Você está na página 1de 83
GUERRA DAS MALVINAS - 1982 GUERRA DAS MALVINAS - 1982 ARGENTINA ARGENTINA REINO UNIDO REINO UNIDO
GUERRA DAS MALVINAS - 1982 GUERRA DAS MALVINAS - 1982
GUERRA DAS MALVINAS - 1982
GUERRA DAS MALVINAS - 1982
GUERRA DAS MALVINAS - 1982 GUERRA DAS MALVINAS - 1982 ARGENTINA ARGENTINA REINO UNIDO REINO UNIDO

ARGENTINA

ARGENTINA
ARGENTINA

REINO UNIDO

REINO UNIDO

OBJETIVOS OBJETIVOS Abordar os principais fatos da Guerra Abordar os principais fatos da Guerra das Malvinas,
OBJETIVOS OBJETIVOS
OBJETIVOS
OBJETIVOS
OBJETIVOS OBJETIVOS Abordar os principais fatos da Guerra Abordar os principais fatos da Guerra das Malvinas,
Abordar os principais fatos da Guerra Abordar os principais fatos da Guerra das Malvinas, destacando seus
Abordar os principais fatos da Guerra
Abordar os principais fatos da Guerra
das Malvinas, destacando seus
das Malvinas, destacando seus
antecedentes; forças e equipamentos
antecedentes; forças e equipamentos
empregados; manobras e táticas
empregados; manobras e táticas
utilizadas; atuação de helicópteros
utilizadas; atuação de helicópteros
como força de combate e apoio e
como força de combate e apoio e
consequências do conflito.
consequências do conflito.
SUMÁRIO SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 2- DESENVOLVIMENTO 2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3-
SUMÁRIO SUMÁRIO
SUMÁRIO
SUMÁRIO
SUMÁRIO SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 2- DESENVOLVIMENTO 2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3-

1- INTRODUÇÃO

1.1- RESUMO HISTÓRICO

2- DESENVOLVIMENTO

2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3- MANOBAS E TÁTICAS EMPREGADAS

2.3.1- Operação Rosário (INVASÃO ARGENTINA) 2.3.2- Operação Corporate (OFENSIVA BRITÂNICA)

2.4- EMPREGO DOS HELICÓPTEROS

3- CONCLUSÃO

SUMÁRIO SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 2- DESENVOLVIMENTO 2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3-
SUMÁRIO SUMÁRIO
SUMÁRIO
SUMÁRIO
SUMÁRIO SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 2- DESENVOLVIMENTO 2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3-
1- INTRODUÇÃO
1- INTRODUÇÃO
1.1- RESUMO HISTÓRICO
1.1- RESUMO HISTÓRICO

2- DESENVOLVIMENTO

2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3- MANOBAS E TÁTICAS EMPREGADAS

2.3.1- Operação Rosário (INVASÃO ARGENTINA) 2.3.2- Operação Corporate (OFENSIVA BRITÂNICA)

2.4- EMPREGO DOS HELICÓPTEROS

3- CONCLUSÃO

1.1- RESUMO HISTÓRICO 1.1- RESUMO HISTÓRICO Localização espacial Localização espacial População civil de origem escossesa População
1.1- RESUMO HISTÓRICO 1.1- RESUMO HISTÓRICO
1.1- RESUMO HISTÓRICO
1.1- RESUMO HISTÓRICO
1.1- RESUMO HISTÓRICO 1.1- RESUMO HISTÓRICO Localização espacial Localização espacial População civil de origem escossesa População
Localização espacial Localização espacial População civil de origem escossesa População civil de origem escossesa Ocupação científica
Localização espacial
Localização espacial
População civil de origem escossesa
População civil de origem escossesa
Ocupação científica
Ocupação científica
1.1- RESUMO HISTÓRICO 1.1- RESUMO HISTÓRICO Disputa colonial (1690 a 1833) Disputa colonial (1690 a 1833)
1.1- RESUMO HISTÓRICO 1.1- RESUMO HISTÓRICO
1.1- RESUMO HISTÓRICO
1.1- RESUMO HISTÓRICO
1.1- RESUMO HISTÓRICO 1.1- RESUMO HISTÓRICO Disputa colonial (1690 a 1833) Disputa colonial (1690 a 1833)
Disputa colonial (1690 a 1833) Disputa colonial (1690 a 1833)
Disputa colonial (1690 a 1833)
Disputa colonial (1690 a 1833)
1.1- RESUMO HISTÓRICO 1.1- RESUMO HISTÓRICO Disputa colonial (1690 a 1833) Disputa colonial (1690 a 1833)
1.1- RESUMO HISTÓRICO 1.1- RESUMO HISTÓRICO Disputa colonial (1690 a 1833) Disputa colonial (1690 a 1833)
1.1- RESUMO HISTÓRICO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 1965 – Argentina recorre a ONU - Resolução 2065 1965
1.1- RESUMO HISTÓRICO 1.1- RESUMO HISTÓRICO
1.1- RESUMO HISTÓRICO
1.1- RESUMO HISTÓRICO
1.1- RESUMO HISTÓRICO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 1965 – Argentina recorre a ONU - Resolução 2065 1965
1965 – Argentina recorre a ONU - Resolução 2065 1965 – Argentina recorre a ONU -
1965 – Argentina recorre a ONU - Resolução 2065
1965 – Argentina recorre a ONU - Resolução 2065
1.1- RESUMO HISTÓRICO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 1965 – Argentina recorre a ONU - Resolução 2065 1965
1.1- RESUMO HISTÓRICO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 1965 – Argentina recorre a ONU - Resolução 2065 1965
Tentativa de Tentativa de qualificar a qualificar a disputa como disputa como questão questão colonial e
Tentativa de
Tentativa de
qualificar a
qualificar a
disputa como
disputa como
questão
questão
colonial e
colonial e
retomar o
retomar o
diálogo sobre a
diálogo sobre a
questão
questão
Insucesso nas negociações e descaso por 17 anos Insucesso nas negociações e descaso por 17 anos
Insucesso nas negociações e descaso por 17 anos
Insucesso nas negociações e descaso por 17 anos
1.1- RESUMO HISTÓRICO 1.1- RESUMO HISTÓRICO
1.1- RESUMO HISTÓRICO
1.1- RESUMO HISTÓRICO
1.1- RESUMO HISTÓRICO 1.1- RESUMO HISTÓRICO IMPORTÂNCIA DAS ILHAS: IMPORTÂNCIA DAS ILHAS: 1- QUESTÃO DE ORGULHO
1.1- RESUMO HISTÓRICO 1.1- RESUMO HISTÓRICO IMPORTÂNCIA DAS ILHAS: IMPORTÂNCIA DAS ILHAS: 1- QUESTÃO DE ORGULHO
IMPORTÂNCIA DAS ILHAS: IMPORTÂNCIA DAS ILHAS:
IMPORTÂNCIA DAS ILHAS:
IMPORTÂNCIA DAS ILHAS:
1- QUESTÃO DE ORGULHO E CREDIBILIDADE NACIONAL 1- QUESTÃO DE ORGULHO E CREDIBILIDADE NACIONAL
1- QUESTÃO DE ORGULHO E CREDIBILIDADE NACIONAL
1- QUESTÃO DE ORGULHO E CREDIBILIDADE NACIONAL
1.1- RESUMO HISTÓRICO 1.1- RESUMO HISTÓRICO IMPORTÂNCIA DAS ILHAS: IMPORTÂNCIA DAS ILHAS: 2- POSIÇÃO ESTRATÉGICA 2-
1.1- RESUMO HISTÓRICO 1.1- RESUMO HISTÓRICO
1.1- RESUMO HISTÓRICO
1.1- RESUMO HISTÓRICO
1.1- RESUMO HISTÓRICO 1.1- RESUMO HISTÓRICO IMPORTÂNCIA DAS ILHAS: IMPORTÂNCIA DAS ILHAS: 2- POSIÇÃO ESTRATÉGICA 2-
IMPORTÂNCIA DAS ILHAS: IMPORTÂNCIA DAS ILHAS: 2- POSIÇÃO ESTRATÉGICA 2- POSIÇÃO ESTRATÉGICA
IMPORTÂNCIA DAS ILHAS:
IMPORTÂNCIA DAS ILHAS:
2- POSIÇÃO ESTRATÉGICA
2- POSIÇÃO ESTRATÉGICA
1.1- RESUMO HISTÓRICO 1.1- RESUMO HISTÓRICO
1.1- RESUMO HISTÓRICO
1.1- RESUMO HISTÓRICO
1.1- RESUMO HISTÓRICO 1.1- RESUMO HISTÓRICO IMPORTÂNCIA DAS ILHAS: IMPORTÂNCIA DAS ILHAS: 3- EXPLORAÇÃO DE PETRÓLEO
1.1- RESUMO HISTÓRICO 1.1- RESUMO HISTÓRICO IMPORTÂNCIA DAS ILHAS: IMPORTÂNCIA DAS ILHAS: 3- EXPLORAÇÃO DE PETRÓLEO
IMPORTÂNCIA DAS ILHAS: IMPORTÂNCIA DAS ILHAS:
IMPORTÂNCIA DAS ILHAS:
IMPORTÂNCIA DAS ILHAS:
3- EXPLORAÇÃO DE PETRÓLEO 3- EXPLORAÇÃO DE PETRÓLEO
3- EXPLORAÇÃO DE PETRÓLEO
3- EXPLORAÇÃO DE PETRÓLEO
1.1- RESUMO HISTÓRICO 1.1- RESUMO HISTÓRICO DECISÃO ARGENTINA DE ATACAR: EQUÍVOCO GEOPOLÍTICO DECISÃO ARGENTINA DE ATACAR:
1.1- RESUMO HISTÓRICO 1.1- RESUMO HISTÓRICO
1.1- RESUMO HISTÓRICO
1.1- RESUMO HISTÓRICO
1.1- RESUMO HISTÓRICO 1.1- RESUMO HISTÓRICO DECISÃO ARGENTINA DE ATACAR: EQUÍVOCO GEOPOLÍTICO DECISÃO ARGENTINA DE ATACAR:
DECISÃO ARGENTINA DE ATACAR: EQUÍVOCO GEOPOLÍTICO DECISÃO ARGENTINA DE ATACAR: EQUÍVOCO GEOPOLÍTICO
DECISÃO ARGENTINA DE ATACAR: EQUÍVOCO GEOPOLÍTICO
DECISÃO ARGENTINA DE ATACAR: EQUÍVOCO GEOPOLÍTICO

