Você está na página 1de 20
ROTAVÍRUS
ROTAVÍRUS

INTRODUÇÃO

É uma doença diarréica aguda causada por um vírus. Trata-se de uma das mais importantes causas de diarréia grave em crianças menores de 5 anos no mundo, particularmente nos países em

desenvolvimento.

INTRODUÇÃO • É uma doença diarréica aguda causada por um vírus. Trata-se de uma das mais

DEFINIÇÃO

Os rotavírus pertencem à família Reoviridae, gênero rotavírus. São classificados em grupos, subgrupos e sorotipos de acordo com sua composição antigênica.

DEFINIÇÃO • Os rotavírus pertencem à família Reoviridae , gênero rotavírus. São classificados em grupos, subgrupos

DEFINIÇÃO

É um RNA de fita dupla com 11 segmentos localizados dentro do nucleocapsídeo (camada mais interna), e com proteínas nãoestruturais que cumprem funções essenciais à replicação, patogênese e determinação da especificidade

da espécie.

As partículas completas possuem três camadas protéicas concêntricas e cada

segmento genômico (ou gene) regula a síntese

de uma proteína viral especifica.

Até o momento 7 grupos foram identificados:

A, B, C, D, E, F e G, ocorrendo em diversas

HISTÓRIA NATURAL DA

DOENÇA

Os primeiros achados de rotavírus no homem remontam a duas décadas a partir de estudos realizados por Bishop e col. em Melborne, Austrália. No Brasil, o achado pioneiro associado à detecção de gastroenterite aguda

por esse vírus foi em Belém no ano de 1976.

Esses achados advieram de estudo - piloto, envolvendo 25 crianças hospitalizadas ou com atendimento ambulatorial, com quadro diarréico agudo.

HISTÓRIA NATURAL DA DOENÇA • Os primeiros achados de rotavírus no homem remontam a duas décadas

MANIFESTAÇÕES

CLÍNICAS

O quadro clínico pode variar desde uma infecção assintomática;

diarréia leve, com ou sem febre, até o quadro de maior gravidade,

Com vômitos profusos, o que é maisfreqüente.

Diarréia líquida com ou sem muco, e febre que pode superar 40ºC.

MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS O quadro clínico pode variar desde uma infecção assintomática; • diarréia leve, com ou

O risco mais significativo é a desidratação, que pode ser isotônica, acompanhada de acidose metabólica

MEIOS DE

TRANSMISSÃO

A transmissão ocorre predominante por via fecal-oral as fezes de crianças infectadas apresentam altas concentrações de rotavírus.

Também é encontrado nos ambientes familiares , água e alimentos contaminados, por contato pessoa a pessoa e por secreções respiratórias e em brinquedos e superfícies de ambientes como pré-escolas e escolas

Cerca de 10 a 100 partículas virais já são suficientes para desencadear a doença em seres humanos.

MEIOS DE TRANSMISSÃO • A transmissão ocorre predominante por via fecal-oral – as fezes de crianças

EPIDEMIOLOGIA

Foram notificados ao Ministério da Saúde, 2.395.485 casos de diarréia, cuja amostragem, por região de procedência, totalizou:

Norte do país; 321.141 Nordeste; 995.055 Sul; 212.328 Sudeste; ; 586.191 centro-oeste; 279.770

EPIDEMIOLOGIA • Foram notificados ao Ministério da Saúde, 2.395.485 casos de diarréia, cuja amostragem, por região

DIAGNÓSTICO

O diagnóstico se faz por meio do exame laboratorial específico, que é a investigação do vírus nas fezes do paciente.

A época ideal para detecção do vírus nas

fezes é do 1° ao 4° dia de doença, período de

maior excreção viral. O método de maior disponibilidade é a detecção de antígenos, por ELISA, nas fezes.

DIAGNÓSTICO • O diagnóstico se faz por meio do exame laboratorial específico, que é a investigação

TRATAMENTO E

RECOMENDAÇOES

O tratamento baseia- se na hidratação,

primeiramente via oral, na ocorrência de vômitos e diarréias

graves, por via

endovenosa, o que requer internação.

