÇÃO: 7 dias
Um dos regimes + empregados
Índice de erradicação ~ 90%
Bem tolerado e poucos efeitos
adversos

2º Consenso Brasileiro de H. pylori, 2004.


Tratamento de úlceras associadas
a HP
• Regimes terapêuticos
1) Inibidor de bomba protônica: 1) Inibidor de bomba protônica:
omeprazol(20mg), omeprazol(20mg),
lanzoprazol(30mg),pantoprazol(4 lanzoprazol(30mg),pantoprazol(4
0mg), rabeprazol(20mg) ou 0mg), rabeprazol(20mg) ou
esomeprazol(40mg) 1x/dia. esomeprazol(40mg) 1x/dia.
2) Claritromicina: 500mg 2x/dia 2) Furazolidona: 200mg 3x/dia
3) Furazolidona: 200mg 2x/dia 3) Cloridrato de tetraciclina:
500mg 4x/dia
DURAÇÃO: 7 dias
DURAÇÃO: 7 dias
Impedimento do uso da
amoxicilina Associação disponível no SUS
Bom índice de erradicação 70% de erradicação
Mais efeitos adversos 15% dos pacientes com efeitos
adversos
2º Consenso Brasileiro de H. pylori, 2004.
Controle da erradicação de HP
• 1 mês após final do tratamento
• 2 a 3 meses após tratamento Falso negativo

• UD: recidiva sintomatológica

Teste respiratório da uréia marcada com carbono 13 ou 14


EDA (cortes histológicos)
Reinfecção ou recidiva?
Retratamento
Se foi utilizado: IBP + amoxicilina + claritromicina OU IBP +
furazolidona + claritromicina

• Regimes terapêuticos
1º OPÇÃO: 2º OPÇÃO:
1) Inibidor de bomba protônica: 1) Inibidor de bomba protônica:
omeprazol(20mg), 2) Levofloxacina: 500mg 1x/dia
lanzoprazol(30mg),pantoprazol(4
3) Amoxicilina**: 1g 2x/dia
0mg), rabeprazol(20mg) ou
esomeprazol(40mg) 2x/dia. DURAÇÃO: 10 dias
2) Sal de bismuto 240mg, 2x/dia
2º OPÇÃO:
3) Furazolidona: 200mg 2x/dia
1) Inibidor de bomba protônica:
4) Amoxicilina: 1.000mg 2x/dia
3) Claritromicina: 500mg 2x/dia
DURAÇÃO: 10 ou 14 dias
4) Amoxicilina: 1g 2x/dia
Se IBP + furazolidona + tetraciclina DURAÇÃO: 7 dias
Manejo das úlceras H. pylori -
• Afastar HP

• Pesquisa do uso de AINES e outros fármacos


ou drogas ilícitas que possam induzir a úlcera

• Dosagem de gastrina

• Biopsiar úlceras idiopática: UG = rotina

• EDA na persistência dos sintomas = excluir


outras causas
Manejo das úlceras H. pylori -
• Determinada a causa, deve-se implementar o
tratamento específico

• Úlceras por hipersecreção = drogas anti-secretoras

• Úlceras idiopáticas = IBP em doses maiores ou a longo


prazo

• Interrupção do tabagismo
Bibliografia
• DANI, Renato. Gastroenterologia Essencial.3º ed.- Rio de Janeiro:
Guanabara Koogan, 2006.

• Harrison medicina interna/editores: Anthony S. Faucy...[et al.];


[tradução Ademar Valadares Fonseca, Carlos Henrique de Araújo
Cosende e outros].- 17ºed.- Rio de Janeiro:McGraw-Hill
Interamericana do Brasil, 2008.

• http://www.projetodiretrizes.org.br/projeto_diretrizes/106.pdf. acesso
em 25.09.09

• http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1676-24442003000400011&script=s
acesso em 25.09.09