COMO COMO O O GOVERNO GOVERNO ARGENTINO ARGENTINO PENSOU PENSOU QUE QUE SERIA SERIA O O DESENROLAR DESENROLAR DOS DOS

FATOS FATOS ? ?

1.1- RESUMO HISTÓRICO 1.1- RESUMO HISTÓRICO DECISÃO ARGENTINA DE ATACAR: EQUÍVOCO GEOPOLÍTICO DECISÃO ARGENTINA DE ATACAR:
SUMÁRIO SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 2- DESENVOLVIMENTO 2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3-
SUMÁRIO SUMÁRIO
SUMÁRIO
SUMÁRIO
SUMÁRIO SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 2- DESENVOLVIMENTO 2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3-

1- INTRODUÇÃO

1.1- RESUMO HISTÓRICO

SUMÁRIO SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 2- DESENVOLVIMENTO 2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3-
2- DESENVOLVIMENTO
2- DESENVOLVIMENTO

2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3- MANOBAS E TÁTICAS EMPREGADAS

2.3.1- Operação Rosário (INVASÃO ARGENTINA) 2.3.2- Operação Corporate (OFENSIVA BRITÂNICA)

2.4- EMPREGO DOS HELICÓPTEROS

3- CONCLUSÃO

2.1- FORÇAS PRESENTES 2.1- FORÇAS PRESENTES
2.1- FORÇAS PRESENTES
2.1- FORÇAS PRESENTES
2.1- FORÇAS PRESENTES 2.1- FORÇAS PRESENTES EFETIVO: 9824 EFETIVO: 9824 ARTILHARIA ARTILHARIA Morteiros, obuseiros Oto Morteiros,
2.1- FORÇAS PRESENTES 2.1- FORÇAS PRESENTES EFETIVO: 9824 EFETIVO: 9824 ARTILHARIA ARTILHARIA Morteiros, obuseiros Oto Morteiros,
EFETIVO: 9824 EFETIVO: 9824
EFETIVO: 9824
EFETIVO: 9824

ARTILHARIA

ARTILHARIA

Morteiros, obuseiros Oto

Morteiros, obuseiros Oto

Melara de 105mm,

Melara de 105mm,

canhões Citefa e GA-3 de

canhões Citefa e GA-3 de

155mm e Czekalski de

155mm e Czekalski de

105 mm, terra-ar Tiger

105 mm, terra-ar Tiger

Cat, Blowpipe e Sam 7.

Cat, Blowpipe e Sam 7.

EXÉRCITO EXÉRCITO ARTILHARIA ARTILHARIA
EXÉRCITO
EXÉRCITO
ARTILHARIA
ARTILHARIA
EFETIVO: 6000 EFETIVO: 6000
EFETIVO: 6000
EFETIVO: 6000

Morteiros, canhões de

Morteiros, canhões de

84, 105 e 120mm, mísseis

84, 105 e 120mm, mísseis

terra-ar Blowpipe e

terra-ar Blowpipe e

Rapier e anticarro Milan.

Rapier e anticarro Milan.

Scorpion e

Scorpion e

Samson

Samson

2.1- FORÇAS PRESENTES 2.1- FORÇAS PRESENTES MARINHA MARINHA Porta-aviões “ 25 de Porta-aviões “ HMS Porta-aviões
2.1- FORÇAS PRESENTES 2.1- FORÇAS PRESENTES
2.1- FORÇAS PRESENTES
2.1- FORÇAS PRESENTES
2.1- FORÇAS PRESENTES 2.1- FORÇAS PRESENTES MARINHA MARINHA Porta-aviões “ 25 de Porta-aviões “ HMS Porta-aviões
MARINHA MARINHA Porta-aviões “ 25 de Porta-aviões “ HMS Porta-aviões “ 25 de Porta-aviões “ HMS
MARINHA
MARINHA
Porta-aviões “ 25 de
Porta-aviões “ HMS
Porta-aviões “ 25 de
Porta-aviões “ HMS
Mayo”, transportava
Invinvible”, costumava
Mayo”, transportava
Invinvible”, costumava
aviões A4-Q Super
levar 5 Sea Harrier e 9
aviões A4-Q Super
levar 5 Sea Harrier e 9
Etendard e
Sea King. Velocidade
Etendard e
Sea King. Velocidade
helicópteros Sea King.
máxima 28 kt.
helicópteros Sea King.
máxima 28 kt.
Efetivo: 40
Efetivo: 40
Helicópteros
Helicópteros
PUMA AS 330
Porta-aviões
PUMA AS 330
Porta-aviões
Aviões
Aviões
Submarinos
Porta-aviões
Submarinos
Porta-aviões
Cruzadores
Submarinos
Cruzadores
Submarinos
Helicópteros
Helicópteros
Sea king – Para luta
Destróiers
Sea king – Para luta
Cruzadores
Destróiers
Super Etendard
antissubmarina e
Cruzadores
Super Etendard
antissubmarina e
Caça bombardeiro
transporte
Caça bombardeiro
transporte
Corvetas
Destróiers
Corvetas
Outros aviões:
Destróiers
Outros aviões:
Outros
Outros
Aermacchi MB 326
Aermacchi MB 326
Outros barcos
Mentor t-34 e Skyvan
Wessex, Gazelle, Lynx,
Fragatas
Outros barcos
Mentor t-34 e Skyvan
Wessex, Gazelle, Lynx,
Fragatas
Scouts, Westlands
Scouts, Westlands
2.1- FORÇAS PRESENTES 2.1- FORÇAS PRESENTES FORÇA AÉREA FORÇA AÉREA Mirage V Dagger Sea Harrier Avro
2.1- FORÇAS PRESENTES 2.1- FORÇAS PRESENTES
2.1- FORÇAS PRESENTES
2.1- FORÇAS PRESENTES
2.1- FORÇAS PRESENTES 2.1- FORÇAS PRESENTES FORÇA AÉREA FORÇA AÉREA Mirage V Dagger Sea Harrier Avro
FORÇA AÉREA FORÇA AÉREA Mirage V Dagger Sea Harrier Avro Vulcan A4-B/C Skyhawk Mirage V Dagger
FORÇA AÉREA
FORÇA AÉREA
Mirage V Dagger
Sea Harrier
Avro Vulcan
A4-B/C Skyhawk
Mirage V Dagger
Sea Harrier
Avro Vulcan
A4-B/C Skyhawk
Caça para ataque terrestre e
Caça de ataque ( Decolagem e
Bombardeiro para ataque
Caça Bombardeiro
Caça para ataque terrestre e
Caça de ataque ( Decolagem e
Bombardeiro para ataque
Caça Bombardeiro
reconhecimento
aterrissgem na vertical)
terrestre e reconhecimento
reconhecimento
aterrissgem na vertical)
terrestre e reconhecimento
Velocidade:
Velocidade:
Velocidade:
Velocidade:
Velocidade:
Velocidade:
Velocidade:
Velocidade:
Autonomia:
Autonomia:
Autonomia:
Autonomia:
Autonomia:
Autonomia:
Autonomia:
Autonomia:
Tripulação:
Tripulação:
Tripulação:
Tripulação:
Tripulação:
Tripulação:
Tripulação:
Tripulação:
Armamento:
Armamento:
Armamento:
Armamento:
Armamento:
Armamento:
Armamento:
Armamento:
2 canhões de 30mm; bombas de
2 canhões de 30mm; bombas de
2 canhões de 30mm; mísseis
21 bombas de 454 kg em
2 canhões de 30mm; bombas de
2 canhões de 30mm; bombas de
2 canhões de 30mm; mísseis
21 bombas de 454 kg em
250 kg e 500 kg
250 kg e 500 kg
Sidewinder e bombas
compartimento interno
250 kg e 500 kg
250 kg e 500 kg
Sidewinder e bombas
compartimento interno
FMA IA 58
Helicópteros
FMA IA 58
Helicópteros
Nimrod MR2
Sea Harrier
Nimrod MR2
Avião turboélice de
Sea Harrier
Chinook CH-47 Transporte
Radar e patrulha
Avião turboélice de
Chinook CH-47 Transporte
Radar e patrulha
combate
de tropas e carga
Harrier GR3
Harrier GR3
combate
de tropas e carga
Vulcan
Outros
Vulcan
Outros
aviões
Nimrod
aviões
Nimrod
C-130
Helicópteros Sea
Efetivo:
Mirage III,
C-130
Helicópteros Sea
Efetivo:
Mirage III,
Outros helicópteros
King, Wessex, Puma e
Aprox. 1000
Canberra,
Outros helicópteros
King, Wessex, Puma e
Aprox. 1000
Canberra,
Bell UH-1H
Victor
Chinook
C-130, F-28
Bell UH-1H
Victor
Chinook
C-130 F-28
SUMÁRIO SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 2- DESENVOLVIMENTO 2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3-
SUMÁRIO SUMÁRIO
SUMÁRIO
SUMÁRIO
SUMÁRIO SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 2- DESENVOLVIMENTO 2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3-

