Você está na página 1de 24

CONTABILIDADE GERENCIAL

4 INSTRUMENTOS
FUNDAMENTAIS PARA
RESGUARDAR A INTEGRIDADE E
A CONTINUIDADE DA EMPRESA,
ESPECIALMENTE DAS P.M.Es.

CRC/SP
Prof. Clovis Ioshike Beppu
Conselheiro
CONTABILIDADE GERENCIAL
O Eixo Operacional:

C Estoque Produção V R

Estoque Estoque Prazo da


(30 d) (20 d) (15 d) Venda (60 d)

125 dias !!!


Prof. Clovis Ioshike Beppu
Conselheiro – CRC/SP
EM TERMOS PRÁTICOS:
OS 4 INSTRUMENTOS
SITUADOS NO EIXO:
1. O “LUCRO” EM MOEDA REAL
DO DIA DA VENDA
2. A LIQUIDEZ OPERACIONAL ou
O EFEITO FINANCEIRO DA VENDA
3. A MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO
COM BASE NA DRE DA PME E O P.E.
4. O E.V.A. E O P.E.E.
1. “LUCRO” REAL NA DATA DA VENDA

Hipóteses:
1. Venda no dia 10 do mês (R$1.000) com prazo
de 60 dias e “custo financeiro mensal” de 3%:
1.000,00/(1,03)2 = 1.000/1,0609 = 942,60
2. Impostos pagos no início do mês seguinte:
280,00/(1,03)20/30 = 280,00/1,02 = 274,50
3. Custo das Vendas (Estoque formado há 60 d)
500,00 x (1,03)65/30 = (500,00 x 1,0659) = 532,95

Prof. Clovis Ioshike Beppu


Conselheiro – CRC/SP
1. “LUCRO” REAL NA DATA DA VENDA
D.R.E. da P.M.E.
Nominal Real (M.C.)

Receita Bruta.......................... 1.000,00 942,60


(-) Impostos s/Vendas (28%). (280,00) (274,50)
Receita Líquida....................... 720,00 668,10
(-) Custo Direto das Vendas.. (500,00) (532,95)
MARGEM DE CONTRIBUIÇ 220,00 135,15
(-) Despesas Operacionais...... (150,00) (150,00)

LUCRO/(PREJ) AIR/CS 70,00 (14,85)


Prof. Clovis Ioshike Beppu
Conselheiro – CRC/SP
O SIGNIFICADO DO “PREJUÍZO” REAL

1. O Estoque (que ficou “dormindo” durante 65 dias)


provocou gastos financeiros para a sua manutenção no
Ativo do Balanço;
2. Os Impostos, que serão recolhidos antes da cobrança,
provocam, também, gastos financeiros (que terão que vir
de “algum lugar”...)
3. O produto da venda, até ser recebido, igualmente provo-
cará incorrência de gastos financeiros.
CONCLUSÃO: O Lucro Nominal quando se torna PRE-
JUÍZO REAL descapitaliza sistematicamente a Empresa
Prof. Clovis Ioshike Beppu
Conselheiro – CRC/SP
Gestão da Qualidade das
Vendas

A gestão da Qualidade das Vendas


de qualquer empresa
é de responsabilidade do
Profissional Contábil
(Controller, Gerente de Contabilidade etc.)
Os profissionais das demais áreas
não possuem as informações técnicas que
só a Contabilidade possui!
Prof. Clovis Ioshike Beppu
Conselheiro – CRC/SP
2. ANÁLISE DA SITUAÇÃO
FINANCEIRA CONTIDA NAS
OPERAÇÕES DE VENDAS
DA EMPRESA
Conceito:
CICLO OPERACIONAL PONDERADO
PELOS VALORES PRATICADOS
Prof. Clovis Ioshike Beppu
Conselheiro – CRC/SP
b) Prazo Médio das Vendas:
Receita Bruta de Vendas =
Saldo Médio de Dupl.a Receber
= R$1.000.000,00 = 5,00
R$200.000,00
E
360 / i = 360/5,00 = 72 dias.

Prof. Clovis Ioshike Beppu

Conselheiro – CRC/SP
b) Prazo Médio de Giro dos
Estoques
Custo das Vendas =
Estoque Médio
= R$600.000,00 = 6,00
R$100.000,00
E
360 / i = 360/6,00 = 60 dias

Prof. Clovis Ioshike Beppu


Conselheiro – CRC/SP
c) Prazo Médio de Pagamento de
Fornecedores
Compras Brutas(*)______ =

Saldo Médio de Fornecedores


= R$720.000,00 = 4,80
R$150.000,00
e 360 / i = 360/4,80 = 75 dias.
---------------
(*) Compras = EF + CMV (-) EI
Prof. Clovis Ioshike Beppu
RESUMINDO:
O Ciclo Operacional da “nossa”
Empresa é de:
Prazo Médio de Giro dos
Estoques........ 60 dias
Prazo Médio das
Vendas......................... 72 dias
CICLO OPERACIONAL.......................
132 dias
(-) Prazo Médio de Pagamento das

