Você está na página 1de 20

Modelo de auto-avaliação

da Biblioteca escolar

(BE/CRE)
Agrupamento Vertical de Escolas de Pedras Salgadas
Integração do processo de Auto-
avaliação no contexto da
escola/agrupamento:
Ø O papel e mais valia da auto-avaliação da BE ;
Ø
Ø O processo e o necessário envolvimento da
escola/agrupamento ;
Ø
Ø A relação com o processo de planeamento;
Ø
Ø A integração dos resultados na auto-avaliação da
escola.
Objectivos do modelo de
auto-avaliação.

Ø Tem como objectivo essencial, desenvolver uma


abordagem qualitativa, orientada para uma
análise dos processos e dos resultados,
permitindo identificar as necessidades e as
fragilidades com vista à melhoria .
Auto-avaliação da BE na escola

Ø Auto-avaliação da BE, deve ser encarada como um


processo pedagógico e regulador, que procura uma
melhoria continua na BE/Escola.
Ø
Ø A escola, deve encarar este processo como uma
necessidade e não como algo que lhe é imposto,
pois irá beneficiar de melhoria através análises e
reflexões realizadas.
Ø
Ø Espera-se que este processo de auto-avaliação
mobilize toda a escola, melhorando através da
acção colectiva as possibilidades oferecidas pela
BE.
Factores decisivos para o
Sucesso da BE/Sucesso
Educativo
Ø Colaboração entre o professor bibliotecário e os
restantes docentes:
 - na identificação de recursos
 - no desenvolvimento de actividades
conjuntas, orientadas para o sucesso do aluno.

Ø Acessibilidade e qualidade dos serviços


prestados.
Ø
Ø Adequação da colecção e dos recursos
tecnológicos.

Ø O sucesso da BE conduz ao sucesso dos alunos.


Ø
O papel e mais-valias da auto-
avaliação da BE
Ø A B.E constitui um contributo essencial para o
sucesso educativo, sendo um recurso
fundamental para o ensino e para a
aprendizagem.
Ø
 Desenvolve competências de leitura /Literacia da
Informação.

 Articula com os departamentos, professores e


alunos na planificação e desenvolvimento de
Actividades Educativas e de Aprendizagem.
Gestão participada das
mudanças.
 A grande mudança reside no facto de desenvolver
uma actividade sistemática de recolha de
informação.

 Permite ajuizar e decidir de forma fundamentada


o rumo a dar à nossa acção.
Recolha de evidencias:
( As evidências envolvem…)

Ø Documentos existentes, que regulam a Actividade


do Agrupamento ( ex. P.E.A, P.C.A, R.I. P.A.A.)
Ø
Ø Documentos da BE.: (ex. Regulamento,
Regimento, PAA. Plano acção, Guia do
Utilizador…)
 -Registos diversos:
 - Actas de reuniões
 - Relatos de actividades
As evidências envolvem:

Ø Materiais produzidos pela BE:


 - Documentos de apoio.
Ø Estatísticas da BE:
 - Requisições domiciliarias
 - Requisições para a sala de aula
 - Frequência da BE:
 - Por turma/mê
 - Utilizadores/mês
Ø Trabalhos colaborativos realizados pelos alunos no âmbito
de actividades da BE.
Ø Instrumentos de recolha de informação para a avaliação
da BE (ex: questionários aos alunos e aos professores )

Quando recolher os dados

 Os dados devem ser recolhidos em


diferentes momentos do Ano Lectivo, para
se poder verificar se existe alguma
evidência de progresso.
Estrutura do modelo
Domínios:
A B C D
Apoio ao Projectos, Parcerias e
Desenvolvimento Actividades Livres e de Gestão da
Curricular Leitura e Literacias Abertura à Comunidade Biblioteca
Escolar

Sub-domínios:
•Articulação curricular da •Apoio a actividades •Articulação da BE com a
BE com as estruturas •Promoção da leitura e livres, extra-curriculares e Escola/ Agrupamento.
pedagógicas e os acesso a outras literacias. de enriquecimento •Acesso e serviços
docentes. curricular. prestados pela BE.
•Desenvolvimento da •Projectos e parcerias. •Condições humanas e
literacia da informação. materiais para a
prestação dos serviços.
•Gestão da colecção
Para cada Domínio/Subdomínio,
são apresentados:

Factores críticos Acções para


Indicadores de sucesso Evidências melhoria/
exemplo

B.1- Trabalho da A B.E Estatísticas de Criar grupos de


B.E ao serviço da disponibiliza uma requisição, leitores, para
promoção da colecção variada e circulação no partilhar gostos e
leitura adequada aos agrupamento e uso leituras.
gostos/interesses e de recursos
necessidades dos relacionados com a
utilizadores. leitura.
Níveis de desempenho:
Nível Descrição
A BE é muito forte neste domínio. O trabalho
4 desenvolvido é de grande qualidade e
com um impacto bastante positivo.

A BE desenvolve um trabalho de qualidade neste


3 domínio mas ainda é possível
melhorar alguns aspectos.

A BE começou a desenvolver trabalho neste domínio,


2 sendo necessário melhorar o
desempenho para que o seu impacto seja mais efectivo.

A BE desenvolve pouco ou nenhum trabalho neste


1 domínio, o seu impacto é bastante reduzido, sendo
necessário interferir com urgência.
O Relatório de Auto-avaliação

Ø É um instrumento de melhoria da qualidade. Razão pela


qual, os resultados obtidos devem ser objecto de análise
colectiva e de reflexão na Escola/Agrupamento e originar
a implementação de medidas adequadas aos resultados
obtidos.
Ø
Ø Esta análise deve identificar os sucesso – pontos fortes –
no trabalho realizado em cada um dos domínios e as
limitações – pontos fracos – que correspondem a um
desenvolvimento menor.
Ø
Ø Uma grelha final sintetiza a auto-avaliação global
desenvolvida ao longo de cada ciclo de gestão de 4
anos.
Envolvimento da comunidade
- Responsável pelo desenvolvimento do
Coordenadora da B.E processo.
Mobilizar toda a comunidade escolar.
Fazer reuniões de trabalho para um maior
Promover uma cultura de avaliação.
Equipa/Colaboradores da envolvimento no processo.
B.E 

Cooperação na aplicação dos instrumentos

Departamentos de recolha de dados.


curriculares Preencher questionários e grelhas de

observação.
Fazer reflexão e dialogar sobre a avaliação

Responder a questionários /grelhas.


e definição do contributo de cada um.
Professores Dar Sugestões/Reclamações.

Responder a questionários/grelhas.
Alunos Sugestões/Reclamações.


Envolvimento da comunidade
Questionários.
Pais / Encarregados de Educação Acompanhar
Sugestões / eReclamações.
coadjuvar todo o
processo.
Discutir o processo.

Direcção
- ConselhodaPedagógico
Escola Analisar e aprovar o relatório

-Responder a entrevista/
Final.
questionário.
Fazer a análise e aprovação do

Plano de melhoria.
Impacto da avaliação
(Espera-se que a avaliação…)

- Melhore o processo de Ensino/Aprendizagem.


- Melhore a rentabilização dos recursos da BE.


-
- Conduza a planificações de actividades conjuntas no
espaço BE e sala de aula.

- Consciencialize a comunidade da importância da BE


nos resultados da aprendizagem.

- Contribua para a melhoria do desempenho da BE e da


Escola.
Conclusão

A avaliação é um instrumento de
melhoria à qualidade.

 Não constitui um fim, mas um meio


para melhorar o sucesso escolar.

 Todos juntos Vamos conseguir esse
sucesso.


Bibliografia:
 TEXTO DA SESSÃO- Documento Word
 How good is your school library resource centre? An
introduction to performance measurement - Documento PDF
 Incorporating library provision in School Self-Evaluation
Documento- PDF
 Getting the Most from Your School Library Media Program
Ficheiro






Acção de Formação – Práticas e
modelos A.A. Das BE -DREN

 Trabalho realizado por :


 -Arminda Afonso