1- INTRODUÇÃO

1.1- RESUMO HISTÓRICO

2- DESENVOLVIMENTO
2- DESENVOLVIMENTO
SUMÁRIO SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 2- DESENVOLVIMENTO 2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3-

2.1- FORÇAS PRESENTES

2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
SUMÁRIO SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 2- DESENVOLVIMENTO 2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3-

2.3- MANOBAS E TÁTICAS EMPREGADAS

2.3.1- Operação Rosário (INVASÃO ARGENTINA)

2.3.2- Operação Corporate (OFENSIVA BRITÂNICA)

2.4- EMPREGO DOS HELICÓPTEROS

3- CONCLUSÃO

2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS
SUMÁRIO SUMÁRIO
SUMÁRIO
SUMÁRIO
SUMÁRIO SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 2- DESENVOLVIMENTO 2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3-
SUMÁRIO SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 2- DESENVOLVIMENTO 2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3-

1- INTRODUÇÃO

1.1- RESUMO HISTÓRICO

2- DESENVOLVIMENTO
2- DESENVOLVIMENTO
SUMÁRIO SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 2- DESENVOLVIMENTO 2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3-

2.1- FORÇAS PRESENTES

2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS

SUMÁRIO SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 2- DESENVOLVIMENTO 2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3-
2.3- MANOBAS E TÁTICAS EMPREGADAS 2.3.1- Operação Rosário (INVASÃO ARGENTINA)
2.3- MANOBAS E TÁTICAS EMPREGADAS
2.3.1- Operação Rosário (INVASÃO ARGENTINA)

2.3.2- Operação Corporate (OFENSIVA BRITÂNICA)

2.4- EMPREGO DOS HELICÓPTEROS

3- CONCLUSÃO

OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL – – OP OP
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL – – OP OP
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL – – OP OP ROSÁRIO ROSÁRIO
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL – – OP OP
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL – – OP OP
- 1 (um) Navio de transporte - 1 (um) Navio de transporte polar polar (ARA (ARA
-
1
(um) Navio de transporte
-
1
(um) Navio de transporte
polar polar (ARA (ARA BAHIA BAHIA PARAÍSO) PARAÍSO)
com:
com:
-
1
(um) helicóptero PUMA
-
1
(um) helicóptero PUMA
-
1
(um) helicóptero ALOUETTE
-
1
(um) helicóptero ALOUETTE
-
1
(uma) Corveta lança Míssil
-
1
(uma) Corveta lança Míssil
(ARA (ARA GUERRICO) GUERRICO) com: com:
-
4
(quatro) mísseis EXOCET
-
4
(quatro) mísseis EXOCET
Antinavio
Antinavio
-
1
(um) Navio de transporte
-
1
(um) Navio de transporte
(ARA (ARA BAHIA BAHIA BUEN BUEN SUCESO) SUCESO)
100 (cem) fuzileiros navais embarcados 100 (cem) fuzileiros navais embarcados
100 (cem) fuzileiros navais embarcados
100 (cem) fuzileiros navais embarcados
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL – – OP OP
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL – – OP OP ROSÁRIO ROSÁRIO
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL – – OP OP
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL – – OP OP
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL – – OP OP
- 1 (um) Navio patrulha ártica - 1 (um) Navio patrulha ártica (HMS (HMS ENDURANCE) ENDURANCE)
-
1 (um) Navio patrulha ártica
-
1 (um) Navio patrulha ártica
(HMS (HMS ENDURANCE) ENDURANCE) com: com:
-
2 (dois) helicópteros WASP
-
2 (dois) helicópteros WASP
22 (vinte e dois) fuzileiros navais em terra (Royal Marines) 22 (vinte e dois) fuzileiros navais
22 (vinte e dois) fuzileiros navais em terra (Royal Marines)
22 (vinte e dois) fuzileiros navais em terra (Royal Marines)
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL – – OP OP
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL – – OP OP ROSÁRIO ROSÁRIO
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL – – OP OP
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL – – OP OP
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL – – OP OP
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL – – OP OP
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL – – OP OP ROSÁRIO ROSÁRIO
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL – – OP OP
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL – – OP OP
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL – – OP OP
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS MALVINAS MALVINAS – – OP OP ROSÁRIO ROSÁRIO - 2
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS MALVINAS MALVINAS – – OP OP ROSÁRIO ROSÁRIO
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS MALVINAS MALVINAS – – OP OP ROSÁRIO ROSÁRIO
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS MALVINAS MALVINAS – – OP OP ROSÁRIO ROSÁRIO - 2
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS MALVINAS MALVINAS – – OP OP ROSÁRIO ROSÁRIO - 2
- 2 (dois) Destróier (HÉRCULES - 2 (dois) Destróier (HÉRCULES e e SANTISSIMA SANTISSIMA TRINDAD), TRINDAD),
-
2
(dois) Destróier
(HÉRCULES
-
2
(dois) Destróier
(HÉRCULES
e e SANTISSIMA SANTISSIMA TRINDAD), TRINDAD), cada cada
um com:
um com:
-
1
(um) lançador EXOCET
-
1
(um) lançador EXOCET
-
2
(dois) helicópteros SEA KING
-
2
(dois) helicópteros SEA KING
-
2
(duas) Corvetas pesadas
-
2
(duas) Corvetas pesadas
(DRUMMOND (DRUMMOND e e GRANVILLE) GRANVILLE) com: com:
-
1
(um) lançador EXOCET
-
1
(um) lançador EXOCET
-
2
(dois) Navios de transporte e
-
2
(dois) Navios de transporte e
desembarque desembarque de de tropas tropas (ISLA (ISLA
DE LOS ESTADOS e CABO SAN
DE LOS ESTADOS e CABO SAN
ANTONIO) ANTONIO)
-
1
(um) Navio quebra-gelos de
-
1 (um) Navio quebra-gelos de
transporte de
transporte de
tropas(ALMIRANTE tropas(ALMIRANTE IRÍZAR) IRÍZAR) com: com:
-
2
(dois) helicópteros ALOUETTE
-
2 (dois) helicópteros ALOUETTE
1
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS MALVINAS MALVINAS – – OP OP ROSÁRIO ROSÁRIO - 2
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS MALVINAS MALVINAS – – OP OP ROSÁRIO ROSÁRIO - 2
- - 1 (um) (um) Submarino Submarino (SANTA (SANTA FÉ) FÉ)
-
-
1 (um) (um) Submarino Submarino (SANTA (SANTA FÉ) FÉ)
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS MALVINAS MALVINAS – – OP OP ROSÁRIO ROSÁRIO - 1
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS MALVINAS MALVINAS – – OP OP ROSÁRIO ROSÁRIO
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS MALVINAS MALVINAS – – OP OP ROSÁRIO ROSÁRIO
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS MALVINAS MALVINAS – – OP OP ROSÁRIO ROSÁRIO - 1
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS MALVINAS MALVINAS – – OP OP ROSÁRIO ROSÁRIO - 1
- 1 (um) Navio civil costeiro - 1 (um) Navio civil costeiro (FORREST) (FORREST)
-
1 (um) Navio civil costeiro
-
1 (um) Navio civil costeiro
(FORREST) (FORREST)
- 67 (sessenta e sete) fuzileiros navais em terra. - 67 (sessenta e sete) fuzileiros navais
-
67 (sessenta e sete) fuzileiros navais em terra.
-
67 (sessenta e sete) fuzileiros navais em terra.
-
23 (vinte e três) membros da Força Voluntária de Defesa.
-
23 (vinte e três) membros da Força Voluntária de Defesa.
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS MALVINAS MALVINAS – – OP OP ROSÁRIO ROSÁRIO
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS MALVINAS MALVINAS – – OP OP ROSÁRIO ROSÁRIO
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS MALVINAS MALVINAS – – OP OP ROSÁRIO ROSÁRIO
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS MALVINAS MALVINAS – – OP OP ROSÁRIO ROSÁRIO
OCUPAÇÃO OCUPAÇÃO DAS DAS ILHAS ILHAS MALVINAS MALVINAS – – OP OP ROSÁRIO ROSÁRIO
SUMÁRIO SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 2- DESENVOLVIMENTO 2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3-
SUMÁRIO SUMÁRIO
SUMÁRIO
SUMÁRIO
SUMÁRIO SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 2- DESENVOLVIMENTO 2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3-

