Você está na página 1de 27

Gripe A

Plano de contingência do vírus H1N1


Introdução


A gripe é uma doença infecto-contagiosa
que

afecta o nariz, a garganta e a árvore

respiratória causada por um vírus. A Gripe A

é provocada por um novo vírus da Gripe, o

designado vírus da Gripe A (H1N1).

O vírus da Gripe A (H1N1) é um novo
subtipo

de vírus que afecta os seres humanos.

Sintomas


- Febre, início súbito a 39º - Muco pouco comum



- Dor de cabeça intensa - Dores musculares
intensas



- Calafrios frequentes - Ardor nos olhos intenso
Formas de transmissão

Transmissão directa (pessoa para pessoa) –
através da
inspiração de gotículas de saliva espalhadas através da

tosse ou do espirro de pessoas doentes;



Transmissão indirecta - através das mãos, quando
levadas à boca, ao nariz ou aos olhos, após contacto com

objectos ou superfícies contaminados.



Procedimentos a ter, em contexto de
sala de aula, em caso de Gripe A
1. O Professor questiona o Aluno no sentido de

averiguar se este sente sintomas de Gripe;


2. O Professor chama o Funcionário do Bloco;


3. O Funcionário do Bloco coloca a máscara no

Aluno e encaminha-o para a sala de isolamento;

4. O Funcionário do Bloco higieniza a mesa do

Aluno e procede ao arejamento da sala;


5. O Funcionário da sala de isolamento acolhe o

Aluno;


6. O Aluno desinfecta as mãos. Procede-se à

avaliação da temperatura;


7. O Funcionário do Bloco liga para o

Coordenador do grupo operacional;


8. O Funcionário desinfecta o termómetro e

inicia o preenchimento do questionário da sala

de isolamento;


9. O Coordenador do grupo operacional, ou

o seu substituto levanta a ficha de saúde do

aluno e desloca-se à porta da sala de
10. Toma conhecimento do estado de saúde

do aluno, liga para a linha de saúde 24 e age em


conformidade com as orientações recebidas.


Providencia o contacto com o Encarregado de


Educação do Aluno;

11. Caso o Aluno se desloque ao centro de


referência para a Gripe A (via escola), deve


fazer-se acompanhar de uma cópia da ficha de


saúde e do questionário da sala de isolamento;


12. Caso o Aluno aguarde a chegada do


Encarregado de Educação na sala de isolamento




13. Após a saída do Aluno da sala de isolamento

o Funcionário procede à higienização de todo o

espaço e material utilizado, areja a sala e

preenche a grelha de presença na sala de

isolamento;


14. Não é permitida a entrada ou estadia de

pessoal não autorizado na sala de isolamento.

Não
entr
a
r
Procedimentos a ter, fora da sala
de aula, em caso de Gripe A

1. O Aluno dirige-se ao Funcionário do Bloco

mais próximo;
 Febre e
tosse…


2. O Funcionário questiona o Aluno

no sentido de averiguar se

este sente sintomas de Gripe A;


3. O Funcionário segue o procedimento a partir

do número 3 do caso anterior;

Medidas de higiene


O contágio ocorre dois dias antes dos
primeiros sintomas, e nos sete dias

seguintes.


Os professores, funcionários e alunos
devem adoptar as seguintes regras gerais

de higiene, válidas para a prevenção da


Gripe A.


Regra nº 1
• Cobrir a boca e o nariz quando se tosse ou

espirra.


Cobrir a boca e o nariz com lenço de papel, nunca com a mão.

Colocar o lenço de papel no caixote do lixo. No caso de não se poder

usar lenço de papel, tapar a boca com o antebraço. A seguir, lavar
as

mãos. A escola deve facilitar o acesso a lenços de papel.

Regra nº2
• Lavar frequentemente as mãos


Lavar frequentemente as mãos, com água e sabão, ou com
uma solução de base alcoólica, em especial após ter tossido,
espirrado ou assoado o nariz, ou após se terem utilizado
transportes públicos ou frequentado locais com grande afluência
de público.

Como regra geral de higiene, devem lavar-se as mãos,
igualmente, antes e depois de comer, antes e depois de preparar
refeições, sempre que se utilize a casa de banho, mexa em lixo,
terra, detritos ou dejectos de animais.

 Lavar as mãos sempre que se sirva comida, ou
mexa
em objectos de utilização partilhada. Fazer o mesmo

quando se cuida de pessoas doentes.


As crianças e os jovens devem ser ensinados a lavar as


mãos, usando de preferência sabonete líquido, durante

pelo menos 20 segundos. Devem, também, ser ensinados


a não tocar com as mãos sujas na boca, olhos ou nariz.


Deve-se evitar a partilha de objectos (livros,


lápis/canetas, telemóvel, computadores pessoais,

objectos diversos, alimentos…).



Regra nº3
• Evitar o contacto com pessoas quando se

têm sintomas de Gripe
 Sempre que profissionais ou alunos apresentem febre e

sintomas de Gripe, não devem frequentar a escola, até a

situação ser esclarecida por um profissional de saúde,
através da

Linha Saúde 24 – 808 24 24 24.

Quando se têm sintomas de Gripe, deve guardar-se uma

distância mínima de 1 metro, quando se fala com outras
pessoas.

O cumprimento com beijos ou abraços deve ser evitado.

Para obter informação sobre as medidas a adoptar,
Regra nº4
• Evitar o contacto com pessoas que
apresentem sintomas de Gripe

 Deve evitar-se, sempre que possível, o contacto próximo


com pessoas que apresentem sintomas de Gripe.
FI M

Você também pode gostar