TRATAMENTO E RECOMENDAÇOES • O tratamento baseia- se na hidratação, primeiramente via oral, na ocorrência de

Lave bem as mãos cuidadosamente,

especialmente depois

de usar o banheiro e

de trocar as fraldas das crianças;

Lavar bem frutas e legumes que vão ser ingeridos crus;

Use água tratada para beber e no preparo

dos alimentos;

Manter sempre bem limpos os utensílios de

mesa e os que são

usados na cozinha;

VACINA

A vacina contra o Rotavírus é produzida com vírus humano atenuado e não faz parte do

calendário do Programa Nacional de Imunizações. Segundo estudos realizados, o grau de proteção não é total e depende de que

as duas doses sejam ministradas

VACINA • A vacina contra o Rotavírus é produzida com vírus humano atenuado e não faz

precocemente. Não há consenso entre os pediatras sobre sua indicação.

ADENOVIRUS

ADENOVIRUS

INTRODUÇÃO

Um grupo de DNA contendo os vírus que causam doença respiratória, incluindo uma forma de o resfriado comum. Os adenovírus também pode ser geneticamente modificado e utilizado em terapia genética para o tratamento

de fibrose cística, cancro, doenças e

potencialmente outros.

INTRODUÇÃO • Um grupo de DNA contendo os vírus que causam doença respiratória, incluindo uma forma

DEFINIÇÃO

É um grupo de vírus muito frequentes que não possuem envelope bilipidico e são altamente resistentes. Até o presente momento já foram descobertos algo em torno de 51 sorotipos de adenovirus.

Possuem a forma icosaedrica

MANIFESTAÇOES

CLINICAS

A infecção pelo adenovirus pode se manifestar na forma de doença respiratória aguda, faringo-conjuntivite febril, ceratoconjuntivite epidêmica, cistite hemorrágica aguda ou gastrenterite. Doença Respiratória Aguda (sorotipos 4 e 7) Faringo-Conjuntivite Febril (sorotipos 3, 4 e

7)

Ceratoconjuntivite Epidêmica (sorotipos 8, 19 e 37) Cistite Hemorrágica Aguda (sorotipos 11 e

ADENOVIRUS

SOROTIPO 14

Trata-se de um vírus que ao contrario dos outros subtipos é potencialmente fatal.

Foi inicialmente identificada em 4 estados norte-americanos, ocasionando 10 mortes

Infecção respiratoria grave

FORMAS DE

TRANSMISSÃO

Infecções respiratórias Infecções respiratórias ocorrem por entrar em

contato com material infectado de um outro objeto individual ou inanimados. As secreções do trato respiratório podem conter o vírus. O

vírus também pode sobreviver por muitas

horas em objetos inanimados, como maçanetas, superfícies duras, e brinquedos.

Infecções do trato intestinal Transmissão da cepa do vírus digestivo geralmente ocorre por contato fecal-oral. Geralmente isso ocorre a partir de lavar as ã

d

f

i

d

d

d

i

d

DIAGNOSTICO

Além de uma história médica completa e exame físico, testes de diagnóstico de adenovírus podem incluir:

Exames de sangue

Cultura de secreções respiratórias de swab nasal

Cultura de fezes

Radiografia de tórax - um teste de diagnóstico que utiliza feixes de energia eletromagnética invisível para produzir imagens dos tecidos

internos, ossos e órgãos sobre o filme.

DIAGNOSTICO Além de uma história médica completa e exame físico, testes de diagnóstico de adenovírus podem

TRATAMENTO

Infecção respiratória

Aumento da ingestão de líquidos

Medicamentos Broncodilatador

Oxigênio suplementar

TRATAMENTO Infecção respiratória • Aumento da ingestão de líquidos • Medicamentos Broncodilatador • Oxigênio suplementar •

Ventilação mecânica

Infecção intestinal

Re-hidratação oral Em cados graves Administração de intravenosa (IV) de

fluidos

Nasogástrica (NG) a alimentação por tubo

TRATAMENTO Infecção respiratória • Aumento da ingestão de líquidos • Medicamentos Broncodilatador • Oxigênio suplementar •