1- INTRODUÇÃO

1.1- RESUMO HISTÓRICO

SUMÁRIO SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 2- DESENVOLVIMENTO 2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3-
2- DESENVOLVIMENTO
2- DESENVOLVIMENTO

2.1- FORÇAS PRESENTES

2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS

2.3- MANOBAS E TÁTICAS EMPREGADAS
2.3- MANOBAS E TÁTICAS EMPREGADAS
SUMÁRIO SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 2- DESENVOLVIMENTO 2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3-

2.3.1- Operação Rosário (INVASÃO ARGENTINA)

2.3.2- Operação Corporate (OFENSIVA BRITÂNICA)
2.3.2- Operação Corporate (OFENSIVA BRITÂNICA)

2.4- EMPREGO DOS HELICÓPTEROS

3- CONCLUSÃO

OPERAÇÃO OPERAÇÃO PARAQUAT PARAQUAT – – OP OP CORPORATE CORPORATE - - Reconquista das Ilhas Geórgia
OPERAÇÃO OPERAÇÃO PARAQUAT PARAQUAT – – OP OP CORPORATE CORPORATE
-
-
Reconquista das Ilhas Geórgia do Sul.
Reconquista das Ilhas Geórgia do Sul.
-
-
O primeiro a chegar foi o submarino nuclear HMS Conqueror.
O primeiro a chegar foi o submarino nuclear HMS Conqueror.
-
-
Incursão
SAS
(Special
Air
Service:
serviço
aéreo
especial,
Incursão
SAS (Special
Air
Service:
serviço
aéreo
especial,
tropas de elite) por 3 Helicópteros WESSEX.
tropas de elite) por 3 Helicópteros WESSEX.
OPERAÇÃO OPERAÇÃO PARAQUAT PARAQUAT – – GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL -OP. -OP. CORPORATE CORPORATE
OPERAÇÃO OPERAÇÃO PARAQUAT PARAQUAT – – GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL -OP. -OP. CORPORATE CORPORATE
OPERAÇÃO OPERAÇÃO PARAQUAT PARAQUAT – – GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL -OP. -OP. CORPORATE CORPORATE
OPERAÇÃO OPERAÇÃO PARAQUAT PARAQUAT – – GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL -OP. -OP. CORPORATE CORPORATE
OPERAÇÃO OPERAÇÃO PARAQUAT PARAQUAT – – GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL -OP. -OP. CORPORATE CORPORATE
OPERAÇÃO OPERAÇÃO PARAQUAT PARAQUAT – – GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL -OP. -OP. CORPORATE CORPORATE
- - 1 1 (um) (um) Submarino Submarino (SANTA (SANTA FÉ) FÉ)
-
-
1 1 (um) (um) Submarino Submarino (SANTA (SANTA FÉ) FÉ)
O SANTA FÉ foi usado para transportar um destacamento de fuzileiros navais argentinos e suprimentos O
O SANTA FÉ foi usado para transportar um destacamento de fuzileiros navais argentinos e suprimentos
O SANTA FÉ foi usado para transportar um destacamento de fuzileiros navais argentinos e suprimentos
para Geórgia do Sul que se encontrava ocupada juntamente com as Malvinas, em 17 de abril de 1982
para Geórgia do Sul que se encontrava ocupada juntamente com as Malvinas, em 17 de abril de 1982
OPERAÇÃO OPERAÇÃO PARAQUAT PARAQUAT – – GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL -OP. -OP. CORPORATE CORPORATE
OPERAÇÃO OPERAÇÃO PARAQUAT PARAQUAT – – GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL -OP. -OP. CORPORATE CORPORATE
OPERAÇÃO OPERAÇÃO PARAQUAT PARAQUAT – – GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL -OP. -OP. CORPORATE CORPORATE
OPERAÇÃO OPERAÇÃO PARAQUAT PARAQUAT – – GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL -OP. -OP. CORPORATE CORPORATE
- 1 (um) Destróier (HMS - 1 (um) Destróier (HMS ANTRIM), ANTRIM), com: com: - 1
-
1
(um) Destróier (HMS
-
1
(um) Destróier (HMS
ANTRIM), ANTRIM), com: com:
-
1
(um) lançador EXOCET
-
1
(um) lançador EXOCET
-
1
(um) helicóptero WESTLAND
-
1
(um) helicóptero WESTLAND
WESSEX
WESSEX
-
2
(duas) Fragatas,(HMS
-
2
(duas) Fragatas,(HMS
PLYMOUTH-anti-submarina- PLYMOUTH-anti-submarina- e e
HMS HMS BRILLIANT), BRILLIANT),
respectivamente com:
respectivamente com:
-
1
(um) helicóptero WASP
-
1
(um) helicóptero WASP
-
2
(dois) helicópteros LYNX
-
2
(dois) helicópteros LYNX
-
1
(um) Navio petroleiro e de
-
1
(um) Navio petroleiro e de
suprimento suprimento (HMS (HMS TIDESPRING) TIDESPRING)
-
1 (um) Navio de patrulha ártica
-
1 (um) Navio de patrulha ártica
(HMS (HMS ENDURANCE) ENDURANCE) com: com:
-
2 (dois) helicópteros WASP
-
2 (dois) helicópteros WASP
1 (um) Submarino nuclear
OPERAÇÃO OPERAÇÃO PARAQUAT PARAQUAT – – GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL -OP. -OP. CORPORATE CORPORATE
- - 1 (um) Submarino nuclear (HMS (HMS CONQUEROR) CONQUEROR)
-
-
1 (um) Submarino nuclear
(HMS (HMS CONQUEROR) CONQUEROR)
OPERAÇÃO OPERAÇÃO PARAQUAT PARAQUAT – – GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL -OP. -OP. CORPORATE CORPORATE
OPERAÇÃO OPERAÇÃO PARAQUAT PARAQUAT – – GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL -OP. -OP. CORPORATE CORPORATE
OPERAÇÃO OPERAÇÃO PARAQUAT PARAQUAT – – GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL -OP. -OP. CORPORATE CORPORATE
OPERAÇÃO OPERAÇÃO PARAQUAT PARAQUAT – – GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL -OP. -OP. CORPORATE CORPORATE
- O Submarino Santa Fé é detectado por radar e atacado por cargas de - O
-
O
Submarino
Santa
é
detectado
por
radar
e
atacado
por
cargas
de
-
O
Submarino
Santa
é
detectado
por
radar
e
atacado
por
cargas
de
profundidade.
profundidade.
-
O Santa Fé retorna à superfície e é atacado por helicópteros WASP e LYNX.
-
O Santa Fé retorna à superfície e é atacado por helicópteros WASP e LYNX.
-
Tripulação Argentina tenta resistir atirando com metralhadoras e fuzis, mas teve
-
Tripulação Argentina tenta resistir atirando com metralhadoras e fuzis, mas teve
que abandonar o submarino danificado e acaba se rendendo.
que abandonar o submarino danificado e acaba se rendendo.
OPERAÇÃO OPERAÇÃO PARAQUAT PARAQUAT – – GEÓRGIA GEÓRGIA DO DO SUL SUL -OP. -OP. CORPORATE CORPORATE
BLACK BLACK BUCK BUCK – – OP OP CORPORATE CORPORATE
BLACK BLACK BUCK BUCK – – OP OP CORPORATE CORPORATE
BLACK BLACK BUCK BUCK – – OP OP CORPORATE CORPORATE
