Você está na página 1de 20

CLASSIFICAÇÃO JURÍDICA DE EMPRESAS

Introdução
 Na criação de uma empresa, deve ter em conta o seguinte:

 A firma;

 A responsabilidade por dívidas sociais: património pessoal ou


património da sociedade;

 E ainda se pretende exercer a sua actividade sozinho ou com


outros sócios.
Firma
É o nome comercial através do qual o empresário individual ou
colectivo exerce a sua actividade

Tipos:
FIRMA NOME
Quando é formada pelo nome de um ou mais sócios

FIRMA DENOMINAÇÃO
Quando é formada por uma expressão relativa ao ramo da
actividade comercial

FIRMA MISTA
Quando é formada com ambos os elementos referidos
anteriormente
A Firma deve obedecer a determinados requisitos:
• Registada – deve ser inscrita no Registo Nacional de Pessoas Colectivas

• Exclusiva – deve ser completamente distinta das já registadas anteriormente


• Verdadeira – deve identificar a empresa que já existe
Exercício

Identifique o tipo de firma:

FASTAOESTUDO

RAPOSO & PERES – COMÉRCIO DE AUTOMÓVEIS

SUPERMERCADOS PREÇO CERTO

JOÃO GONÇALVES MARQUES


REGIME DE RESPONSABILIDADE PERANTE DÍVIDAS

Responsabilidade limitada:
quando garante o pagamento das dívidas só o património afecto
a actividade empresarial (ex: máquinas da empresa).

Responsabilidade ilimitada:
quando garante o pagamento das dívidas, não só o património
afecto a actividade empresarial, como também o património
particular do empresário/sócios.

Responsabilidade mista:
quando há sócios que tem responsabilidade limitada e há outros
com responsabilidade ilimitada.
1. CLASSIFICAÇÃO JURÍDICA
Quem pode ser comerciante?

O art. 13.º do Código Comercial e art. 1º do Código das Sociedades Comerciais considera duas
espécies de comerciantes:
•as pessoas que, tendo capacidade para praticar actos de comércio, fazem deste profissão
(comerciantes em nomes individual)
• as sociedades comerciais.

EMPRESAS:
1.1 – EMPRESAS INDIVIDUAIS

São empresas cujo capital social pertence a um só empresário.

1.2- EMPRESAS COLECTIVAS/ SOCIEDADES

São empresas em que o capital social pertence a dois ou mais empresários


1.1 Empresas Individuais
Para que um indivíduo seja considerado comerciante é necessário que reúna as seguintes condições:

Tenha capacidade para praticar actos de comércio


Estão aptas para praticar actos de comércio as pessoas nacionais ou estrangeiras, maiores ou emancipadas que, não se
encontrem abrangidas por qualquer incapacidade.

 Faça do comércio a sua profissão


É necessário praticar actos de comércio, com carácter de habitualidade, fazendo do seu comércio o seu “modo de vida”

 Exerça o comércio em seu próprio nome


Esta condição obriga a que as operações praticadas pelo comerciante sejam realizadas por ele e para ele e não por conta
de outrem. Por exemplo o gerente, o auxiliar do comerciante não são comerciantes em nome individual, mas mandatários
coemrciais, porque apesar de praticar actos comerciais, fazendo disso sua profissão, actua em nome, por conta e no
interesse do mandante, que é o comerciante.

Formas jurídicas:
1.1.1 Empresário em nome individual
1.1.2 Estabelecimento Individual de Responsabilidade Limitada
1.1 Empresas Individuais
1.1.1 EMPRESÁRIO EM NOME INDIVIDUAL
• Empresas de reduzida dimensão.

• Empresa familiar.

• Responsabilidade ilimitada
(os bens pessoais do comerciante respondem perante as dívidas que este tenha contraído)

 A Firma pode ser constituída pelo:


-Nome civil completo
-Nome civil abreviado
-Nome civil completo/abreviado + denominação comercial (tipo de comércio a que se dedica)

Exemplos:
José Manuel de Sousa
José M. Sousa
José de Sousa, Calçado
José M. de Sousa, Pronto a calçar
1.1 Empresas Individuais
1.1.2 ESTABELECIMENTOSINDIVIDUAL DE RESPONSABILIDADE LIMITADA.
 Empresas de reduzida dimensão

 Responsabilidade limitada

 O capital mínimo obrigatório é de 5 000 Euros

A Firma:
-Nome civil completo

-Nome civil abreviado

-Nome civil completo/abreviado + denominação comercial (tipo de comércio a que se dedica)

-Tem de conter a sigla E.I.R.L

Exemplos:
José Manuel de Sousa, E.I.R.L
José de Sousa, Calçado, E.I.R.L
1.2 Empresas Colectivas
O contrato pelo qual se constitui uma sociedade designa-se por pacto social.
social
( art. 9.º Código Soc. Comerciais)

O pacto social deve obedecer aos seguintes requisitos formais:


• celebração do contrato por escritura pública (art.7.º CSC):
Cartório Notarial
• registo do contrato (art. 18.º CSC):
Conservatória do Registo Comercial
• publicação do contrato da sociedade (art. 167.º CSC)

