Você está na página 1de 16

Agrupamento de Escolas Lousada Oeste

Escola E.B.2,3 de Nevogilde

O Modelo de Auto-Avaliação da Biblioteca Escolar

Apresentação do processo de auto-avaliação na Escola

Biblioteca Escolar Novembro 2009


O processo de auto-avaliação da BE na
Escola/Agrupamento

• Avaliação da Biblioteca – pressupostos


• Sentido da auto-avaliação. Conceitos implicados
• Organização estrutural e funcional
• Envolvimento dos diferentes tipos de utilizadores
• Impacto na Biblioteca
• Impacto no trabalho dos professores e nas aprendizagens dos
alunos
• Comunicação e integração dos resultados no relatório de
avaliação da escola/agrupamento

Biblioteca Escolar Novembro 2009


Avaliação da Biblioteca
Pressupostos
• Actualmente preside a ideia de que a Biblioteca é o centro de
aprendizagens
• A BE constitui um contributo essencial para o sucesso educativo dos
alunos

«É importante que cada escola conheça o impacto que as


actividades realizadas pela e com a Biblioteca Escolar vão tendo
no processo de ensino e na aprendizagem, bem como o grau de
eficiência dos serviços prestados e de satisfação dos utilizadores
da BE» (Rede de Bibliotecas Escolares: Modelo de Auto-Avaliação, 2008)

• Deve ser incorporada no processo de auto-avaliação da


escola/agrupamento
• Deve articular-se com os objectivos do projecto educativo da
escola/agrupamento

Biblioteca Escolar Novembro 2009


Sentido da auto-avaliação. Conceitos implicados

• É um instrumento pedagógico e regulador na procura de


uma melhoria contínua da BE
• Desenvolve uma abordagem essencialmente qualitativa
• É um instrumento da gestão da BE
• Identifica as necessidades e os pontos fracos, com vista
a melhorá-los

« Este processo deve ser encarado como uma necessidade


própria e não como uma imposição vinda do exterior.»
(Bibliotecas Escolares: Modelo de Auto-Avaliação, 2008)

Biblioteca Escolar Novembro 2009


Sentido da avaliação. Conceitos implicados

• Pretende-se avaliar a qualidade e eficácia da BE e não o


desempenho do coordenador ou elementos da equipa
coordenadora

• Espera-se mobilizar toda a escola, melhorando através


da acção colectiva, as possibilidades oferecidas pela BE

• Conduzir à análise e reflexão dos resultados

• Através da recolha sistemática de evidências, ajudar a


BE a identificar o caminho a seguir, com vista à melhoria
do seu desempenho

Biblioteca Escolar Novembro 2009


Sentido da avaliação. Conceitos implicados
«A quantidade e a qualidade das evidências recolhidas
deverão informar a prática diária ou fornecer informação
acerca de determinada questão chave para a qual
procuramos melhoria ou solução» Texto da Sessão

• Originar mudanças concretas na prática

• Contribuir para a elaboração do novo plano de


desenvolvimento

• Promover o benchmarking
Biblioteca Escolar Novembro 2009
Sentido da avaliação. Conceitos implicados
• Aferir o grau de satisfação dos seus utilizadores

• Reconhecer a missão da BE no processo de ensino


aprendizagem, no desenvolvimento curricular e no
sucesso educativo

• Orientar a definição de objectivos e de prioridades


« A avaliação não é um fim em si mesma. É um processo de
melhoria que deve facultar informação de qualidade capaz de
apoiar a tomada de decisão. » Texto da Sessão

Biblioteca Escolar Novembro 2009


Organização Estrutural e Funcional
Domínios/Indicadores a avaliar:

Biblioteca Escolar Novembro 2009


Domínio e Indicadores a desenvolver em 2009.10

DOMÍNIO INDICADORES

A.1.Articulação curricular da BE com


as Estruturas Pedagógicas e os
A. Apoio ao Docentes
Desenvolvimento
Curricular
A.2. Desenvolvimento da Literacia
da Informação

Biblioteca Escolar Novembro 2009


Implementação do Processo - Etapas
• Seleccionar o domínio a avaliar ( a escolha deve ser bem
fundamentada)

«O contexto interno e externo da BE, devem levar o professor


bibliotecário a seleccionar o domínio a ser objecto de aplicação dos
instrumentos.» Texto da Sessão

• O ciclo de avaliação completa-se ao fim de quatro anos

Biblioteca Escolar Novembro 2009


Etapas (Continuação)

• Recolher Evidências
• Interpretar a informação recolhida
• Registar a auto-avaliação
• Identificar o perfil de desempenho
• Definir um plano de melhoria
« Estes resultados devem ser partilhados com o director, ser
divulgados e discutidos nos órgãos de gestão pedagógica. »
Texto da Sessão

Biblioteca Escolar Novembro 2009


Instrumentos de Recolha de Evidências

• Questionários
• Planificações
• Registos de reuniões; contactos
• Materiais de apoio produzidos
• Registos de observação
• Trabalhos de alunos
• Estatísticas
• Relatórios de avaliação
• Outros documentos e/ou registos

Biblioteca Escolar Novembro 2009


O envolvimento dos diferentes tipos de utilizadores

A auto-avaliação da BE deve ser participada a nível da


escola e ser conhecida e divulgada» Texto da Sessão

The future is about:

-action not position


-evidence, not advocacy
-and at the heart of this is inquiry-based learning for
knowledge Construction
Ross Todd (2001)

Biblioteca Escolar Novembro 2009


A comunicação e integração dos resultados no
relatório de avaliação da escola

«O professor bibliotecário deve comunicar


continuamente, deve ser activo e envolver professores,
alunos e pais» Texto da Sessão

• « Responsabilização perante a escola e outros stakeholders » Texto da Sessão


• Comunicação constante com o órgão directivo
• Apresentação e discussão do processo no Conselho Pedagógico
• A avaliação da BE deve estabelecer ligações com a avaliação da Escola/Agrupamento
• Na avaliação externa, a IGE, pode avaliar o impacto da BE na escola

Biblioteca Escolar Novembro 2009


Resultados Esperados
O Impacto na Biblioteca
• A valorização da BE no processo de ensino aprendizagem
• Cooperação com os diferentes agentes educativos
• Identificação das prioridades em relação às áreas a melhorar
• A análise dos resultados da sua acção permitirá identificar o sucesso e o
impacto dos seus serviços e os gaps condicionantes desse sucesso
• A informação resultante da auto-avaliação tem um valor estratégico para
a escola e, é igualmente valioso, para a tomada de decisões por parte da
RBE

Biblioteca Escolar Novembro 2009


Impacto no trabalho dos professores e nas
aprendizagens dos alunos
• Ligação ao currículo e reforço das aprendizagens
• Trabalho contínuo com professores e alunos, adequado aos
objectivos educativos
• Formação para as literacias e para a construção do
conhecimento
• Reforço no conceito de cooperação, baseado na planificação
e no trabalho colaborativo com os professores das diferentes
disciplinas
• Desenvolvimento das competências de leitura
• Apoio às actividades pedagógicas

Biblioteca Escolar Novembro 2009