BLACK BLACK BUCK BUCK – – OP OP CORPORATE CORPORATE
BLACK BLACK BUCK BUCK – – OP OP CORPORATE CORPORATE
BLACK BLACK BUCK BUCK – – OP OP CORPORATE CORPORATE - - 1 1 (um) (um)
BLACK BLACK BUCK BUCK – – OP OP CORPORATE CORPORATE - - 1 1 (um) (um)
- - 1 1 (um) (um) Porta Porta aviões aviões ( ( HMS HMS INVINCIBLE) INVINCIBLE)
-
-
1 1 (um) (um) Porta Porta aviões aviões ( ( HMS HMS
INVINCIBLE) INVINCIBLE) e e escoltas escoltas
- 2 (dois) bombardeiros VULCAN - 2 (dois) bombardeiros VULCAN
-
2 (dois) bombardeiros VULCAN
-
2 (dois) bombardeiros VULCAN
- 800º esquadrão de aviões - 800º esquadrão de aviões táticos SEA HARRIER (ataque) táticos SEA
-
800º esquadrão de aviões
-
800º esquadrão de aviões
táticos SEA HARRIER (ataque)
táticos SEA HARRIER (ataque)
- 801º esquadrão de aviões - 801º esquadrão de aviões táticos SEA HARRIER (patrulha) táticos SEA
-
801º esquadrão de aviões
-
801º esquadrão de aviões
táticos SEA HARRIER (patrulha)
táticos SEA HARRIER (patrulha)
BLACK BLACK BUCK BUCK – – OP OP CORPORATE CORPORATE - - 1 1 (um) (um)
BLACK BLACK BUCK BUCK – – OP OP CORPORATE CORPORATE - - 1 1 (um) (um)
BLACK BLACK BUCK BUCK – – OP OP CORPORATE CORPORATE - - 1 1 (um) (um)
BLACK BLACK BUCK BUCK – – OP OP CORPORATE CORPORATE - - 1 1 (um) (um)
BLACK BLACK BUCK BUCK – – OP OP CORPORATE CORPORATE - - 1 1 (um) (um)
BLACK BLACK BUCK BUCK – – OP OP CORPORATE CORPORATE - - 1 1 (um) (um)
BLACK BLACK BUCK BUCK – – OP OP CORPORATE CORPORATE - - 1 1 (um) (um)
BLACK BLACK BUCK BUCK – – OP OP CORPORATE CORPORATE
BLACK BLACK BUCK BUCK – – OP OP CORPORATE CORPORATE
BLACK BLACK BUCK BUCK – – OP OP CORPORATE CORPORATE
BLACK BLACK BUCK BUCK – – OP OP CORPORATE CORPORATE
BLACK BLACK BUCK BUCK – – OP OP CORPORATE CORPORATE
BLACK BLACK BUCK BUCK – – OP OP CORPORATE CORPORATE Foi planejado uma série de operações
BLACK BLACK BUCK BUCK – – OP OP CORPORATE CORPORATE
BLACK BLACK BUCK BUCK – – OP OP CORPORATE CORPORATE
BLACK BLACK BUCK BUCK – – OP OP CORPORATE CORPORATE Foi planejado uma série de operações
Foi planejado uma série de operações de ataque Foi planejado uma série de operações de ataque
Foi planejado uma série de operações de ataque
Foi planejado uma série de operações de ataque
a terra contra o aeroporto de Puerto Argentino
a terra contra o aeroporto de Puerto Argentino
que
que
se
se
desenvolveria
desenvolveria
mediante
mediante
bombardeiros
bombardeiros
Vulcan baseados na ilha de Ascensão.
Vulcan baseados na ilha de Ascensão.
A
A
Operação
Operação
Black
Black
Buck
Buck
I
I
teve
teve
êxito
êxito
com
com
um
um
brilhante
brilhante
alcance
alcance
operacional,
operacional,
porém
porém
foi
foi
um
um
fracasso quanto aos seus resultados práticos.
fracasso quanto aos seus resultados práticos.
BLACK BLACK BUCK BUCK I I – – OP OP CORPORATE CORPORATE
BLACK BLACK BUCK BUCK I I – – OP OP CORPORATE CORPORATE
BLACK BLACK BUCK BUCK I I – – OP OP CORPORATE CORPORATE
BLACK BLACK BUCK BUCK I I – – OP OP CORPORATE CORPORATE
BLACK BLACK BUCK BUCK I I – – OP OP CORPORATE CORPORATE
AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO ARA ARA GENERAL GENERAL BELGRANO BELGRANO – – OP OP CORPORATE CORPORATE - -
AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO ARA ARA GENERAL GENERAL BELGRANO BELGRANO – – OP OP CORPORATE CORPORATE
AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO ARA ARA GENERAL GENERAL BELGRANO BELGRANO – – OP OP CORPORATE CORPORATE
AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO ARA ARA GENERAL GENERAL BELGRANO BELGRANO – – OP OP CORPORATE CORPORATE - -
AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO ARA ARA GENERAL GENERAL BELGRANO BELGRANO – – OP OP CORPORATE CORPORATE - -
- - 1 1 (um) (um) Cruzador Cruzador (GENERAL (GENERAL BELGRANO), BELGRANO), com: com: - 1
-
-
1 1 (um) (um) Cruzador Cruzador (GENERAL (GENERAL
BELGRANO), BELGRANO), com: com:
- 1 helicóptero Alouette
- 1 helicóptero Alouette
-
-
2 2 (dois) (dois) Destróier Destróier (ARA (ARA
HIPÓLITO BOUCHARD e ARA
HIPÓLITO BOUCHARD e ARA
PIEDRA PIEDRA BUENA), BUENA), cada cada um um com: com:
-
Lança míssil EXOCET
-
Lança míssil EXOCET
AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO ARA ARA GENERAL GENERAL BELGRANO BELGRANO – – OP OP CORPORATE CORPORATE - 1
AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO ARA ARA GENERAL GENERAL BELGRANO BELGRANO – – OP OP CORPORATE CORPORATE
AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO ARA ARA GENERAL GENERAL BELGRANO BELGRANO – – OP OP CORPORATE CORPORATE
AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO ARA ARA GENERAL GENERAL BELGRANO BELGRANO – – OP OP CORPORATE CORPORATE - 1
AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO ARA ARA GENERAL GENERAL BELGRANO BELGRANO – – OP OP CORPORATE CORPORATE - 1
- 1 (um) Submarino nuclear - 1 (um) Submarino nuclear (HMS (HMS CONQUEROR) CONQUEROR)
-
1 (um) Submarino nuclear
-
1 (um) Submarino nuclear
(HMS (HMS CONQUEROR) CONQUEROR)
AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO ARA ARA GENERAL GENERAL BELGRANO BELGRANO – – OP OP CORPORATE CORPORATE - Apesar
AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO ARA ARA GENERAL GENERAL BELGRANO BELGRANO – – OP OP CORPORATE CORPORATE
AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO ARA ARA GENERAL GENERAL BELGRANO BELGRANO – – OP OP CORPORATE CORPORATE
AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO ARA ARA GENERAL GENERAL BELGRANO BELGRANO – – OP OP CORPORATE CORPORATE - Apesar
  • - Apesar de haver uma proposta de paz do Presidente em suas mãos, o

-

Apesar de haver uma proposta de paz do Presidente em suas mãos, o

governo

governo

de

de

Margaret

Margaret

Thatcher

Thatcher

autorizou

autorizou

Belgrano com seus 1.093 tripulantes.

