Você está na página 1de 8

Constante de dissociação

da água, pH e acidez
Organismos são compostos por
ambientes aquosos
• Os sistemas orgânicos são essencialmente
aquosos, o que implica dizer que a grande
maioria das reações bioquímicas ocorre em
água.
• A estrutura (forma) dos reagentes é importante
para que as reações químicas ocorram.
• As propriedades da água podem determinar a
estrutura ou alterações na estrutura de
diferentes moléculas, favorecendo ou
inviabilizando diversas reações bioquímicas.
• LEMBRE-SE: forma e função das biomoléculas
estão intimamente relacionadas.
Algumas propriedades da água
• Polaridade: apesar de não possuir
cargas líquidas, a molécula de água
tem características de um dipolo (=
dois polos) devido à eletronegativida-
de do átomo de oxigênio.
• Dessa forma, a molécula se comporta
como se tivesse uma carga parcial
positiva próxima a cada átomo de hi-
drogênio e duas cargas parciais nega-
tivas próximas ao oxigênio.
• Esta natureza polar da água determi-
na suas propriedades como solvente.
• Água dissolve solutos pelo princípio da
atração entre cargas opostas.
• Substâncias solúveis em água são
chamadas hidrossolúveis (ou hidro-
fílicas) e substâncias insolúveis em
água são chamadas hidrofóbicas.

Fonte da figura:
Lehninger Princípios de Bioquímica 3.ed., 2002.
Algumas propriedades da água
• Dissociação da água: As moléculas de água têm uma pequena tendência a
se dissociarem em íons H+ e OH-, estabelecendo o seguinte equilíbrio:
H2O H+ + OH-
• A constante de dissociação desta equação é representada por Ka é igual a:
Ka = [H+] . [OH-]
[H2O]
• Em água pura a 25ºC, a concentração de água é igual a 55,5 M (constante)
e é muito maior que as concentrações de H+ e de OH- (10-7 M, cada).
Portanto, o produto Ka . [H2O] também é constante. É representado por Kw,
que é chamado de produto iônico da água e tem valor igual a 10-14.
Kw = [H+] . [OH-] = 10-14

• Sendo o Kw constante, se a concentração de H+ em água se eleva a concentração de


OH- deve diminuir proporcionalmente, e vice-versa.

Fonte da figura:
Lehninger Princípios de Bioquímica 3.ed., 2002.
Algumas propriedades da água
• Nos interessa conhecer as concentrações de H+
em soluções aquosas porque íons H+ podem
alterar carga e estrutura das biomoléculas,
alterando o andamento das reações químicas.
• As concentrações de H+ em soluções é que
determinam suas características de acidez ou
basicidade: quanto maior a concentração de H+
em solução, maior a sua acidez; quanto menor a
contração de H+ em solução, menor sua acidez
(= maior sua basicidade ou alcalinidade).
Ácidos e bases
• Ácidos podem ser definidos como substâncias
capazes de doar prótons (H+).
• Bases são substâncias capazes de receber
prótons.
• Ácidos fortes dissociam-se totalmente quando
em solução (têm grande tendência de doar seus
prótons).
• Ácidos fracos dissociam-se muito pouco em
solução (têm pequena tendência de doar seus
prótons).
A escala de pH
• As concentrações de H+ são expres- A escala de pH
sadas pelo pH.
• Trata-se de uma forma mais conveni-
ente de indicar as [H+].
pH = -log10[H+]
• O Kw é a base utilizada para
fundamentar a escala de pH.
• pH = 7,0 é dito neutro
• pH < 7,0 é ácido (quanto menor, mais
ácido)
• pH > 7,0 é básico ou alcalino (quanto
maior, mais alcalino).
• Medidas de pH do sangue e urina são
empregadas em diagnóstico (certas
condições patológicas causam varia-
ções do pH normal).

Fonte da figura:
Lehninger Princípios de Bioquímica 3.ed., 2002.
pH de alguns
Alvejante doméstico
fluidos aquosos
Amoníaco doméstico

Crescimento
básico

Solução de bicarbonato
de sódio (NaHCO3)

Água do mar, clara de ovo

Neutro Sangue humano, lágrima

Leite, saliva

Café preto
Cerveja
Suco de tomate
Crescimento Vinho tinto
ácido
Coca-cola, vinagre

Suco de limão
Ácido gástrico

Fonte da figura:
Lehninger Princípios de Bioquímica 3.ed., 2002.