Você está na página 1de 30

Programa da disciplina Dermato-

Funcional
01. Apresentação da Disciplina - Teórica
02. Sistema Tegumentar - Anatomia, Histologia e Fisiologia - Teórica
03. Biotipos Cutâneos. Envelhecimento Cutâneo - Teórica
04. Avaliação - Biotipo Cutâneo e Envelhecimento Cutâneo - Prática
05. Cicatrização - Teórica
06. Cosmetologia - Teórica
07. Acne. Peeling - Teórica
08. Peeling Ultra-sônico - Prática
09. Estrias - Teórica
10. Sobrepeso e Obesidade - Teórica
11. FEG - Fibro-edema-gelóide - Teórica
12. Flacidez - Teórica
13. Avaliação Corporal e Recursos Terapêuticos em Dermato-Funcional -
Teórica
14. Avaliação Corporal - Prática
15. Recursos Terapêuticos em Dermato-Funcional - Teórica
16. Recursos Terapêuticos em Dermato-Funcional - Prática
17. Recursos Terapêuticos em Dermato-Funcional - Prática
18. Orientação do Projeto de Pesquisa. Revisão AVI - Teórica
19. Orientação do Projeto de Pesquisa - Teórica
Programa da disciplina Dermato-
Funcional
20. AVI - Primeira Avaliação Teórica - Teórica
21. Entrega das Notas da AVI e do Projeto de Pesquisa - Discussão em sala -
Teórica
22. Mastectomia - Teórica
23. Queimaduras - Teórica
24. Cirurgias Plásticas Faciais - Teórica
25. Cirurgias Plásticas Corporais - Teórica
26. Cirurgias Plásticas Corporais - continuação - Teórica
27. Sistema Linfático - Teórica
28. Drenagem Linfática - Teórica
29. Drenagem Linfática Manual - Principais Manobras - Prática
30. Drenagem Linfática Manual - MMSS e MMII - Prática
31. Drenagem Linfática Manual - Tronco, Mamas e Face - Prática
32. Drenagem Linfática Manual - Pós-Operatório de Cirurgias Plásticas e
Pós-Mastectomia - Prática
33. Apresentação de Seminários - Prática
34. Revisão para AVII - Teórica
35. AVII - Avaliação Teórica - Teórica
Fisioterapia Dermato-funcional
Sistema Tegumentar

Profª: Shirley Mergulhão


Sistema Tegumentar - Anatomia

• O que é: O tegumento ou pele cobre a superfície do


corpo protegendo-o das influências ambientais danosas.
Como a pele é facilmente acessível, ela é importante
nos exames físicos. A pele representa 12% do peso
seco total do corpo, com peso de aproximadamente 4,5
quilos, é o maior sistema sensorial de órgão exposto ao
meio ambiente.
• Praticamente idêntica independente da etinia.
• É constituída de duas* camadas:
1. Epiderme;
2. Derme;
• Hipoderme (tecido adiposo).
Fábio Borges, Guirro & Guirro 2002
Detalhe da pele Humana

Pele humana

Site: www.wikipedia.com.br
Anatomia da Pele

Guirro & Guirro, 2002


Constituição da pele
• Epiderme: não é vascularizada, amolda-se
perfeitamente sobre a camada papilar da derme e se
subdivide em duas partes:
1. A pele que envolve todo nosso corpo;
2. E a pele da palma da mão e pés, onde tem camada
mais grossa, não tem pêlos e é conhecida como
glabra, chegam a 2 mm de espessura, bem mais
grossa que a pele que envolve nosso corpo
• Pigmentação da pele;
• Proteção contra UVA/UVB – melanina;
• Permeabilidade moderada à água.
.
Guirro & Guirro, 2002
Constituição da pele

• Permeável aos lipídeos - pomadas, cremes ou


adesivos;

• Sensibilidade – dor;

• Proteção contra agressões externas – químicas,


físicas e perda de líquidos.

Guirro & Guirro, 2002


Constituição da pele

• Derme: A derme, cório, cútis verdadeira ou pele


verdadeira é rija, flexível e elástica. É mais
espessa na superfície dorsal do corpo que na
ventral e na parte lateral mais que na medial dos
membros. Nas pálpebras, escroto e pênis é
excessivamente fina e delicada.

Guirro & Guirro, 2002


Constituição da pele
• A camada reticular consiste de tecido conjuntivo
fibroelástico, composto sobretudo de feixes
colágenos. As células desta camada são
principalmente fibroblastos e histiócitos (cel. de-
fesa). Nas camadas mais profundas da camada
reticular encontram-se glândulas sudoríparas,
sebáceas, folículos do pêlo e pequenos
acúmulos de células.
• constituída por elementos fibrilares:
1. Colágeno;
2. Elastina.
Guirro & Guirro, 2002
Colágeno e Elastina

Fibras de colágeno

Elastina

Site: www.googleacadêmico.com.br
Super produção de colágeno

Site: www.googleacadêmico.com.br
Tratamento para quelóides:
• Submeter o indivíduo a retirada da
quelóide, através de cirurgia;
• Tomar sessões de betaterapia (radioterapia), no
dia seguinte após a cirurgia para retirada do
tumor queloidiano, o número de sessões, quem
determinará é o profissional que realizou a
cirurgia de retidada do tumor;
• Injeções de corticoide no local do tumor.
Função da Pele
• Proteção do corpo contra o meio ambiente, absorção de choque, abrasões,
perda de líquido, substâncias nocivas e microorganismos invasores;

• Regulação do calor através das glândulas sudoríparas e vasos sanguíneos.


