Você está na página 1de 18

Universidade do Sul de Santa Catarina

GH
HORMÔNIO DO CRESCIMENTO
PRATICAS FARMACÊUTICAS III
SISTEMA ENDÓCRINO

Acadêmicos: Jaqueline Mello Costa


Larissa Borges Ostetto
Yara da Rosa Antunes
Zeferino Kleber Ferreira
CONCEITO

O hormônio do crescimento (GH) é


um polipeptídeo produzido e secretado
por células especializadas localizadas
na hipófise anterior, e cuja principal
função é a promoção do crescimento e
desenvolvimento corporal; além disso,
participa da regulação do metabolismo
de proteínas, lipídeos e carboidratos.
HIPÓFISE FUNÇOES
EFEITOS METABÓLICOS
DO GH

Intensidade aumentada da síntese de proteínas


em todas as células do corpo;

Intensidade diminuída da utilização de


carboidratos por todas ou por quase todas as
células;

Mobilização aumentada de gorduras e maior


uso de gorduras para energia.
MECANISMO DE
CONTROLE GH E
ESTIMULAÇÃO DA
SECREÇÃO DA
SOMATOMEDINA
MAIORES BENEFICIOS
DO GH

Entre os diversos efeitos do GH sobre o


organismo, os mais notórios são o ganho de
estatura, na infância e adolescência

A maior parte da secreção de GH, acontece na


forma de pulsos ou picos de liberação, diversas
vezes por dia!
PICOS DE GH
DECRESCIMO DE GH

A partir dos 21 anos, o Hormônio do


Crescimento tem sua liberação reduzida e,
acima dos 40 anos, apenas a metade dele
estará disponível no organismo.

Queda na concentração do hGH ao longo da


idade
20 anos 500 mcg
40 anos 200 mcg
80 anos 25 mcg
Nanismo

A pessoa cuja a hipófise anterior não


secrete hormônio do crescimento não
cresce. Isso causa o chamado tipo
“hipofisário” de nanismo;
Gigantismo

A secreção excessiva do hormônio do


crescimento, caso ocorra antes da
adolescência, pode levar ao gigantismo;
Acromegalia
Diferente do Gigantismo, a Acromegalia
ocorre após a adolescência, ocorrendo
crescimento de tescidos moles e ossos.
Acromegalia
Aumento das extremidades
100Hiperinsulinemia 70
Proliferação dos tecidos 100Alterações menstruais 60
moles
Hiperhidrose 88Intolerância à glicose 50
Fadiga 87Diminuição da líbido/impotência 46
Aumento de peso 73Hipotiroidismo 13
Parestesias 70Galactorreia 13
Artralgias 69Ginecomastia 8
Fotofobia 46Hipoadrenalismo 4
Papilomas 45
Hipertricose 33
Bócio 32
Acantose Nigricans 29Manifestações Locais
Hipertensão Arterial 24Aumento da sela turca 90
Cardiomegalia 16
DIAGNÓSTICO - EXAMES
 Dosagem HGH - avaliação do crescimento; diagnóstico de gigantismo e acromegalia. O
hormônio de crescimento (HGH) é um polipeptídio produzido na hipófise anterior, que
estimula a produção de somatomedinas pelo fígado, atuando sobre o crescimento. Curva de
HGH:

 SOMATOMEDINA C - IGF - 1 ; Diagnóstico de acromegalia, lesões hipotalâmicas em


crianças e resposta a terapia. Critéro de cura de acromegalia (retorno aos níveis normais) pós
cirurgia(1). Avaliação de crianças com distúrbio de crescimento (diagnóstico de baixa
estatura), juntamente com dosagens de GH e outras provas. Em pacientes com deficiência
do hormônio de crescimento (nanismo hipofisário), seus valores encontram-se muito abaixo
do normal.

 IGFBP-3 - Proteína ligadora IGF-I tipo 3 :avaliação de várias situações clínicas (atraso no
crescimento, acromegalia, estado nutricional). A secreção de GH (hormônio do crescimento)
flutua ao longo do dia, tendo uma meia vida de 15 a 20 minutos. As concentrações de IGFBP-
3 têm uma variação diária muito pequena, podendo oferecer informação mais segura e útil.
TRATAMENTO
FARMACOLÓGICO
NANISMO
Somatropina 0,025–0,035mg/kg/dia
administrados via subcutânea à noite 6–7
vezes/semana.

É usado em crianças para tratar a deficiência de


crescimento causada por ausência ou baixa
produção de hormônio de crescimento, síndrome de
Turner e doença renal.

Em adultos, é usado para repor o hormônio de


crescimento quando sua produção manteve-se baixa
desde a infância ou foi prejudicada pela presença de
um tumor
TRATAMENTO
FARMACOLÓGICO
GIGANTISMO
Cirurgia para remocao do tumor
Radioterapia
Mesilato de bromocriptina
Agosnista dopaminérgico
Antagonista do receptor de GH

Para diminuir os níveis do hormônio de crescimento, se


Continuarem elevados após cirurgia ou radioterapia
Curiosidades

Não existem estudos brasileiros sobre a


incidência da deficiência de GH; mas em
estudo americano a incidência foi de 1 em
cada 3480 nascidos vivos.

Portaria SCTIE nº 67 de 06 de novembro de 2006


IMPACTO DO TRATAMENTO
COM GH
SOBRE AS FUNCOES
TIREOIDIANA E ADRENAL

Martins & Abuchan


Arq Bras Endocrinol Metab
2008;52\5
REFERÊNCIAS

 Portaria SCTIE nº 67 de 06 de novembro de 2006. O Secretário de ...


Formato do arquivo: PDF/Adobe Acrobat - Visualização rápida

DEFICIÊNCIA DO HORMÔNIO DO CRESCIMENTO, na forma do Anexo desta Portaria. ... O hormônio do


crescimento (GH) é um polipeptídeo produzido e secretado por ...
portal.saude.gov.br/.../pcdt_deficiencia_do_hormonio_do_crescimento_2006.pdf –

http://www.scielo.br/pdf/abem/v47n4/a06v47n4.pdf acesso em 12/11/2009

VILAR.L; CARTER,C,E; NAVES L.A; FREITAS, M, C; BRUNO, O,D; ENDOCRINOLOGIACLÍNICA,


ano 2009

http://gballone.sites.uol.com\geriat\hgh.htmlrevistoem2002; acesso em 12\11\2009