Você está na página 1de 44

Sistema Circulatório

Profª Enfª Mara Bastos


Sistema Circulatório
 FUNÇÃO: FORNECIMENTO
CONSTANTE DE OXIGÊNIO
E NUTRIENTES.

 COMPONENTES: Coração,
artérias, veias e sangue.
Componentes
 CORAÇÃO: Proporciona impulso ao fluxo sangüíneo.

 ARTÉRIAS: Vasos sangüíneos de alta pressão que


conduzem o sangue do coração para os tecidos.

 VEIAS: Vasos sangüíneos que conduzem o sangue


dos tecidos para o coração.

 SANGUE: Líquido circulante que leva nutrientes e


oxigênio a cada uma das céls.
Tipos de Vasos
Sangüíneos
 Artérias: tubos cilindróides, conduz
sangue oxigenado.

 Arteríolas: tubos menores, artérias muito


finas, as arteríolas ramificam-se ainda
mais e resultam nos capilares, que são
vasos microscópicos.

 Artérias arteríolas capilares


 Artéria
canal onde circula o
sangue oxigenado
chamado sangue
arterial.
Tipos de Vasos Sangüíneos
 Capilares
 Tubos com calibre extremamente pequeno
 Local onde ocorrem as trocas gasosas.

 Veias
 Tubos cilindróides, menos elásticas do que as
artérias, transportam sangue rico em CO2.
CORAÇÃO
Coração:
 Constituição:
 Órgão oco;
 Formado pelo músculo estriado cardíaco, é
involuntário;
 Músculo do coração MIOCÁRDIO:
Endocárdio: membrana interna do miocárdio
Epicárdico: membrana externa;
Pericárdio: saco fibroso que protege e fixa o
coração.
Coração:
 Localização: no tórax,
atrás do osso esterno,
entre os dois pulmões:
MEDIASTINO.
Coração:
 Realiza dois movimentos:
 Sístole É quando o coração
se contrai para enviar o
sangue para todo o corpo.

 DiástoleÉ quando o
coração se relaxa para
receber o sangue. É o
contrário da sístole.
Coração:
 Cavidades:
 Quatro câmaras:
 Dois átrios ( um esquerdo
e um direito) localizados
na parte superior.
 Dois ventrículos (um
esquerdo e um direito)
localizados na parte
inferior.
 Cada átrio comunica-se
com o ventrículo de seu
mesmo lado, por meio de
um orifício denominada
valva ou válvula.

Lado direito do coração: valva tricúspide;


Lado esquerdo do coração: valva bicúspide ou mitral.
Vasos do coração:
 Artéria pulmonar: expulsa o sg.
do VD para os pulmões;

 Artéria aorta: expulsa o sg. do


VE para a grande circulação.
 Ambas possuem valva que
impedem que o sg. ejetado
volte aos ventrículos:
Valva pulmonar;
Valva aórtica.
Caminho do sangue dentro do coração
Pequena Circulação. Coração pulmão
coração
 Sg venoso chega ao vindo da
grande circulação por 02 grandes
veias: cava sup. e cava inf.(3,11) que
se abrem no AD(1).
 O sg. passa pela v. tricúspide(12) e
chega ao VD (10).
 Ocorre a SÍSTOLE, e o sangue é
ejetado pela artéria pulmonar (5).
Passa pelos pulmões, onde o sangue
recebe oxigênio e elimina o excesso
de gás carbônico.
OBS: Sg. Venoso, é rico em gás
carbônico.
Caminho do sangue dentro do coração
Grande Circulação. Coração tecidos
coração
 Sg. arterial volta pelas veias
pulmonares até o AE (2),
passa pela valva mitral (7),
para o VE (9).
 Na próxima sístole é
impulsionado para a art.
Aorta (4), iniciando a grande
circulação.
 O sg. Arterial é levado ate os
capilares de todos os tecidos
onde o O2 é absorvido pelas
células e o sg. adquire gás
carbônico (torna-se venoso)
 OBS: Sg. arterial é rico em
O2.
Sistema de Condução Cardíaca
 Todo movimento do sg. é
provocado pela sístole, que só
existe graças a um sistema de
fibras que promove as
contrações.
 Contrações: ocorre numa
média de 60 a 90 vezes/min.
 Nó Sinoatrial ou nó sinusal:
sistema de fibras que provoca
estimulo elétrico inicial. Esta
localizado no AD. Esse estimulo
vai se propagar pelos átrios:
contração atrial até chegar ao
Nó Atrioventricular:
 Feixe de His: uma coleção de
células musculares cardíacas especializada
s em condução elétrica que transmitem
impulsos elétricos que vêm do no
atrioventricular.
 Ativam de forma organizada todas as fibras
musculares dos ventrículos, causando a
sístole ventricular: expulsão do sg. do
para os vasos.
Marcapasso artificial

