Você está na página 1de 12

Escola Secundária da Maia

Desequilíbrio dos
Ecossistemas
8ºD

Andreia Carvalho nº3


Filipa Freitas nº7

Maia, 27 de Fevereiro de 2008


Índice
 Introdução
Diapositivo 1
 Poluição do Solo Diapositivo 2

 Poluição da Atmosfera Diapositivo 3

 Poluição da Água
Diapositivo 4

 Catástrofes Naturais Diapositivo 5/6

 Catástrofes Artificiais Diapositivo 7/8

 Conclusão Diapositivo 9

 Bibliografia
Diapositivo 10
Introdução
• Este trabalho foi realizado com base na matéria
dada.
• Os temas abordados neste trabalho têm a ver
essencialmente com:
– o meio ambiente,
– a sua degradação
– e as várias formas de poluição que afectam o nosso
planeta.
• Para elaborar este trabalho recorremos a todo o tipo
de informações que pudessem ser encontradas
– através dos meios que dispomos.
• O nosso principal objectivo foi:
– sensibilizar as pessoas para este problema que se tem
agravado ao longo dos tempos
– e suscitar um pouco mais de cuidado e respeito para
com a Natureza.
Poluição do Solo

A poluição do solo é uma


das formas de poluição
que afecta a camada
superficial da crosta
terrestre, causando
estragos à natureza, à vida
humana e ao ambiente.
Consiste na presença de
elementos químicos, de
origem humana que
prejudicam as formas de
vida e o seu
desenvolvimento regular.
Fig.1-Lixeira ao ar Livre
A poluição do solo pode ser
urbana ou agrícola.
Poluição da Atmosfera
A poluição do ar resulta da emissão de gases poluentes ou
de partículas sólidas na atmosfera. Este tipo de poluição
pode dar origem ao efeito estufa, às alterações
climatéricas, à diminuição da qualidade do ar, a problemas
de sáude nos seres vivos, entre outros.
Quando uma pessoa respira as poluído com frequência, as
partículas existentes no ar podem depositar-se nos
pulmões.
Existem diferentes causas de contaminação do ar, tais
como:
o O fumo que sai pelas chaminés.
o O fumo que sai pelos tubos de escape dos meios de
transporte.
o Queimar lixos ao ar livre.
o O uso, em demasia de insecticidas e outros sprays.
Poluição da Água
A água pode ser poluída
através do meio aquático,
pode ser imprópria para o
consumo humano, mas ao
estar em equilíbrio com o
seu meio não se pode dizer
que é poluída. Um exemplo
pode ser a água dos
oceanos, que devido à sua
composição mineral não se
encontra dentro dos
padrões definidos para ser
consumida, mas no
Fig.2-Rio poluído entanto não pode ser
considerada como poluída.
Catástrofes Naturais
Terramoto ou sismo é um
fenómeno passageiro da
superfície da terra, que
resulta de movimentos
subterrâneos da actividade
vulcânica ou por
deslocamento de gases no
interior da Terra.
A maioria dos terramotos
acontecem nas fronteiras Fig.3-Terramoto
entre placas tectónicas ou
em falhas entre dois blocos
rochosos.
Os efeitos dos terramotos
consistem na vibração do
solo, na abertura de falhas,
deslizamentos de terra,
tsunamis e mudanças na
rotação da terra. O maior
terramoto deu-se no Chile
em 1960 atingindo 9.5 na
escala de Richter
Catástrofes Naturais

A seca é um fenómeno climático causado pela falta de


precipitações numa determinada região e durante um longo
período de tempo.
A diminuição do volume da água no Mar de Aral é
considerado um dos maiores desastres ambientais e
humanos da história, que produziu uma situação de seca.
Este fenómeno provoca desequilíbrios hidrológicos
importantes. Normalmente a ocorrência da seca dá-se
quando a evapotranspiração (é o processo natural realizado
por vegetais para perderem água para o ambiente, por meio
do qual a vegetação e o solo enviam para a atmosfera
humidade, aumentando-a do ar tornando as chuvas mais
constantes), ultrapassa por um período de tempo e a
precipitação de chuvas.
Catástrofes Artificiais

Fig.4-Máquina de guerra Fig.5-Homens na guerra

A guerra é uma das principais catástrofes existentes,


provoca muito sofrimento e acima de tudo muitas mortes.
Tens muitas origens, de onde se destaca pelos seus
recursos, por exemplo, o tráfico de arma. Em 1945, a
tecnologia criou as armas nucleares, cujos efeitos são
espantosos.
A guerra é um acontecimento muito antigo, que já é
praticado à muitos anos e tem consequências
devastadoras.
Catástrofes Artificiais
O terrorismo é um dos
principais problemas
das sociedades
modernas, tem muitas
causas e
consequências, algumas
delas conhecidas pela
comunicação social. A
intolerância é a base
deste fenómeno em
expansão.
O terrorismo obrigou
Fig.6-Catástrofes também a grandes
mudanças a nível da
segurança, em
Portugal.
Conclusão
• As conclusões a que chegamos foram várias.
• Uma delas é o facto de que as catástrofes naturais são
fruto, muitas vezes, da falta de cuidado por parte do homem
e por uma negligência extrema das consequências que tais
actos podem trazer à vida terrestre.
• Concluímos que o avanço da tecnologia tem contribuído
de igual modo para o aumento dos níveis de poluição
existentes no meio ambiente que nos rodeia, o que afecta o
nosso planeta de uma forma geral.
• A nosso ver, este trabalho retrata apenas um pouco da
realidade do nosso mundo, que infelizmente tem vindo a
piorar a cada dia, devido à falta de sensibilidade do ser
humano.
Bibliografia
Livros:

ANTUNES, Cristina, entre outros, Descobrir a


Terra 8, Areal Editores, Porto, 2007.

Sites:

www.aprenderbrincando.no.sapo.pt/
tipos_de_poluiçao.htm
www.wikipedia.org/catastrofes_naturais.com