Você está na página 1de 16

Missão Artística Francesa

A INFLUÊNCIA DA
MISSÃO ARTÍSTICA FRANCESA

 Chegada da família real portuguesa – início do séc.


XIX (por volta de 1808).
 D. João VI e sua comitiva (15.000 pessoas).
 Reformas administrativas, sócio-econômicas e
culturais.
 A Missão Artística Francesa.
Artistas Independentes da Missão
Artística Francesa

 Claude Joseph Barandier- França


 Thomas Ender - Áustria
 Johann-Moritz Rugendas - Alemanha
A Missão Artística Francesa

 Chegou ao Brasil em 1816,


chefiada por Joachin Lebreton.
 Artistas: Nicolas Antoine
Taunay, Jean-Baptiste Debret
e Auguste-Henri-Victor
Grandjean de Montigny.
 1826 – Imperial Academia e
Escola de Belas Artes.
 Artistas independentes
(Áustria, França, Alemanha),
motivados pelas paisagens dos
trópicos e uma burguesia
desejosa de ser retratada.

Morro de Santo Antônio – Nicolas-Antoine Taunay


Dom Afonso, Príncipe Imperial do Brasil,
de Claude Joseph Barandier
Cidade do Rio de Janeiro, Thomas Ender
Desembarque de escravos negros,
de Johann-Moritz Rugendas
Jean-Baptiste DEBRET
 É o mais conhecido pelos brasileiros.
 Documentou a vida no Brasil durante o séc. XIX.
 Fazia pintura de história, gênero mais elevado na Academia. A função deste tipo de
representação é dotar o monarca de grandiosidade.
 1791 a 1831 – TEMAS:
- Cenas brasileiras.
- Retrato da família real.
- Pinturas de cenário (Teatro São João).
- Ornamentação da cidade do RJ para festas públicas e oficiais /
solenidades de aclamação de D. João VI.
 Seu trabalho mais conhecido é Viagem Pitoresca e Histórica ao Brasil,
Brasil
em três volumes.
Volume 1: indígenas brasileiros.
Volume 2: sociedade do Rio de Janeiro.
Volume 3: retratos imperiais, decorações, plantas e florestas do Brasil.
Obras de Debret
DEBRET
 D.Pedro I – coroa e
cetro (símbolos do
poder imperial).
 1º plano – autoridades
da corte e da igreja.
 Imperatriz e uma
criança na sacada.
 Plano mais afastado -
outros membros da
corte em posição mais
rígida. Coroação de Dom Pedro I, Imperador do Brasil
DAVID E DEBRET
Atividade informal – David versus Debret
Leitura comparativa de obras (PAS)
PEDRO AMÉRICO (Acadêmico)

 Pintura abrangendo temas bíblicos e


históricos.
 Grande retratista.
 Obra PAS - TIRADENTES
BELMIRO DE ALMEIDA
 Rompe com a temática neoclássica
do academicismo e apresenta
imagens em ambientes fechados
retratando a relação perfeita entre o
clima e o tema representado.
 Grande desenhista e colorista
(superando os ensinamentos da
academia).
 Já usava recursos da Arte Moderna
(Impressionismo, Pontilhismo e
Futurismo).

Arrufos, 1887. Óleo sobre tela, 89 x 116 cm. Acervo do Museu


Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro.
• Aula elaborada pelo Arte-educador
Wagner Bôa Morte.
Contato e sugestões para o e-mail:
wagnerboamorte@yahoo.com.br

• As imagens são de uso exclusivamente


educacionais.

Interesses relacionados