As concepções de linguagem

e de língua determinam
o que e como ensinar

“O desafio é formar praticantes da leitura e da escrita e não apenas sujeitos que possam ‘decifrar’ o sistema de escrita.” Delia Lerner pesquisadora argentina .

Será que a forma como entendemos a linguagem e a língua interfere em nossas práticas? .

bielo-russo (1896-1934) Magda Soares. Vygotsky. mostrando como as concepções de linguagem a partir deVygotsky. russo (1895-1975) . brasileira (1934) Letramento Bakhtin. o professor Cláudio Bazzoni suscita reflexões interessantes. de Bakhtin e da ideia de letramento deve m nortear o trabalho com a língua.No vídeo que segue.

.

Mais sobre as ideias de Lev Vygotsky (1896-1934) .

Mais sobre as ideias de Mikhail Bakhtin (1895-1975) (.) a língua só existe em função do uso que locutores (quem fala ou escreve) e interlocutores (quem lê ou escuta) fazem dela em situações (prosaicas ou formais) de comunicação... .

. o aprender e o empregar a linguagem passam necessariamente pelo sujeito. o agente das relações sociais e o responsável pela composição e pelo estilo dos discursos.. . O ensinar..

.. cultural e ideológico (trecho do texto "Mikhail Bakhtin. o filósofo do diálogo"). . Esse sujeito se vale do conhecimento de enunciados anteriores para formular suas falas e redigir seus textos. histórico. um enunciado sempre é modulado pelo falante para o contexto social.. Além disso.

Os gêneros textuais .

em vez de ser passivo no momento de ler e escutar ( trecho do texto "O que ensinar em língua portuguesa"). mas o resultado das intenções de quem a produziu e o impacto que terá no receptor. e não um reprodutor de modelos. e atuante .) A expressão não era mais vista como uma representação da realidade. .Para complementar: (... O aluno passou a ser visto como sujeito ativo.

Alfabetização e letramento: aprendizagem da língua escrita .

Letramento .

Para saber mais: Livro digital: Alfabetização e letramento . de Carmi Santos e Márcia Mendonça .conceito e relações.

A aprendizagem da língua acontece a partir de práticas de linguagem. escrevendo. se aprende a ler. Quer dizer. assim como se conhece a língua materna. e não por meio de dicionários ou gramáticas (trecho do livro "Escrita nas séries iniciais". de Elizabeth Baldi) . seu vocabulário e sua estrutura gramatical. "graças aos enunciados concretos que ouvimos e reproduzimos na comunicação efetiva com as pessoas que nos rodeiam". e se aprende a escrever. lendo.

. ao entender a leitura e a escrita como práticas sociais.Delia Lerner defende que a escola. desenvolverá nos alunos os comportamentos leitores e escritores.

portanto.É fundamental mostrar aos alunos o que fazem leitores e escritores competentes. É necessário. ensinar-lhes os comportamentos escritores e leitores. .

São comportamentos escritores básicos as ações de: . isto é.Planejar o que se pretende escrever. . . escrever o texto propriamente dito.Textualizar. .Revisar o texto escrito.

textualizar e revisar o próprio texto. . Esses elementos são imprescindíveis para que o aluno consiga planejar. os objetivos que se pretende com aquele material escrito (informar. os potenciais leitores. Ou seja. etc. divertir.). para se produzir um bom texto é necessário considerar o gênero textual. encantar.Todas essas ações só são possíveis quando se tem clareza da função comunicativa do texto que está sendo produzido.

Ao escrever. .Reler para compreender melhor. os alunos também colocam em prática comportamentos leitores.Verificar se o que foi antecipado se confirma ou não. como: . pouco interessantes ou que já foram lidos.Saltar trechos incompreensíveis. . . .Antecipar a informação que segue no texto.

Além dessas ações. . . como: . .Submeter uma versão (parcial ou completa) do texto à leitura preliminar de alguns leitores para saber se objetivos definidos no planejamento estão sendo atingidos. .Comentar ou compartilhar as impressões da leitura de um texto com outras pessoas.Recomendar leituras.Pedir recomendações de leitura. é necessário ensinar aos alunos os comportamentos leitores e escritores que são mais sociais.

Em outras palavras: .

Reescrita coletiva .

PNAIC .

língua portuguesa No Caderno de Formação do PNAIC "Currículo na alfabetização: concepções e princípios" estão descritos os direitos de aprendizagem que devem pautar as práticas pedagógicas em língua portuguesa. .Direitos de aprendizagem no ciclo de alfabetização .

oralidade e análise linguística. ... nos outros.. No primeiro quadro. produção de textos escritos. os conhecimentos e as habilidades específicos a cada eixo de aprendizagem da língua portuguesa: leitura. os direitos gerais.

Direitos gerais de aprendizagem Língua Portuguesa .

Eixo da leitura .

Eixo da leitura .

Eixo da produção de textos escritos .

Eixo da produção de textos escritos .

Eixo da oralidade Eixo da produção de textos escritos .

Eixo da análise linguística: discursividade. textualidade e normatividade .

textualidade e normatividade .Eixo da análise linguística: discursividade.

Eixo da análise linguística: apropriação do Sistema de Escrita Alfabética .

Breve Vida e Obra.gl/WX3UU9.) Delia Lerner fala sobre a leitura e a escrita em contexto de estudo.gl/iyP0PV. (Disponível em: http://goo.. Acesso em 31 de maio de 2014.gl/QuQrjs. Acesso em 31 de maio de 2014.) Alfabetização ou letramento? Qual a diferença? Magda Soares explica em entrevista.gl/ETRAlW.) Construção de comportamento leitor. Acesso em 31 de maio de 2014.) .) Lev Vigotsky .gl/7cgKSo. Acesso em 31 de maio de 2014. O que é letramento? (Disponível em: http://goo. (Disponível em: http://goo.) Mas. Acesso em 31 de maio de 2014.) Reescrita coletiva. (Disponível em http://goo. (Disponível em: http://goo. (Disponível em: http://goo.Referências bibliográficas Vídeos: • • • • • • • A concepção de linguagem determina o que e como ensinar.. Acesso em 31 de maio de 2014. (Disponível em: http://goo. Acesso em 31 de maio de 2014.gl/mTei1a.gl/mHKLmo.

) . SEB. • O que são os comportamentos leitores e escritores. Márcia.Brasília : MEC.) • Produção de texto . Acesso em 31 de maio de 2014. (Disponível em: http://goo. Acesso em 31 de maio de 2014.gl/TskSsf. Secretaria de Educação Básica.) • SANTOS. -.) • SANTOMAURO.) • PINHEIRO. Alfabetização e letramento conceito e relações. O que ensinar em Língua Portuguesa. (Disponível em: http://goo. Carmi e MENDONÇA. (Disponível em: http://goo. Diretoria de Apoio à Gestão Educacional.Referências bibliográficas • Brasil. (Disponível em: http://goo.1º e 2º anos. Acesso em 31 de maio de 2014. (Disponível em: http://goo. Mikhail Bakhtin. Acesso em 31 de maio de 2014. 2012. Pacto nacional pela alfabetização na idade certa : currículo na alfabetização : concepções e princípios : ano 1 : unidade 1 / Ministério da Educação. Acesso em 31 de maio de 2014.gl/WrM4Wq. Diretoria de Apoio à Gestão Educacional.gl/nAKbmX. Secretaria de Educação Básica. Beatriz. Tatiana.gl/jFhcC0.gl/K7QkJa. o filósofo do diálogo.