Belgrano com seus 1.093 tripulantes.

o

o

afundamento

afundamento

do

do

General

General

  • - Dois torpedos acertaram em cheio o General Belgrano. O primeiro acertou a

-

Dois torpedos acertaram em cheio o General Belgrano. O primeiro acertou a

sala de máquinas de popa, abrindo um rombo de 20 m no casco, partindo a

sala de máquinas de popa, abrindo um rombo de 20 m no casco, partindo a

quilha e matando 272 tripulantes. O segundo acertou na proa, o que fez

quilha e matando 272 tripulantes. O segundo acertou na proa, o que fez

desaparecer 15 m do barco, porém aparentemente sem causar vítimas.

desaparecer 15 m do barco, porém aparentemente sem causar vítimas.

AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO ARA ARA GENERAL GENERAL BELGRANO BELGRANO – – OP OP CORPORATE CORPORATE - Apesar
AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO HMS HMS SHEFFIELD SHEFFIELD – – OP OP CORPORATE CORPORATE - 1 (um) avião
AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO HMS HMS SHEFFIELD SHEFFIELD – – OP OP CORPORATE CORPORATE
AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO HMS HMS SHEFFIELD SHEFFIELD – – OP OP CORPORATE CORPORATE
AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO HMS HMS SHEFFIELD SHEFFIELD – – OP OP CORPORATE CORPORATE - 1 (um) avião
AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO HMS HMS SHEFFIELD SHEFFIELD – – OP OP CORPORATE CORPORATE - 1 (um) avião
- 1 (um) avião de - 1 (um) avião de reconhecimento p-2 NEPTUNE reconhecimento p-2 NEPTUNE
-
1
(um) avião de
-
1
(um) avião de
reconhecimento p-2 NEPTUNE
reconhecimento p-2 NEPTUNE
-
2
(dois) aviões táticos SUPER
-
2
(dois) aviões táticos SUPER
ÉTENDARD,cada um com:
ÉTENDARD,cada um com:
-
Lançador míssil EXOCET
-
Lançador míssil EXOCET
-
1
(um) grupo de IAI DAGGERS
-
1
(um) grupo de IAI DAGGERS
AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO HMS HMS SHEFFIELD SHEFFIELD – – OP OP CORPORATE CORPORATE - 1 (um) avião
- 2 (duas) aeronaves auxiliares - 2 (duas) aeronaves auxiliares
-
2 (duas) aeronaves auxiliares
-
2 (duas) aeronaves auxiliares
AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO HMS HMS SHEFFIELD SHEFFIELD – – OP OP CORPORATE CORPORATE - 2 (dois) Porta
AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO HMS HMS SHEFFIELD SHEFFIELD – – OP OP CORPORATE CORPORATE
AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO HMS HMS SHEFFIELD SHEFFIELD – – OP OP CORPORATE CORPORATE
AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO HMS HMS SHEFFIELD SHEFFIELD – – OP OP CORPORATE CORPORATE - 2 (dois) Porta
- 2 (dois) Porta -aviões (HMS - 2 (dois) Porta -aviões (HMS HERMES HERMES e e
-
2
(dois) Porta -aviões (HMS
-
2
(dois) Porta -aviões (HMS
HERMES HERMES e e HMS HMS INVINCIBLE), INVINCIBLE),
-
5
(cinco) Destróiers lança-
-
5
(cinco) Destróiers lança-
mísseis mísseis (HMS (HMS ANTRIM, ANTRIM,
GLAMORGAN, CONVENTRY,
GLAMORGAN, CONVENTRY,
GLASGOW GLASGOW e e SHEFFIELD) SHEFFIELD)
-
4
(quatro) Fragatas (HMS
-
4
(quatro) Fragatas (HMS
BROADSWORD, ALACRITY,
BROADSWORD, ALACRITY,
ARROW ARROW e e YARMOUTH) YARMOUTH)
-
Várias patrulhas aéreas de
-
Várias patrulhas aéreas de
SEA HARRIER
SEA HARRIER
-
Numerosos navios auxiliares
-
AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO HMS HMS SHEFFIELD SHEFFIELD – – OP OP CORPORATE CORPORATE - 2 (dois) Porta
Numerosos navios auxiliares
Numerosos navios auxiliares
AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO HMS HMS SHEFFIELD SHEFFIELD – – OP OP CORPORATE CORPORATE - - Os Exocets
AFUNDAMENTO AFUNDAMENTO HMS HMS SHEFFIELD SHEFFIELD – – OP OP CORPORATE CORPORATE
-
-
Os
Exocets
acabavam
de
chegar
da
França
e,
devido
ao
Os
Exocets
acabavam
de
chegar
da
França
e,
devido
ao
embargo imposto pela OTAN contra a Argentina, os instrutores
embargo imposto pela OTAN contra a Argentina, os instrutores
franceses não haviam se apresentado.
franceses não haviam se apresentado.
-
-
O capitão do Sheffield, ao sair, assegura que o míssil explodiu,
O capitão do Sheffield, ao sair, assegura que o míssil explodiu,
destruindo o centro de operações e o de engenharia. Seja
destruindo o centro de operações e o de engenharia. Seja
como for, em poucos segundos, o moderno destróier estava em
como for, em poucos segundos, o moderno destróier estava em
chamas.
22
homens
morreram
e
24
ficaram
gravemente
chamas.
22
homens
morreram
e
24
ficaram
gravemente
feridos.
feridos.
O DIA D: OPERAÇÃO SUTTON – OP CORPORATE
O DIA D: OPERAÇÃO SUTTON – OP CORPORATE
O DIA D: OPERAÇÃO SUTTON – OP CORPORATE
O DIA D: OPERAÇÃO SUTTON – OP CORPORATE
O DIA D: OPERAÇÃO SUTTON – OP CORPORATE
O DIA D: OPERAÇÃO SUTTON – OP CORPORATE
O DIA D: OPERAÇÃO SUTTON – OP CORPORATE

Amaciando as Malvinas

• 1º a 20 de maio a FTB bombardeou as forças e as instalações argentinas nas
1º a 20 de maio a FTB bombardeou as forças e as instalações
argentinas nas ilhas.
Os aviões ingleses realizavam reconhecimento aéreo e os
helicópteros infiltravam equipes de operações especiais
(SAS) à retaguarda das linhas inimigas, para reconhecimento
do terreno
No dia 15, uma surpreendente e ousada incursão realizada
por uma unidade SAS, em 2 Sea King na ilha Pebble, destruiu 6
Pucará, 6 T-34 Mentor e um avião de transporte Skyvan.
O DIA D: OPERAÇÃO SUTTON – OP CORPORATE
O DIA D: OPERAÇÃO SUTTON – OP CORPORATE
O DIA D: OPERAÇÃO SUTTON – OP CORPORATE
O DIA D: OPERAÇÃO SUTTON – OP CORPORATE
O DIA D: OPERAÇÃO SUTTON – OP CORPORATE - GUARNIÇÃO DE SAN CARLOS
- GUARNIÇÃO DE SAN CARLOS
-
GUARNIÇÃO DE SAN CARLOS
O DIA D: OPERAÇÃO SUTTON – OP CORPORATE - GUARNIÇÃO DE SAN CARLOS

San Carlos

O DIA D: CORREDOR DAS BOMBAS (VALE DA MORTE)- OP CORPORATE
O DIA D: CORREDOR DAS BOMBAS (VALE DA MORTE)- OP CORPORATE
O DIA D: CORREDOR DAS BOMBAS (VALE DA MORTE)- OP CORPORATE
O DIA D: CORREDOR DAS BOMBAS (VALE DA MORTE)- OP CORPORATE
- 20 (vinte) aviões táticos IAI DAGGER - 30 (trinta) aviões táticos SKYHAWK - 6 (seis)
-
20 (vinte) aviões táticos IAI
DAGGER
-
30 (trinta) aviões táticos
SKYHAWK
-
6 (seis) caças MIRRAGE III
-
Diversas aeronaves de apoio em
retaguarda
  • - GUARNIÇÃO DE SAN CARLOS