 Pequeno e leve dispositivo para


estimulação elétrica que consiste
em um gerador de pulsos. O
 O marca-passo é capaz de
perceber a atividade cardíaca, e,
quando não há nenhuma pulsação
natural, libera um impulso elétrico
que leva a contração do músculo
cardíaco.
 ligado ao coração através de
eletrodos (fios que comunicam o
gerador ao coração). É através
desse fio que os sinais elétricos
são transportados do e para o
coração.
Circulação Coronariana
 O precisa de
energia e oxigênio que
são fornecidas pela
artérias coronárias.
 Essas artérias saem
logo do início da aorta:
artéria coronária direta
e esquerda (+
importante: irriga
maior parte do
coração).
Infarto do Miocárdio

Esquema animado de la obstrucción de una arteria


coronaria, que origina un infarto de la cara anterior del
corazón. Reproducido de Isala Klinieken, Netherlands.
Irrigação Arterial
 Artérias: vasos sang. que
leva sg. do coração para a
periferia do corpo.
 As três camadas de uma
artéria completa são;
a adventícia: recobre o vaso
externamente
a íntima: mais interna, está
em contato com o sg.
a média: mais elástica dá
forma a artéria.
Aterosclerose
 É uma doença inflamatória
crônica na qual ocorre a
formação de ateromas dentro
dos vasos sanguíneos.

 Ateromas são placas, que se


formam na parede dos vasos.

 Levam progressivamente à
diminuição do diâmetro do
vaso, podendo chegar a
obstrução total do mesmo.
 Em geral é fatal quando afeta
as artérias do coração ou do
cérebro, órgãos que resistem
apenas poucos minutos
sem oxigênio.
A artéria aorta
 Sai do VE levando sg.
que por meio de seus
ramos será distribuído
para o corpo.
 Curvatura igual a um
cajado, saem as
artérias carótidas
comuns (02 D e E) e
artérias subclávias(02
D e E).
 Artéria carótida
interna: penetra no
crânio e irriga cérebro
e os olhos.

 Artéria carótida
externa: irriga a face,
inclusive a boca.
 Artéria Subclávia:
levam sg. para os
MMSS.
 Eles dão origem a
diversos ramos q. vão
para várias estruturas
do M.S, tórax, pescoço
e até a cabeça.
 No braço a artéria
subclávia toma o nome
de artéria braquial.
 Na fossa cubital ela
se divide numa
artéria radial e
outra ulnar.
 Artéria Femoral: São
duas D e E, ambas
superficiais e
palpáveis.
 Elas cruzam a coxa e
reaparece atrás de
cada joelho, chamadas
de artéria poplítea.
Drenagem Venosa
 O sg. chega ao tecidos pelas artérias e é drenado
pelas veias, que vão levá-lo de volta ao coração.
 Nos MMSS E MMII as veias acompanham as artérias
de mesmo nome. EX: art. e veia braquial; art. E veia
radial e ulnar...
 Existem pequenas veias que ligam as veias
superficiais as profundas durante todo o trajeto.
 Quand. As válvulas q. ligam as veias superficiais as
profundas dos MMII não funcionam, ficam
sobrecarregadas, tornando-se tortuosas e dilatadas:
Veias Varicosas ( VARIZES)
Importância Prática.
 Veias para acesso venoso (punção
venosa):
 MMSS, veias superficiais:cefálica e
basílica.
 Veias jugulares
externa: importantes
acessos venosos por
serem de grande
calibre e fáceis de
encontrar.
 MMII:
veia safena magna:
estende-se do pé
até a região
inguinal.
safena parva: forma-
se atras do maleolo
lateral.
Revascularização do miocárdio: ponte de safena.
 Veia porta: drena sg. do 
sistema digestivo e de suas
glândulas associadas.
 O que entra no fígado vindo da
veia porta, depois de ser 'limpo'
pelo fígado, vai até a veia cava
inferior através das veias
hepáticas.
Drenagem línfatica
 O Sangue passa pelos
capilares, ocorre uma perda
de líquido que vai para o
interstício, q as veias não
recolheramLINFA (líquido
esbranquiçado ou amarelo
claro de composição
comparada ao do Plasma
sanguíneo).
 Vasos Linfáticos: conduzem a
linfa dos capilares linfáticos
para a corrente sanguínea.
 Linfedema: edema
provocado pela
obstrução dos
vasos linfáticos.
 Capilares linfáticos: se
juntam
progressivamente até
formar pequenas
estruturas: Linfonodos.
 São achatados, ovais ou
em forma de rim, podem
ter o tamanho da cabeça
de um alfinete, eles
"filtram" a linfa que
chega até eles, e
removem bactérias, vírus
e restos celulares. 
Linfonodos
 Principal função: Produzir
anticorpos, subs. que nos
defendem de doenças.
 Quando estão
aumentados são
palpáveis, localizam-se:
axilas, região inguinal, e
ao longo dos vasos do
pescoço, onde estão aos
milhares.
Aplicações Práticas:
 Palpação de pulsos
arteriais, nos fornece
valiosas informações
sobre a saúde de uma
pessoas.
 As principais artérias
palpáveis são:

Artéria Radial
Principais Artérias palpáveis

Artéria temporal
Artéria Braquial
Artéria Carótida Artéria tibial posterior
Artéria poplítea Artéria femoral