Compras..........................................
.... (75) dias
A análise do Ciclo Operacional, também
denominada Análise dos Indicadores de
Atividade, pelos manuais de
Análise de Balanços, pode sinalizar
também “riscos de descapitalização”
da empresa, a não ser que o
Fluxo positivo desse ciclo, ou seja,
as VENDAS incluam MARGENS ou
LUCROS que compensem, por exemplo,
a DEFASAGEM APURADA.
A SITUAÇÃO FINANCEIRA
PROVOCADA
PELAS VENDAS DA “NOSSA”
EMPRESA
(LIQUIDEZ OPERACIONAL)
Giro dos Estoques.......... 60 dias =
R$ 110.000,00
PM. Vendas.................... 72 dias =
R$ 220.000,00
Entradas “previstas”..... 132 dias =
R$ 330.000,00
(-) PM. Pagamento......... (75)dias =
R$(160.000,00)
E A SITUAÇÃO FINANCEIRA
DAS VENDAS, AFINAL?
O “teste” deverá responder à pergunta:
Se, em 132 dias a empresa estima receber
R$330.000,00, quanto terá recebido, em média,
no prazo de 75 dias, quando deverá
Pagar R$160.000,00?
Resposta, ou seja, a Liquidez Operacional (LO):
132 : 330.000 e 75 : X
e X = (75 x 330.000) / 132 = 187.500,00

e LO = [187.500,00 / 160.000,00] = 1,17


3. MARGEM DE
CONTRIBUIÇÃO

Conceito/Fórmula:
MC = [RBO – (D.V.V. + C.D.V.)] =
= [Receita Bruta Operacional –
- (Despesas Variáveis de Vendas +
+ Custo Direto das Vendas)]

Prof. Clovis Ioshike Beppu


Conselheiro – CRC/SP
UMA D.R.E. Hipotética

Receita Bruta Operacional......... 1.000.000,00


(-) Impostos de Vendas.............. (320.000,00)
(-) Despesas Diretas/Variáveis
de Vendas.............................. ( 60.000,00)
Receita Líquida Operacional...... 620.000,00
(-) Custo Direto das Vendas....... (420.000,00)
MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO. 200.000,00
(-) Despesas etc. ........................ .........
Prof. Clovis Ioshike Beppu
Conselheiro – CRC/SP
Na D.R.E. da nossa Empresa:
Receita Bruta.................................
1.000.000,00
.
.

MARGEM DE CONTRIBUIÇÃO..
200.000,00,
Ou seja, 20% da Receita Bruta ou,
melhor ainda, 0,20 por R$1,00 de
vendas.
Se os Custos e Despesas Totais da
Empresa
forem, por exemplo, de
R$180.000,00,
4. O P.E.E. com
E.V.A.

EVA (Economic Value Added)


Corresponde ao CUSTO DE
OPORTUNIDADE
(renda que poderia ser obtida no
mercado)
aplicado sobre os Investimentos da
Empresa,
e que são tratados como se fossem
CUSTOS ou DESPESAS do período
em análise.
O P.E. Econômico calculado com o
EVA
Pela D.R.E. da “nossa” Empresa
Mantendo-se a MC = 20% e
Custos/Despesas Fixas de
R$180.000,00,
suponhamos que o ATIVO TOTAL
da “nossa” Empresa seja de
R$750.000,00 e
que o Custo de Oportunidade vigente
no mercado
seja de 3% ao mês, ou seja,
se a empresa pudesse dispor do
montante
dos investimentos no seu Ativo, ela
O P.E.Econômico seria de:
[(Custos + Despesas Fixas) + E.V.A]
=
Margem de Contribuição

(R$180.000,00 + R$22.500,00) =
0,20
R$202.500,00 =
0,20

= R$1.012.500,00
“TESTANDO” O MODELO

Receita Bruta Operacional.............


1.012.500,00
(-) Impostos + Desp. Dir. Vendas...
384.750,00)
Receita Líquida Operacional..........
627.750,00
(-) Custo Direto das Vendas (42%)
(425.250,00)
MARGEM DE
Prof. CONTRIBUIÇÃO
Clovis Ioshike Beppu =
= LUCRO BRUTO>....................
Conselheiro – CRC/SP

202.550,00
(-) Custos e Despesas Fixas...............
O CONTADOR TRADICIONAL
ESCRITURA E APURA LUCROS E
IMPOSTOS A SEREM
AGOS/RECOLHIDOS
PELA EMPRESA;

O CONTADOR GERENCIAL
PARTICIPA DA GERAÇÃO DO LUCRO
QUE ASSEGURARÁ A
CONTINUIDADE DO
EMPREENDIMENTO
(ou seja, do seu próprio
“emprego”...)
MUITO OBRIGADO
POR TEREM TIDO A
PACIÊNCIA
DE ME OUVIR!

Escrevam:

cibeppu@contabilista-
sp.com.br