Você está na página 1de 28

m 


 



 
        
Despolarização Ventricular
  
  m
   

 m  
j Derivações do plano frontal ou periféricas

m 3 derivações bipolares ou derivações de Einthoven


ż D I (+ BE, - BD )
ż D II (+ PE, - BD )
ż D III (+ PE, - BE )
m 3 derivações ³unipolares´
ż aVR ( braço direito )
ż aVL ( braço esquerdo )
ż aVF ( perna esquerda )
m       
    !"
 #  m  

É$  m  


˜ DA P
j Æorfologia
m Arredondada monofásica
m V1 em 50% é difásica
j Duração ( D II)
m Até 0,10 sec (adultos)
j Amplitude ³2,5 por 2,5´
m Até 0,25 mv.
j Eixo
m Entre +300 e + 700 ( média + 600 )
Rtivação atrial normal
É$  m  

˜ DA P

D2
Melhor derivação para avaliar onda P
É$  m  


I ERVAL˜ P-R
j Æedir do início da onda P ao início do QRS
j Varia de acordo com a idade e a freqüência
cardíaca
m  0,12s (adultos)
ż Síndrome de Wolf Parkinson White
ż Estímulo não é sinusal

m w 0,20s Bloqueio A/V


ż Bloqueio A/V
Éntervalo P-
P-R

V 
É$  m  


›˜ÆPLEX˜ QRS
j Amplitude variável
j ˜ vetor médio no plano frontal está ao redor de +
590
m Varia de ± 300 a + 1200
j Duração de 0,05 até 0,10 s
m w duração: bloqueio de ramo (E ou D), sobrecarga de
câmaras
É$  m  

É$  m  


SEGÆE ˜ S
j Vai do fim do QRS (ponto J) ao início da onda 
j Deve estar no mesmo nível do PR
j Alterações do S
m Supradesnivelamento
ż Lesão miocárdica ( fase inicial do IAÆ)
ż Pericardite aguda
m Infradesnivelamento
ż Lesão miocárdica ( fase inicial do IAÆ)
ż Ação digitálica
Ú
 Ú

Úegmento Ú normal
Ú
 Ú

Énfradesnivelamento de Ú
Segmento S

Úupradesnivelamento de Ú
É$  m  


˜ DA 
j ¯ uma onda única, assimétrica
m Ramo ascendente mais lento que o descendente
m Ápice arredondado

j Seu vetor normalmente acompanha o QRS

j A isquemia miocárdica modifica a onda 

j A amplitude e a duração não são medidas


É$  m  


I ERVAL˜ Q
j ão se mede a duração da onda , mas sim o intervalo Q
m Vai do início do QRS ao fim da onda 

j Seu valor normal está entre 0,46 e 0,30 segundos


j Varia muito em função da freqüência cardíaca, sendo necessário o
cálculo do Q corrigido (Qc):
j Qc = Q/ jj
  
j Identificar o ritmo
cardíaco
m Ritmo sinusal

ż Uma onda P precedendo


cada QRS
ż ˜nda P positiva em D1,
D2, e AVF e negativa em
aVR

j ›alcular a freqüência
cardíaca
m Freqüência cardíaca
normal entre 60 e 100
bpm.
  

³Dividir 1500 por número de


quadradinhos ou 300 por
número de quadradões´
  
j Identificar o eixo do
complexo QRS
m Eixo normal: -30º a
+120º

j ›omo calcular o
eixo?
m Verificar polaridade do
QRS em D1 e AVF
m Encontrar a derivação
do plano frontal mais
isodifásica
m Encontrar a derivação
perpendicular
  
  
#% &&

Você também pode gostar