O DIA D: CORREDOR DAS BOMBAS (VALE DA MORTE)- OP CORPORATE
O DIA D: CORREDOR DAS BOMBAS (VALE DA MORTE)- OP CORPORATE
O DIA D: CORREDOR DAS BOMBAS (VALE DA MORTE)- OP CORPORATE
O DIA D: CORREDOR DAS BOMBAS (VALE DA MORTE)- OP CORPORATE
- 1 (um) Destróier lança-mísseis (HMS ANTRIM) - 6 (seis) Fragatas,(HMS ANTELOPE, HMS BRILLIAT, ARDENT, ARGONAUT,
-
1 (um) Destróier lança-mísseis
(HMS ANTRIM)
-
6 (seis) Fragatas,(HMS ANTELOPE,
HMS BRILLIAT, ARDENT, ARGONAUT,
BROADSWORD, YARMOUTH)
-
2 (dois) Navios de assalto (HMS
FEARLESS e HMS INTREPID)
-
5(cinco) Navios de desembarque
(SIR PERCIVAL, TRISTRAM, GERAINT,
GALAHAD e LANCELOT)
-
4 (quatro) Navios de apoio
logístico e outros de ap/ cmbt
- 1 (um) transatlântico p/ transporte de tropas
-
1 (um) transatlântico p/
transporte de tropas
O DIA D: CORREDOR DAS BOMBAS (VALE DA MORTE)- OP CORPORATE - 1 (um) Destróier lança-mísseis
O DIA D: CORREDOR DAS BOMBAS (VALE DA MORTE)- OP CORPORATE - 1 (um) Destróier lança-mísseis
- Patrulhas aereas SEA HARRIER e armas AAe
-
Patrulhas aereas SEA HARRIER e
armas AAe
O DIA D: OP SUTTON e o CORREDOR DAS BOMBAS- OP CORPORATE
O DIA D: OP SUTTON e o CORREDOR DAS BOMBAS- OP CORPORATE
O DIA D: OP SUTTON e o CORREDOR DAS BOMBAS- OP CORPORATE
O DIA D: OP SUTTON e o CORREDOR DAS BOMBAS- OP CORPORATE
O DIA D: OP SUTTON e o CORREDOR DAS BOMBAS- OP CORPORATE
O DIA D: OP SUTTON e o CORREDOR DAS BOMBAS- OP CORPORATE
O DIA D: OP SUTTON e o CORREDOR DAS BOMBAS- OP CORPORATE
25 de maio, data da independência Argentina, a FAS 25 de maio, data da independência Argentina,
25 de maio, data da independência Argentina, a FAS
25 de maio, data da independência Argentina, a FAS
realiza ataque onde o alvo era o navio-aeródromo HMS Invincible,
realiza ataque onde o alvo era o navio-aeródromo HMS Invincible,
um Exocet lançado foi perdido, possivelmente abatido por fogo
um Exocet lançado foi perdido, possivelmente abatido por fogo
antiaéreo.
antiaéreo.
O
O
radar
radar
do
do
segundo
segundo
Exocet
Exocet
estava
estava
inicialmente
inicialmente
direcionado para o Invincible mas foi desviado por uma grande
direcionado para o Invincible mas foi desviado por uma grande
quantidade de chaff lançada, e o seu radar passou alocar-se em
quantidade de chaff lançada, e o seu radar passou alocar-se em
um
um
plot
plot
refletido pelo navio de transporte de carga
refletido pelo navio de transporte de carga
Atlantic
Atlantic
Conveyor
Conveyor
O ataque a este navio causou 12 mortes e a perda de 10
O ataque a este navio causou 12 mortes e a perda de 10
helicópteros,
helicópteros,
que
que
se
se
encontravam
encontravam
a
a
bordo.
bordo.
A
A
destruição
destruição
dos
dos
helicópteros, dentre os quais se encontrava um Chinook para
helicópteros, dentre os quais se encontrava um Chinook para
transporte pesado, veio a dificultar bastante o apoio logístico
transporte pesado, veio a dificultar bastante o apoio logístico
necessário
necessário
ao
ao
Exército
Exército
em
em
suas
suas
operações
operações
nas
nas
ilhas
ilhas
por
por
possuírem poucas estradas e um terreno pantanoso.
possuírem poucas estradas e um terreno pantanoso.
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE - 12º
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE - 12º
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE - 12º
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE - 12º
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE - 12º
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE - 12º
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE - 12º
- 12º Regimento de Infantaria - 12º Regimento de Infantaria - 1 (uma) Companhia do -
-
12º Regimento de Infantaria
-
12º Regimento de Infantaria
-
1
(uma) Companhia do
-
1
(uma) Companhia do
Regimento de Infantaria 25
Regimento de Infantaria 25
(tipo ranger)
(tipo ranger)
-
1
(uma) Bateria de artilharia
-
1
(uma) Bateria de artilharia
105mm
105mm
-
1
(uma ) seção do Regimento
-
1
(uma ) seção do Regimento
de Infantaria 8
de Infantaria 8
-
Defesa maciça AAe
-
Defesa maciça AAe
-
Apoio aéreo limitado (mau
-
Apoio aéreo limitado (mau
tempo)
tempo)
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE - 4
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE - 4
- 4 (quatro) Companhias pára- - 4 (quatro) Companhias pára- quedistas quedistas - 3 (três) Peças
-
4
(quatro) Companhias pára-
-
4 (quatro) Companhias pára-
quedistas
quedistas
-
3
(três) Peças de artilharia
-
3 (três) Peças de artilharia
105 mm do 29º Comando
105 mm do 29º Comando
-
2 (duas) unidades BLOWPIPE e;
-
2 (duas) unidades BLOWPIPE e;
-
1 (uma( unidade MILAN anti-
-
1 (uma( unidade MILAN anti-
tanque
tanque
-
Helicópteros SCOUT de
-
Helicópteros SCOUT de
reconhecimento
reconhecimento
-
3 (três) HARRIER apoiando pela
-
3 (três) HARRIER apoiando pela
noite
noite
-
1 (uma) Fragata em apoio
-
1 (uma) Fragata em apoio
breve breve (HMS (HMS ARROW) ARROW)
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE - 4
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE QUEM ESTÁ
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE QUEM ESTÁ

QUEM ESTÁ PERDENDO A GUERRA

MARÍTIMA?

CONTRA – ALMIRANTE WOODARD:

“ NO MAR, GANHA QUEM FICA”

BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE QUEM GANHA
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE QUEM GANHA

QUEM GANHA A GUERRA?

GENERAL THOMPSON:

“ AS GUERRAS SÃO GANHAS POR

QUEM CONQUISTAM A TERRA”

BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE INTENÇÃO DO
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE INTENÇÃO DO

INTENÇÃO DO REINO UNIDO:

ENCURRALAR OS ARGENTINOS EM

PORT STANLEY

BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE NECESSIDADE DE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE
BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE BATALHA DE GOOSE GREEN – OP CORPORATE NECESSIDADE DE

NECESSIDADE DE EMPREGO DE

HELICÓPTEROS DE MANOBRA

O COLAPSO– OP CORPORATE O COLAPSO– OP CORPORATE
O COLAPSO– OP CORPORATE O COLAPSO– OP CORPORATE
O COLAPSO– OP CORPORATE
O COLAPSO– OP CORPORATE
O COLAPSO– OP CORPORATE O COLAPSO– OP CORPORATE
O COLAPSO– OP CORPORATE O COLAPSO– OP CORPORATE
SUMÁRIO SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 2- DESENVOLVIMENTO 2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3-
SUMÁRIO SUMÁRIO
SUMÁRIO
SUMÁRIO
SUMÁRIO SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 2- DESENVOLVIMENTO 2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3-

1- INTRODUÇÃO

1.1- RESUMO HISTÓRICO

2- DESENVOLVIMENTO
2- DESENVOLVIMENTO
SUMÁRIO SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 2- DESENVOLVIMENTO 2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3-

2.1- FORÇAS PRESENTES

2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS

2.3- MANOBAS E TÁTICAS EMPREGADAS

2.3.1- Operação Rosário (INVASÃO ARGENTINA)

2.3.2- Operação Corporate (OFENSIVA BRITÂNICA)

SUMÁRIO SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 2- DESENVOLVIMENTO 2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3-
2.4- EMPREGO DOS HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DOS HELICÓPTEROS

3- CONCLUSÃO

2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS QUANTIDADE DE AERONAVES (42) EMPREGADAS FORÇA ÁREA EXÉRCITO
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS QUANTIDADE DE AERONAVES (42) EMPREGADAS FORÇA ÁREA EXÉRCITO
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS QUANTIDADE DE AERONAVES (42) EMPREGADAS FORÇA ÁREA EXÉRCITO

QUANTIDADE DE

AERONAVES

(42)

EMPREGADAS

FORÇA ÁREA EXÉRCITO 2 Boeing CH-47C Chinook 2 Boeing CH-47C Chinook 2 Bell 212 3 Agusta
FORÇA ÁREA
EXÉRCITO
2
Boeing CH-47C Chinook
2 Boeing CH-47C Chinook
2
Bell 212
3 Agusta A109
MARINHA
9 Bell UH-1H Iroquois
2
Westland Lynx
6 AS Puma SA330L
5
Sea King
GUARDA COSTEIRA
10 AS Alouette A103
1 AS Puma SA330L
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Principais missões – Marinha 3 de abril de
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Principais missões – Marinha 3 de abril de
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Principais missões – Marinha 3 de abril de

Principais missões – Marinha

3 de abril de 1982 – Batismo de fogo da aviação naval argentina

-Desembarque nas Ilhas da Géorgia do Sul: Grytviken, ou Baía do Caldeirões.

