Você está na página 1de 11

DHCP

Trabalho elaborado por:


Alice e Vânia
O que é DHCP
DHCP( é a sigla Dynamic Host
Configuration Protocol) é um protocolo
utilizado em redes de computadores e
permite que estes obtenham
automaticamente um endereço IP.
O administrador de rede pode configurar o protocolo DHCP que
funciona de três maneiras diferentes, são elas:

• automática,
• dinâmica,
• manual.
•Automática: é deste modo que uma
determinada quantidade de endereços IP é
definida para ser usada na rede.
Por exemplo, de 192.168.0.1 a
192.168.0.50. Assim, quando um
computador fizer um pedido de
encerramento na rede, um dos endereços IP
que não é usado é oferecido para tal.

•Dinâmica: este modo é muito semelhante


ao automático, excepto quando a ligação à rede
é feita por um tempo predeterminado.
Por exemplo, uma máquina só poderá ficar
ligada no máximo duas horas;
•Manual: Este modo funciona da
seguinte forma: cada placa de rede possui
um parâmetro exclusivo conhecido por
MAC (Medium Access Control).

Trata-se de uma sequência numérica que


funciona como um recurso para identificar
placas de rede, mas como esse valor é
único, o administrador pode reservar um
endereço IP para o computador que possui
um determinado valor de MAC.

Assim, só este computador pode utilizar o


IP em questão.

Esse recurso é interessante para quando


for preciso que o computador tenha um
endereço IP fixo, ou seja, que não mude
em cada ligação.
Funcionamento do DHCP

•Quando um computador é ligado a uma


rede, geralmente não sabe quem é o
servidor DHCP.

• Por isso, envia um pedido à rede para que


o servidor DHCP "veja" que uma máquina-
cliente está a pedir para fazer parte dessa
rede.

•Começa por receber os parâmetros


necessários.
• O servidor DHCP responde enviando o número IP
que estava livre até agora, e se por acaso o cliente
aceitar esse número ficará indisponível a outros
computadores que se liguem à rede, já que o
endereço IP só pode ser utilizado uma única vez e
numa única máquina.
Breve histórico do DHCP

O protocolo DHCP é visto como uma espécie de


evolução de um antigo protocolo chamado BOOTP.

É muito utilizado em sistemas Unix.

O BOOTP permite a configuração automática de


impressoras e máquinas clientes numa rede. Esse
processo era feito associando um número MAC a um
endereço IP.
Com o passar do tempo, o BOOTP mostrava-
se cada vez mais limitado, principalmente
porque não era muito eficiente na
configuração de grandes redes.

Devido a isso, no início da década de 90, o


grupo IETF (Internet Engineering Task Force)
trabalhou no desenvolvimento de um
protocolo substituto, que fosse capaz de
superar as limitações do BOOTP e que
adicionasse recursos novos. Surgia então o
DHCP.
Finalizando

Os administradores de rede que queiram tirar


proveito dos recursos do DHCP devem estudar
bem o assunto, principalmente para lidar com
questões de segurança.

Imagine-se, por exemplo, que alguém


conseguiu entrar numa empresa e ligou o seu
notebook num ponto livre da rede.Se a
máquina estiver configurada para trabalhar
com DHCP, o invasor poderá aceitar
informações restritas à companhia
ninguém perceberá.
O protocolo DHCP possui muita utilidade, inclusive por
ser suportado por uma série de plataformas, fazendo
com que na mesma rede existam computadores com
diferentes sistemas operacionais.

Sabendo usar o DHCP, é possível poupar muito


trabalho na configuração de redes.