Você está na página 1de 17

Gesto de Recursos

Hdricos
Arthur Hlio Albergaria Campos
Layon Adriano de Oliveira Perptuo
Lucas Borges Cavaliere
Lucas Morelle Pinheiro Oliveira
Luciana Duarte de Andrade

Bem fundamental vida


Escassez
Gesto

1/1

O que gesto de recursos


hdricos?

Uso, controle e proteo


Projetos e aes

Minimizar os efeitos de algumas aes


Gesto integrada e participativa
Tratamento da gua

gua tratada, direito de todos


Boa qualidade
Otimizao

Finalidade da gesto
integrada
Conflitos de uso e a escassez
Desequilbrio do balano demanda x
disponibilidade
Melhoria das condies socioeconmicas
Melhoria na qualidade de vida

Princpios bsicos
Abordagem integrada nos diferentes nveis
Articulao entre as diferentes entidades
intervenientes
Superviso e controle do sistema de gesto
pelo poder pblico

Gesto por bacias hidrogrficas


nfase na gesto da demanda

Reconhecimento da gua como um bem


econmico
"A gua no uma doao gratuita da natureza; ela
tem um valor econmico: precisa-se saber que ela ,
algumas vezes, rara e dispendiosa e que pode muito
bem escassear em qualquer regio do mundo."

Evoluo dos mecanismos de


gesto
Fase burocrtica
Fase econmico-financeira
Fase de integrao participativa

Fase burocrtica

A primeira experincia brasileira na gesto


de recursos hdricos foi na dcada de 30.
(nicio da fase burocrtica)
etapa da administrao dos recursos hdricos
no Brasil

Objetivo predominante: cumprir e fazer


cumprir os dispositivos legais sobre guas.
Foi gerada grande quantidade de leis,
decretos, portarias, regulamentos e
normas, sobre uso e proteo

Problemas do sistema :
Padronizao no atendimento a demandas
excesso de formalismo
desempenho restrito ao cumprimento de
normas

Apesar de ter fracassado na produo de um


gerenciamento eficiente das guas no Brasil,
esse modelo encontrou condies propcias
para ser reformulado com o preparo das novas
constituies federal e estaduais, a partir de
1988.

Modelo Sistmico de integrao


participativa
MODELOS DE GESTO
ECONMICOFINANCEIROGERENCIAL

BUROCRTICO

Comandocontrole
Ao pontual e
reativa
Legalismo
Planejamento
centralizado

Mercado Gestor
Regulaoprivatizao
Intervencionismo:
Nointegrador/gerador
de desigualdades

SISTMICO DE
INTEGRAO
PARTICIPATIVA
Estado
MediadorIndutor
Participao e
Controle social
Representatividade
Esfera Pblica
Planejamento
estratgico e por
bacia hidrogrfica
Negociao e Pacto
Social

Atual, moderno, objetivo e estratgico


Inspirado em experincias internacionais como a Frana
Negociao social
Planejamento estratgico, participativo e com viso multissetorial por
bacia hidrogrfica
Cobrana pelo uso dos recursos
Controle para a gesto da oferta e da demanda
Descentralizao do gerenciamento. Estado e Sociedade criam
comits, conselhos e agncias de bacias hidrogrficas.

Você também pode gostar