Você está na página 1de 17

Universidade Federal de Campina

Grande UFCG
Centro de Educao e Sade - CES

Programa de Ps-Graduao em Cincias Naturais e Biotecnologia


Mestrado acadmico
Docentes:Dr Magnlia
Componente Curricular: Biologia celular e
molecular

Controle da Expresso
Gnica
Mestrando: Jos Leonardo Costa
Raulino
1

Expresso Gnica
O termo Expresso Gnica refere-se ao
processo em que a informao codificada
por um determinado gene decodificada
em uma protena.

Diferenciao celular
Os diferentes tipos celulares num organismo multicelular diferem
significadamente tanto em estrutura como em funo.

Mudanas na expresso gnica


Isso ocorre por que esses tipos de
clulas sintetizam e acumulam diferentes
conjuntos de molculas de RNA e
protenas.

Os diferentes tipos celulares de um organismo


multicelular contm o mesmo DNA

A Expresso Gnica pode ser regulada em muitas


etapas no caminho que vai do DNA ao RNA at a
protena

1. Controlando como e guando um determinado gene transcrito;


2. Controlando como o transcrito de RNA submetido ao splicing ou
processado;
3. Selecionando quais mRNAs completos so exportados do ncleo para o
citoplasma e determinando onde no eles ficam localizados;
4. Selecionando quais mRNAs so traduzidos pelos ribossomos;
5. Desestabilizando seletivamente certas molculas de mRNAs no citoplasma
e;
6. Ativando, inativando, degradando e compartimentalizando seletivamente
5
molculas de protenas especficas aps a sua produo.

Como uma clula determina quais dos seus


milhares de genes transcrever?

Regio
reguladora de
DNA

(2) Protena de
regulao
gnica

Simples e
complexas

Componentes
fundamentais

(1) Trechos de
DNA de uma
sequncia
definida

A poro externa da hlice de DNA pode


ser lida por protenas
Modelo de preenchimento de espaos de DNA mostrando os sucos maior
e menor na parte externa da dupla-hlice.

Algumas protenas de regulao gnicas e as sequncias de


DNA que elas reconhecem

Ligao de uma protena de regulao gnica ao


sulco maior do DNA

10

Motivos de ligao ao DNA nas


protenas de regulao gnica
Motivo
hlice-voltahlice

Motivo
hlice-alahlice

Motivo zper
de leucina

Motivo
homeodom
nio

Motivo de
ligao ao
DNA dedos
de zinco
11

Motivo de ligao ao DNA hlice-volta-hlice

12

Algumas protenas de ligao ao DNA


hlice-volta-hlice

13

Motivo de ligao ao DNA homeodomnio


ligado a sua sequncia de DNA especfica

14

Motivo de ligao ao DNA dedos de zinco

15

Ligao ao DNA por uma protena dedo


de zinco

Esse
tipo
de
estrutura
frequentemente encontrado em
um grupo contendo dedos de zinco
adicionais, arranjados um aps o
outro de maneira que a hlice de
cada um possa ligar ao sulco maior
do DNA

16

Referncia
BRUCE ALBERT, et al.; traduo, ANA LETCIA DE
SOUZA VANZ, et al.: Biologia Molecular Clula.
5. ed., Porto Alegre; Artmed, 1396 p, 2010.

17

Você também pode gostar