Você está na página 1de 38

Epidemiologia

e Vigilância Epidemiológica

Dafne Borba
Epidemiologia

 Etimologicamente  “Ciência do que


ocorre com o povo”

Epi (sobre)
Demós (povo)
Logos (palavra, discurso, estudo)

A Epidemiologia é a ciência que estuda os padrões da


ocorrência de doenças em populações humanas e os fatores
determinantes destes padrões (Lilienfeld, 1980).
Epidemiologia: definição

 “Ciência que estuda o processo saúde-


doença em coletividades humanas,
analisando a distribuição e os fatores
determinantes das enfermidades, danos à
saúde e eventos associados à saúde
coletiva, propondo medidas específicas de
prevenção, controle, ou erradicação de
doenças, e fornecendo indicadores que
sirvam de suporte ao planejamento,
administração e avaliação das ações de
saúde”
 (ROUQUAYROL; GOLDBAUM, 2003)
Objetivos da Epidemiologia


 Descrever o espectro clínico das doenças e sua história
natural;


 Identificar fatores de risco de uma doença e grupos de
indivíduos que apresentam maior risco de serem
atingidos por determinado agravo;


 dentificar o agente causal ou fatores relacionados à causa
dos agravos à saúde;

 entender a causação dos agravos à saúde;


Objetivos da Epidemiologia

v Definir e determinar os fatores contribuintes aos agravos à


saúde ;

v
v Identificar e explicar os padrões de distribuição geográfica das
doenças;

v
v Estabelecer os métodos e estratégias de controle dos agravos
à saúde;

v
v Estabelecer medidas preventivas;

v
Para que Epidemiologia ?

 PRESSUPOSTOS

A doença não ocorre ao acaso


 Apresenta fatores causais que
podem ser prevenidos

Distribuição e determinantes da freqüência


com que as doenças ocorrem
Evolução histórica da
epidemiologia
PIERRE LOUIS (1787-1872)

 Estudos clínico-patológicos sobre


tuberculose e febre tifóide
 Internações hospitalares em Paris

 Letalidade da pneumonia e sua


relação com a época de início do
tratamento por sangria

 Tratamento prejudicial
LOUIS VILLERMÉ (1782-1863)

 Estudo dos determinantes sociais


da saúde
 Repercussões da pobreza e
condições de trabalho sobre a
saúde
 Estudo sobre a saúde de
trabalhadores das indústrias de
algodão, lã e seda
WILLIAM FARR (1807-1883)
 Estudou com Pierre Louis e Louis
Villermé
 Em 1839, assume a
responsabilidade pela estatística
médica:
 Mais da ½ das crianças não
chegava à idade de 5 anos;
 A idade média do óbito nas
classes altas era de 36 anos,
trabalhadores do comércio 22
anos e da indústria 16 anos.

JOHN SNOW (1813-1858)

 Médico britânico
 Formula e testa
hipóteses quanto á
origem da epidemia
de cólera em Londres

LOUIS PASTEUR (1822-1895)

 Paida bacteriologia
 Bases biológicas
para o estudo das
doenças
infecciosas

INÍCIO DO SÉCULO XX
 INFLUÊNCIA DA MICROBIOLOGIA

 Reorganização do pensamento médico


 Desenvolvimento da bacteriologia -
segunda metade do séc. XIX
 Seres microscópicos  papel
predominantes na gênese
de muitas doenças
 NTTUT LU TUR  aris
OSWALDO CRUZ (1872-1917)

 Sanitarista brasileiro
 Estudou no Instituo Louis
Pasteur – Paris
 Fundou o Instituto Oswaldo Cruz
 Investigouos principais
problemas regionais de saúde
 Campanha contra febre amarela,
peste e varíola
 A partir da II guerra mundial

Rápido progresso no desenvolvimento de
princípios e métodos na pesquisa
epidemiológica
Grande interesse no desenho de estudos e
técnicas para avaliar fatores de risco:
1.Determinação das condições de saúde
da população
2.Busca de fatores antecedentes
3.Avaliação da utilidade e segurança das
intervenções
Fundamentos da Epidemiologia
Atual

 Epidemiologia moderna  disciplina


complexa que utiliza os conhecimentos
gerados em outras áreas
 Três eixos básicos

 Ciências biológicas

 Ciências sociais

 Estatística
Ciências Biológicas

 Clínica,microbiologia, parasitologia,
patologia e imunologia

 Contribuem para melhor descrever e
classificar as doenças

 CLÍNICA EPIDEMIOLOGIA


 Abordagem individual
•Abordagem coletiva
 O caso, a
•Coletivos
singularidade
 •
 Diagnóstico •Perfil epidemiológico
(individual) •
 •Perspectiva histórica (busca
 História clínica conhecer os processos sociais)

 •
 •Determinantes
 Determinantes clínicos
epidemiológicos
 •
 Recorre as ciências •Recorre a estatística e as
biológicas ciências sociais
Epidemiologia

Levanta pistas que permitirão elucidar as


causas (determinação) das doenças

DESCRITIVA ANALÍTICA

Estuda os atributos que Valida as


são sistematicamente associações
analisados causais
Epidemiologia Descritiva
É p re ciso re sp o n d e r :

•Onde ocorreram os agravos?