Isolamento térmico do organismo;

• Sensibilidade por meio dos nervos superficiais e suas terminações sensitivas;

Guirro & Guirro, 2002


Função da Pele

• Modela superfície corporal;


• Auxilia na fixação de órgãos;
• A hipoderme conecta a fáscia e os músculos;
• Percepção – órgão sensorial (tato);
• Papel Social (afeto);
• Expressões – rubor, palidez, sudorese;
• Transpiração, secreção;
• Fronteira – delimitação entre ambiente interno e externo.
Anexos da pele:

Na pele são observadas várias estruturas anexas,


tais como:
• Pêlos (folículo piloso);
• Glândulas sebáceas;
• Glândulas sudoríparas;
• Vasos e nervos.

Guirro & Guirro, 2002


Sistema Tegumentar - Histologia
• Epiderme:
• A epiderme é constituída por um epitélio estratificado pavimentoso
queratinizado.
• Camada basal: São responsáveis pela constante renovação do epitélio,
nutrição e produção de queratina com intensa atividade mitótica (divisão),
por isto, esta camada também é conhecida como camada germinativa.
• Camada espinhosa: Essas expansões unem-se através de
desmossomas (junção celular constituída por duas partes), o que dá a
célula um aspecto espinhoso e as tornam resistentes ao atrito com a pele;
• Camada granulosa: Substância que se espalha no espaço intercelular
vedando esta camada de células, impedindo a passagem de compostos,
principalmente de água (barreira impermeável).

Site: www.googleacadêmico.com.br
• Camada Lúcida: células achatadas, cujos núcleos e
organelas desapareceram; região plantar e palmar.
• Camada Córnea: Encontram-se na região plantar e palmar,
sem núcleo e sem organelas, citoplasma cheio de queratina.
Apresenta, equilíbrio entre a descamação e formação de
novas células queratinizadas.
• A epiderme apresenta tipos de células:
• Queratinócitos: São as células mais numerosas da
epiderme. São as que se tornam queratinizadas (sofrem
descamação).
• Melanócitos: Seus dentríticos são dirigidos para a superfície
da epiderme; no seu interior ocorre a síntese de melanina,
pigmento de cor marrom escura;

Site: www.googleacadêmico.com.br
Epiderme – Camadas:
• Local onde há uma grande concentração de queratina:

Site: www.googleacadêmico.com.br
• Derme:
A pele consiste em um tecido conjuntivo com quantidade
variável de fibras elásticas e numerosos nervos, vasos
sanguíneos e linfáticos. O tecido conjuntivo se dispõe
em duas camadas: uma profunda ou reticular e a outra
superficial ou papilar.
• Camada Papilar:
• Fibras de colágeno e elastina finas;
• Aderência maior da derme com epiderme;
• Camada Reticular:
• Fibras de colágeno e elastina mais espessas e maiores.
Derme – Camadas:
• Hipoderme:

Também chamado de tecido subcutâneo, é formado por


tecido conjuntivo frouxo. È a camada responsável pelo
deslizamnto da pele sobre estruturas na qual se apóia.
A hipoderme é rica em células que armazenam gordura
(adipócito).
A hipoderme tem como função a reserva energética,
proteção contra choque mecânico e isolante térmico.
• Pêlos:

Os pêlos são delgadas estruturas queratinizadas que se


desenvolvem a partir de uma invaginação de epiderme.
Estão presentes praticamente em toda superfície do
corpo, com exceção de algumas regiões bem
delimitadas.
Cada pêlo origina-se de uma invaginação da epiderme, o
folículo piloso, que, no pêlo de crescimento, apresenta-
se com uma dilatação terminal, o bulbo piloso.
Sistema Tegumentar - Fisiologia
1) Corpúsculos de Paccini: (Táteis)
Captam especialmente estímulos vibráteis e táteis. A
camada terminal é capaz de captar a aplicação de
pressão.

3) Terminações nervosas livres: (térmicos e dolorosos)


Sensíveis aos estímulos mecânicos, térmicos e
especialmente aos dolorosos.
Na pele sem pêlo encontram-se, ainda, outros receptores
específicos:
4) Corpúsculos de Meissner: (táteis)
Estão nas saliências da pele sem pêlos (como nas partes
mais altas das impressões digitais).

5) Bulbos terminais de Krause: (temperatura)


Receptores térmicos de frio. São formados por uma fibra
nervosa cuja terminação possui forma de clava.Situam-se
nas regiões limítrofes da pele com as membranas mucosas
(por exemplo: ao redor dos lábios e dos genitais).
RECEPTORES DE SUPERFÍCIE SENSAÇÃO PERCEBIDA

Receptores de Krause Frio

Receptores de Ruffini Calor

Discos de Merkel Tato e pressão

Receptores de Vater-Pacini Pressão

Receptores de Meissner Tato

Terminações nervosas livres Principalmente dor


OBRIGADA