NOTA:
- Desde 1 de Janeiro de 2006 deixou de ser
necessária a publicação na IIIª Série do Diário da
República
Nos termos do Decreto-Lei n.º 111/2005, de 8 de
Julho, as publicações obrigatórias dos actos
societários passaram a ser efectuadas num sítio
Internet, gerido pelo Instituto dos Registos e do
Notariado, I.P., com o seguinte endereço:

http://publicacoes.mj.pt/
1.2 Empresas Colectivas
Formas Jurídicas

1.2.1 Sociedades em Nome Colectivo


1.2.2 Sociedades por Quotas
1.2.3 Sociedades Anónimas
1.2.4 Sociedades em Comandita
1.2 Empresas Colectivas
1.2.1 SOCIEDADE EM NOME COLECTIVO
 São sociedades pessoais;

 Responsabilidade solidária e ilimitada;

 Número de sócios : 2 ou mais

 não existe montante mínimo obrigatório estabelecido por lei para o capital social

 A parte de um sócio só pode ser alienada com expresso consentimento dos


outros sócios;

 Firma: firma-nome composta pelo nome, completo ou abreviado, o apelido ou a


firma de todos, alguns ou, pelo menos, de um dos sócios, seguido do
aditamento obrigatório por extenso “& Companhia", ou abreviado e "Cia", ou
qualquer outro que indicie a existência de mais sócios, por exemplo "e “Irmãos“,
“Filhos”, “Sobrinhos”, por extenso ou abreviado.

Exemplo:
“Maia &Pires;” “Maia & Companhia”; “Maia & Ca.”
1.2 Empresas Colectivas
1.2.2 SOCIEDADE POR QUOTAS

O Capital social encontra-se dividido por quotas

 Responsabilidade limitada ao valor da respectiva quota

 Número de sócios : 2 ou mais

 Capital: a sociedade não pode ser constituída por um valor inferior a 5.000 Euros

 A Firma de uma sociedade por quotas pode adoptar:


- Uma firma/nome, composta pelo nome completo ou abreviado de todos, alguns ou
um dos sócios;
- Uma firma/denominação, aludindo ao ramo de actividade a exercer pela sociedade;
- Uma firma mista, constituída pela junção dos dois elementos anteriores.

Em qualquer do caso anteriores, a firma destas sociedades deve sempre ser


acrescida da expressão "Lda." ou "Limitada".
 Exemplo:
“L. Silva, Restaurantes S.A.”; Restaurantes do Centro S.A.”
Órgãos Sociais das S. Quotas
A Assembleia Geral

A Gerência

O Conselho Fiscal.
1.2 Empresas Colectivas
1.2.3 SOCIEDADE ANÓNIMA
 Empresas de média e grande dimensão

 O capital social é representado em acções

 Responsabilidade dos sócios (accionistas) é limitada ao valor das acções subscritas

 O número de accionistas não pode ser inferior a 5

 O capital social mínimo é de 50 000 euros

 Todas as acções têm o mesmo valor nominal com um mínimo de um cêntimo.

 O nome da firma será constituída pelo nome ou firma de alguns dos accionistas e/ou por uma
denominação particular seguida da sigla S.A.

 As únicas sociedades que podem estar quotadas na Bolsa são as sociedades anónimas

 Exemplo:
“L. Silva, Restaurantes S.A.”; Restaurantes do Centro S.A.”
Órgãos Sociais das S. Anónimas
 A Assembleia Geral, que reúne todos os
accionistas. É o órgão de deliberação máximo.

 O Conselho de Administração. É o órgão de gestão


da sociedade, composto pela equipa eleita pela
Assembleia Geral.

 O Conselho Fiscal. É o órgão social responsável


pela fiscalização da administração da empresa,
velando pela regularidade da condução da gestão.
1.2 Empresas Colectivas
1.2.4 SOCIEDADE EM COMANDITA
 É uma sociedade de responsabilidade mista porque reúne sócios de responsabilidade
limitada (comanditários), que contribuem com o capital, e sócios de responsabilidade
ilimitada (comanditados), que contribuem com bens ou serviços, assumindo a gestão e a
direcção efectiva da sociedade

 Só os sócios comanditados podem ser gerentes

 A firma da sociedade deve ser constituída pelo nome ou firma de pelo menos um dos
sócios seguida da expressão “Em comandita” ou “& comandita” ou “& Cta”

Exemplos:
“António Bastos , em comandita”; “ A. Bastos em Comandita”
Síntese
Empresa Individual Empresa Colectiva

Empresário em Estabelecimento Sociedade em nome Sociedade por Quotas Sociedade Anónima Sociedade em
nome Individual de Resp. colectivo Comandita
individual Lim.

N.º titulares do um um No mínimo dois No mínimo dois No mínimo cinco No mínimo dois
Capital

Firma Firma Nome Firma Nome + E.I.R.L. Firma Nome + & Cia. Firma Nome + Lda. Firma Nome + S.A. Firma Nome + & Cta.
Firma Mista Firma Denominação Firma Denominação
Firma Mista
Firma Mista Firma Mista

Responsabilidade Ilimitada Limitada Ilimitada Limitada Limitada Mista

Capital n.d Minímo: 5000 € n.d Minímo: 5000 € Minímo: 50 000 € n.d
1. Complete os espaços em branco:

Empresa Forma Jurídica Tipo de Firma Responsabilida


de
Vinhos do Douro, S.A.

Jorge Mota – Comércio de


Automóveis

João Mendes, Lda

Viveiros de C. Fonseca, E.I.R.L