Você está na página 1de 18

Chakras

Chakras

• Sânscrito - disco, roda, lembra o círculo.


• Centros de força existentes nos corpos
espirituais do homem.
• Emitem freqüências pelo lado masculino
e/ou recebem vibrações pelo lado
feminino.
• Expressão da força mental em saída e
todas as possibilidades de poder mental
manifestado.
• São canais que se alimentam por ambos os
pólos:
Pólo Sul ou chakra base com alimento
feminino da terra, Mãe divina.
• Pólo Norte ou chakra coronário com o
alimento masculino do Céu, da Mente do Pai
ou do Um.
• Pelos lados com todas as forças possíveis e
existentes
• Depende da vontade de cada um, pois os
chakras não tem vontade própria.
• Armazenam dados, recolhem experiências e as
exprimem segundo a vontade disciplinada
que cada um transfere na sua vida, ou seja, as
escolhas que são feitas.
• Ex.: dependem que cada um resolva os limpar
porque não podem fazer isso automaticamente
em todos os níveis sempre.
• São o ponto de contato com a consciência.
• Consciência: território onde o pensamento do
homem e o pensamento divino se encontram.
• São radares que recolhem e atraem
informações que são a base da pirâmide
energética.
• Radar: sistema eletrônico que utiliza radio
ondas autogeradas para colher informações
sobre a presença, a posição, o movimento, a
configuração e outras características de
objetos circundantes.
• Autogeradas: significa que a radiação é um
fenômeno pelo qual uma energia é liberada sob
forma de ondas ou de corpúsculos que se
espalham no espaço, ou que as ondas do radar
são irradiadas por outras ondas próximas.
• Ex.: radar de aeroportos
• Assim, prestar atenção ao que olhamos,
comemos, assimilamos, ouvimos ou
aprendemos serve para direcionar
corretamente os nossos movimentos.
Alimento dos Corpos e Chakras
• Respiração – respirar é inspirar mais do que
simples oxigênio, é inspirar o prana que é o
oxigênio etérico, ou seja, é respirar o ar dos
Deuses, cheio de energia vital
• Inspirar conscientemente é alimentar e
massagear os músculos mentais.
• Prana – alimenta as emoções
– alimenta os pensamentos
Oxigenar o corpo é necessário aos chakras
para alimentar o movimento de
assimilação energética psicofísica para
queimar toxinas causadas por
pensamentos, emoções e alimentos.
Básico ou Fundamental
• Inclui os pés
• Característica básica: trabalhar este chakra
cria bases para aceitação ativa, ou seja,
escolher aceitar a vida é usar um dos maiores
instrumentos de força que é a aceitação da vida
na terra. (auto-consciência)
• Cor: vermelho vivo que caracteriza força. O
vermelho é cor cheia de densidade e
intensidade que dá ao corpo as idéias e ações.
• Ex.: uma vontade necessita de força para ser
força de vontade.
• Elemento: terra
• Aspecto Motor do Base: Duplo, sobe e
desce
• Aspecto Motor dos Pés: Duplo, o ir e vir
• Aspecto funcional: buscar e dar a matéria
prima para a criação. Posicionar o sistema
radar, ou seja, o corpo humano.
• Visualização: trabalhar este chakra
visualizando energias ou cores que penetram
a sola do pé, contatam ossos, estimulam o
cóccix e se expandem pelo interior das coxas
e ao longo da espinha.
• Característica Positiva do Básico: Estar
presente; envolvimento e entusiasmo para
impulsionar a energia para frente e para cima.
• Característica Positiva dos Pés: Flexibilidade
• Característica Negativa do Básico: Resistência
e não aceitação da vida e suas experiências.
Medo de não dar conta do recado, de não
conseguir.
• Característica Negativa dos Pés: Não querer
entrar de sola na vida e nos medos. É querer
bater os pés fora do ritmo do fluxo global levando
o corpo para uma experiência fora do tempo
certo e no lugar errado.
• Indicação Curativa: Tomar contato com o
vermelho em roupas, alimentos, bebidas como
suco de beterraba. O verde se estiver muito
congestionado, com excesso de ligação com a
terra.
• Indicação Instintiva: Rir - Oposto: Emburrar
• Componentes dos Movimentos do básico:
constância, vitalidade, força.
• Componentes dos Movimentos dos pés:
compreensão, solidez, estabelecer raízes no
próprio espaço, senso de alicerces firmes.
Correspondência Física e
Comportamental do básico
• Sangue: força e vitalidade
• Artos: mobilidade, atividade, flexibilidade
• Dentes: garra – tem a ver com agressividade,
vitalidade, raízes, família
• Joelhos: aceitar os ritmos da vida ou se dobrar
a força e ao ímpeto.
• Intestino – reações em acordo com
informações emocionais.
• Ossos: memória calcificada, estabelecida
• Coluna vertebral: reflexo da consciência e da
mobilidade de cada um.
Correspondência Física e
Comportamental dos Pés
• Sistema Tegumentário:
• unhas das mãos e dos pés: agressividade,
garra.
• Cabelos: liberdade, expansão da própria
energia, força.
• Pele: limitações, normas, contato, ternura.
Freio para o funcionamento
normal do básico

• Plexo solar em ansiedade e cardíaco com


preocupação inútil feita com um ar chamado
ânsia.
• Nessas condições ficamos sem ar para
oxigenar a terra (base)
SAÚDE DO CHAKRA DA BASE
A espontaneidade e a flexibilidade são fundamentais
para a manutenção da saúde deste Chakra.
• Colocar o pé no chão ( terra, grama...);
• Cuidar de um jardim; Caminhar;
• Trabalhar com a argila utilizando mãos e pés;
• Opte por estar vivendo neste planeta e não ficar
falando que este não é o seu lugar;
• Trabalhe o seu perdão em relação as suas falhas que
possam comprometer este seu Chakra (mais importante
ainda é tomar consciência desses “erros” e prevê-los na
reincidência, pois, é muito comum na nossa
complacência para conosco viciarmos nosso
comportamento ( períodos de mudanças e recaídas) e os
das outras pessoas que convivem ao nosso redor levando
todos a um processo doente de convivência e simbiótico
de dependência (convivência desgastante e com o tempo
“ Estou plenamente consciente de minha
improdutiva).
posição na Terra e sei que minhas
necessidades básicas sempre serão
Consideração Geral

• “O amor é como a Terra, mais você a


semeia mais trabalho lhe dá”
• O chakra da base dá trabalho, e muito.
Quem gostar da preguiça não consegue
desenvolvê-lo. Nem com técnicas porque
técnica preguiçosa não existe.
Exercícios
• Massagear pés (bolinha e cano)
• Base: pés afastados e virados para fora.
Mãos apoiadas nas juntas das coxas e
costas bem retas. Levantar e abaixar as
coxas e a pélvis sem pressa.
• Pés: pés separados com as pernas bem
abertas. Pés virados para frente, costas
bem retas. Abaixar a pélvis e jogar para
frente e para trás.