Você está na página 1de 9

2 


   


mdgar orin e
o ensamento omplexo

O que é a complexidade, afinal?

Por: Isa Sara Rêgo


Orientação: Denise Coutinho
iografia

‡ Edgar Morin, pseudônimo de Edgar Nahoum, filho único de uma


família judaica, nasceu em Paris, em 8 de Julho de 1921;

‡ Estudou direito, história, filosofia, sociologia e economia. Em


1942, obteve a licenciatura em direito e em história e geografia;

‡ Em 1941, adere ao partido comunista;


‡ Entre 1942 e 1944, participou da Resistência, como tenente das
forças combatentes francesas;
iografia

‡ É transferido para a Alemanha ocupada, como adido ao Estado


Maior do Primeiro Exército Francês na Alemanha, em 1945 e, em
1946, como chefe do departamento de propaganda do governo militar
francês ;
‡ Em 1955, coordena um comitê contra a guerra da Argélia;

‡ Nomeado diretor de pesquisa do CNRS em 1970, será também,


entre 1973 e 1989, um dos diretores do Centro de estudos
transdisciplinares da EHESS, sucessor do CECMAS.
o ensamento omplexo

áO conhecimento científico também foi durante muito


tempo e continua sendo concebido como tendo por missão
dissipar a aparente complexidade dos fenômenos a fim de
revelar a ordem simples a que eles obedecem .´ (p.5)
o ensamento omplexo

2  

 

1° Acreditar que a
complexidade conduz 2° Confundir
complexidade com
à eliminação da completude.
simplicidade.
o ensamento omplexo
Æ  
  
1. causa pro unda do erro não está no erro de ato ou no erro lógico,
mas no modo de organização de nosso saber no sistema de idéias

  
o ensamento omplexo
Æ  
  
2. á uma nova ignorância ligada ao desenvolvimento da própria
consciência

3. á uma nova cegueira ligada ao uso degradado da razão


o ensamento omplexo
Æ  
  
4. s ameaças mais graves em que incorre a humanidade estão ligadas
ao progresso cego e incontrolado do conhecimento (armas
nucleares, manipulações de todo tipo, desregramento ecológico,
etc.)
mm 


MORIN, Edgar.    


. 3. ed.Trad. Eliane Lisboa. Porto Alegre:
Sulina, 2007, 120p.