•Quando adoeceu?
•Quem adoeceu?
•Há alguma faixa etária mais atingida?
•Há grupos especiais mais expostos?
•Há regiões mais atingidas?
•Há uma classe social de maior ou menos
risco?
Epidemiologia Descritiva

Objetivo:

Relatar a ocorrência dos casos em função dos


atributos pessoa, tempo e lugar (quem, quando
e onde)
Epidemiologia: Conceitos
Importantes

EPIDEMIA: Elevação do nº de casos de


uma doença /agravo, em determinado
lugar e período de tempo, caracterizando
de forma clara, um excesso em relação à
freqüência esperada

SURTO: Tipo de epidemia em que os


casos se restringem a uma área
geográfica pequena e bem delimitada ou
a uma população institucionalizada
Epidemiologia: Conceitos
Importantes

ENDEMIA: Doença que existe


constantemente em determinado lugar
e ataca as pessoas que vivem neste
ambiente

PANDEMIA: Epidemia de grandes


proporções, que se espalha a vários
países e a mais de um continente
Vigilância
Epidemiologia
Vigilância Epidemiológica
 “Conjunto de atividades que permite reunir a
informação indispensável para conhecer, a
qualquer momento, o comportamento ou
história natural das doenças, bem como
detectar ou prever alterações de seus fatores
condicionantes, com o fim de recomendar
oportunamente, sobre bases firmes, as medidas
indicadas e eficientes que levem à prevenção e
ao controle de determinadas doenças".

(Lei 8080/90)

Vigilância Epidemiológica

 INFORMAÇÃO – DECISÃO - AÇÃO


Vigilância Epidemiológica: bases
conceituais

Sec XX – primeiras intervenções estatais em


prevenção e controle de doenças;
Marcado por grandes campanhas sanitárias

Controlar doenças (febre amarela,


peste e variola) que comprometiam
a atividade econômica
Vigilância Epidemiológica: bases
conceituais

Modelo operacional marcado por forte


inspiração militar;
 Déc 50 - O termo VE passou a ser aplicado
ao controle de doenças transmissíveis (Campanha
de Erradicação da Malária);

Vigilância Epidemiológica: bases
conceituais

Déc 60 – Programa de Erradicação da Varíola


(busca ativa de casos, detecção precoce de surtos; bloqueio da cadeia)
organização dos sistemas nacionais de VE;

1968 (21ª Assembléia Mundial de Saúde) – Abrangência
do conceito

Malformações congênitas, envenenamento


na infância, leucemia, aborto, acidente,
doenças profissionais.
Vigilância Epidemiológica: bases conceituais

1975 (5ª CNS) – Sistema Nacional de Vigilância


Epidemiológica (SNVE);

Lei 3259/75 e Decreto 78231/76 – obrigatória a
notificação de doenças especificas;

Lei 8080/90 – amplia o conceito;
Mudanças no perfil epidemiológico e necessidade
de incorporação das cronico-degenerativas
Vigilância Epidemiológica: propósitos

1.Fornecer orientação técnica permanente


para os que têm a responsabilidade de
decidir sobre a execução de ações de
controle de doenças e agravos;
2.Sua operacionalização devem ser
desenvolvidas de modo contínuo,
permitindo conhecer, o comportamento
epidemiológico da doença ou agravo
escolhido como alvo das ações, para que as
intervenções pertinentes possam ser
desencadeadas com oportunidade e
efetividade.
3.

Vigilância Epidemiológica: funções

Coleta e processamento de dados;


Análise e interpretação dos dados
processados;
Investigação epidemiológica de casos e surtos;
Recomendação e promoção das medidas de controle
apropriadas;
Avaliação da eficácia e efetividade das medidas
adotadas;
Divulgação de informações sobre as investigações,
medidas de controle adotadas, impacto obtido, formas
de prevenção de doenças, dentre outras

Vigilância Epidemiológica: notificação

•É a comunicação da ocorrência de
determinada doença ou agravo à saúde,
feita à autoridade sanitária por
pro ssionaisde saúde ou qualquer
cidadão, para ns de adoção de
medidas de intervenção pertinentes.

•Deve-se noticar a simples suspeita da


doença, sem aguardar a conrmação do
caso*;
Vigilância Epidemiológica: notificação

•Historicamente a notificação tem sido a


principal fonte de informação da VE;

•Outras fontes de informações:
•Laboratórios;
•Investigações Epidemiológicas;
•Imprensa e população

Vigilância Epidemiológica: notificação

•Portaria n. 5 de 21 de Fevereiro de 2006


•Artigo 5º

Os profissionais de saúde no exercício


da profissão, bem como os responsáveis
por organizações e estabelecimentos
públicos e particulares de saúde e
ensino ..., são OBRIGADOS, a comunicar aos
gestores do SUS a ocorrência de casos
suspeitos ou confirmados das DNC
Vigilância Epidemiológica: notificação
•Portaria n. 5 de 21 de Fevereiro de 2006
•Artigo 5º

Parágrafo único: o não cumprimento desta

obrigatoriedade será comunicado aos
conselhos de entidades de Classe e ao
Ministério
• Público para que sejam
tomadas as medidas cabíveis.
•Lista as 41 DNC
Portaria 5 de 21 de Fevereiro de 2006

Você também pode gostar