Você está na página 1de 14

CATALIZADORES DE

ZIEGLER-NATTA E A
POLI-INSERÇÃO
Trabalho de Processos Industriais
Estéphane Costa e Janinne Baptista
INTRODUÇÃO
• Os polímeros mais produzidos hoje no
mundo são os poliolefinos, PE e PP;
• Excelentes propriedades mecânicas
graças a estereo-regularidade;
• A síntese dos polímeros: descoberta com a
invenção dos catalisadores de Ziegler;
• A descoberta deste catalisador foi mais
coincidência do que planejada.
HISTÓRIA
• Na Alemanha pós-guerra não havia
petróleo disponível.
• Única fonte para a base da indústria
química era o carvão nacional.
• Já em outros países e principalmente nos
EUA, o petróleo dominava.
• Em 1953, Phillips inventou um
catalisador a base de óxido de cromo
que permitiu pela 1ª vez a produção de
PE a pressões relativamente baixas.
HISTÓRIA
• Karl Ziegler pesquisava uma reação “Aufbau” para
obtre alquilas de alumínio mais compridas.
• Ele obteve uma mistura de alquenos cujo número de C
não conferiu com os alquenos usados.
• A causa disso foi uma impureza no seu reator: níquel
metálico.
• Polimerizava etileno quando usava cloretos de titânio –
a hora do nascimento do PE – HD.
• 1954 – Itália: Giulio Natta descobriu que catalisadores
Ziegler polimerizam propeno.
HISTÓRIA

Figura 2: Gulio Natta


Figura 1: Karl Ziegler
DEFINIÇÃO

Um catalisador Ziegler-Natta é
um catalisador utilizado na produção
de polímeros de 1-alqueno (α-
olefinas). São tipicamente baseados
em compostos de titânio e alumínio
como o metilaluminoxano indefinido
(MAO) ou bem definidas
trietillaluminio, (C 2 H 5)3 Al.
n CH 2 =CHR → -[CH 2 -CHR] n - CH n
= CHR 2 → - [CH 2-CDHn] --
COMPOSIÇÃO DOS
CATALIZADORES DE ZIEGLER
• Dois complexos diferentes: um organometálico com
um metal representativo ( grupos 1,2 e 13 da tabela
periódica) e um haleto ou éster de um metal de
transição dos grupos 3 a 10;
• Maior parte do sistema forma catalisadores
heterogêneos (formação de cristais insolúveis).

Tabela 1: Seleção de
algumas possibilidades da
composição dos sistemas
ESTRUTURA DO CATALISADOR
• Natureza heterogênea do catalisador dificulta o estudo
sistemático da composição e geometria do centro
reativo;
• Faltam informações detalhadas sobre a superfície do
cristal;
• Maior o cristal = mais perfeita a estereoregularidade;
• Mecanismo mais aceito: Cossee e Arlman (proceso
monometálico)
• O complexo bimetálico proposto por Natta não
encontrou a amesma aceiância.

Figura 3: Composto
proposto por Natta
ESTRUTURA DO CATALISADOR

Figura 4: Mecanismo de Cossee e Arlman


ESTRUTURA DO CATALISADOR
• Poli-reação ocorre na esfera de orbitais d
do metal de transição (Ti);
• O complexo somente é ativo quando uma
posição do campo cristalino do Ti fica
“vago” e outra posição for ocupada por
um ligante do grupo alquila;
• Co-catalisador AlR3 atua na pré-ativação
do catalizador princiapal.
ESTRUTURA DO CATALISADOR
• Após o preparo do catalisador ativo, a poli-reação
inicia quando o monômero se aproxima da
“posição vaga no complexo”;
• Energia de ativação desta “propagação da
cadeia”fica acima a da polimerização radicalar,
mas abaixo da policondensação;
• Polireação de Ziegler assemelha-se coma
apolimerização aniônica;
• O monômero é inserido na etapa central entre a
aligação Ti-C do grupo alquila, por isso, esta poli-
reação é chamada de POLI-INSERÇÃO.
ESTRUTURA DO CATALISADOR

Figura 5: Mecanismo da poli-reação


POLÍMEROS PREPARADOS POR
CATÁLISE ZIEGLER-NATTA
• Polietileno;
• Polipropileno;
• Poli-alfa oleofinas;
• Poliacetileno;
• Álcool polivinílico.
BIBLIOGRAFIA
• http://pt.wikipedia.org/wiki/Catalisador_Ziegler-
Natta
• en.wikipedia.org/wiki/Ziegler-
Natta_catalyst&prev=/translate_s%3Fhl%3Dpt-
BR%26q%3Dcatalisadores%2Bziegler%2Bnatta
%26tq%3Dziegler%2Bnatta%2Bcatalyst%26sl
%3Dpt%26tl%3Den
• Apostila do Armin “ Catalisadores de Ziegler-
Natta e a poli-inserção”