Porto localizado na costa norte da principal ilha do arquipélago de Geórgia do Sul

(território britânico) administrado a partir das ilhas Malvinas, distante 1300 km a

sudeste.

1ª Esquadrilha Aeronaval de Helicópteros - helicópteros Alouette e Puma (exército)

Puma abatido por fogos

Alouette levemente danificado, regressa

2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Principais missões – Marinha 3 de abril de
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Principais missões – Marinha 3 de abril de
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Principais missões – Marinha 3 de abril de
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Principais Principais missões missões – – Marinha Marinha
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Principais Principais missões missões – – Marinha Marinha
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Principais Principais missões missões – – Marinha Marinha

Principais Principais missões missões – – Marinha Marinha

1 1 de junho de 1982 – resgate de 10 militares de junho de 1982 –
1
1
de junho de 1982 – resgate de 10 militares
de junho de 1982 – resgate de 10 militares
2ª 2ª Esquadrilha Esquadrilha Aeronaval Aeronaval de de Helicópteros Helicópteros – – 3 3 helicópteros helicópteros Sea Sea King King
Piloto da aeronave abatida ao norte da ilha e 9 mecânicos
Piloto da aeronave abatida ao norte da ilha e 9 mecânicos
Domínio inglês do espaço aéreo; Harrier
Domínio inglês do espaço aéreo; Harrier
Voo a baixa altura
Voo a baixa altura
Grande distância ; reabastecimento em voo (152 nm)
Grande distância ; reabastecimento em voo (152 nm)
Regresso OVN
Regresso OVN
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Principais Principais missões missões – – Marinha Marinha
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Principais Principais missões missões – – Marinha Marinha
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Principais Principais missões missões – – Exército Exército
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Principais Principais missões missões – – Exército Exército
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Principais Principais missões missões – – Exército Exército

Principais Principais missões missões – – Exército Exército

4 4
4
4

de abrl de 1982 –Mobilização das Companhias de Helicópteros de Assalto A e B

de abrl de 1982 –Mobilização das Companhias de Helicópteros de Assalto A e B

¨do 601 Batalhão de Aviação do Exército

¨do 601 Batalhão de Aviação do Exército

2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Principais Principais missões missões – – Exército Exército
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Principais Principais missões missões – – Exército Exército
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Principais Principais missões missões – – Exército Exército
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Principais Principais missões missões – – Exército Exército
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Principais Principais missões missões – – Exército Exército
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Principais Principais missões missões – – Exército Exército
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Principais Principais missões missões – – Exército Exército
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Principais Principais missões missões – – Exército Exército
Principais Principais missões missões – – Exército Exército A aviação do Exército Argentino atuou em 776
Principais Principais missões missões – – Exército Exército
A aviação do Exército Argentino atuou em 776 missões,
A aviação do Exército Argentino atuou em 776 missões,
sendo:
sendo:
25
25
voos
voos
de
de
reconhecimento,
reconhecimento,
196
196
missões
missões
de
de
transporte de carga, 515 missões de transporte de pessoal,
transporte de carga, 515 missões de transporte de pessoal,
2
2
missões de escolta armada (foguetes e metralhadoras) e
missões de escolta armada (foguetes e metralhadoras) e
38
38
missões de evacuação de feridos e EVAM.
missões de evacuação de feridos e EVAM.
Os
Os
helicópteros
helicópteros
foram
foram
a
a
única
única
mobilidade
mobilidade
que
que
o
o
Exército pode contar durante todo o conflito. No total foram
Exército pode contar durante todo o conflito. No total foram
voadas 1261 horas, divididas da seguinte forma: UH 1H - 470
voadas 1261 horas, divididas da seguinte forma: UH 1H - 470
horas; Puma - 500 horas; Agusta - 250 horas; Chinook - 41
horas; Puma - 500 horas; Agusta - 250 horas; Chinook - 41
horas
horas
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS TOTAL TOTAL DE DE PERDAS: PERDAS: 25 25
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS TOTAL TOTAL DE DE PERDAS: PERDAS: 25 25
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS TOTAL TOTAL DE DE PERDAS: PERDAS: 25 25

TOTAL TOTAL DE DE PERDAS: PERDAS: 25 25 HELICÓPTEROS HELICÓPTEROS

 Capturadas após o término  Capturadas após o término  Abatidas no ar  Abatidas
 Capturadas após o término
Capturadas após o término
 Abatidas no ar
Abatidas no ar
do conflito
do conflito
4
4
AS Puma SA330L (Exército)
AS Puma SA330L (Exército)
2
2
Agusta A109 (Exército)
Agusta A109 (Exército)
 Destruídas no solo
Destruídas no solo
7
7
Bell UH-1H Iroquois (Exército)
Bell UH-1H Iroquois (Exército)
1
1
Agusta A109 (Exército)
Agusta A109 (Exército)
1
1
Boeing CH-47C Chinook (Exército)
Boeing CH-47C Chinook (Exército)
1
1
Boeing CH-47C Chinook (Exército)
Boeing CH-47C Chinook (Exército)
1
1
AS Puma SA330L (Guarda
AS Puma SA330L (Guarda
2
2
AS Puma SA330L (Exército)
AS Puma SA330L (Exército)
Costeira)
Costeira)
1
1
Bell UH-1H Iroquois (Exército)
Bell UH-1H Iroquois (Exército)
2
2
Bell 212 ( Força Aérea)
Bell 212 ( Força Aérea)
Destruída a bordo de navios
Destruída a bordo de navios
 Acidentes Aéreos
Acidentes Aéreos
1
1
AS Alouette A103 (Marinha)
AS Alouette A103 (Marinha)
1
1
Westland Lynx (Marinha)
Westland Lynx (Marinha)
1
1
Bell UH-1H Iroquois (Exército)
Bell UH-1H Iroquois (Exército)
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS QUANTIDADE DE QUANTIDADE DE AERONAVES AERONAVES (159) (159)
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS QUANTIDADE DE QUANTIDADE DE AERONAVES AERONAVES (159) (159)
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS QUANTIDADE DE QUANTIDADE DE AERONAVES AERONAVES (159) (159)

QUANTIDADE DE

QUANTIDADE DE

AERONAVES

AERONAVES

(159)

(159)

EMPREGADAS

EMPREGADAS

9 Wasp FORÇA ÁREA FORÇA ÁREA 4 4 Chinook Chinook EXÉRCITO 1 1 Sea King Sea
9 Wasp
FORÇA ÁREA
FORÇA ÁREA
4
4
Chinook
Chinook
EXÉRCITO
1
1
Sea King
Sea King
6
Gazelle
MARINHA
MARINHA
6
Scout
56
56
Westland Wessex
Westland Wessex
FUZILEIROS NAVAIS
14
14
Lynx
Lynx
9
Gazelle
48
48
Sea King
Sea King
6
Scout
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Participação dos helicópteros britânicos no conflito que estava
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Participação dos helicópteros britânicos no conflito que estava
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Participação dos helicópteros britânicos no conflito que estava

Participação dos helicópteros britânicos no

conflito que estava prestar a se desencadear foi

fundamental

- Equipamentos com capacidade de guerra antissubmarino - Capacidade de atacar navios na superfície - Suporte
-
Equipamentos com capacidade de guerra
antissubmarino
-
Capacidade de atacar navios na superfície
-
Suporte aproximado a tropas terrestres
-
Transporte de tropas, elementos SAS e SBS e
suprimentos entre navios
-
Evacuação de feridos e EVAM
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS MARINHA MARINHA REAL Wessex HU.5 – transp. tropa
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS MARINHA MARINHA REAL Wessex HU.5 – transp. tropa
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS MARINHA MARINHA REAL Wessex HU.5 – transp. tropa

MARINHA MARINHA REAL REAL

2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS MARINHA MARINHA REAL Wessex HU.5 – transp. tropa

Wessex HU.5 – transp. tropa (16)

14 Esquadrões Aéreos Navais
14
Esquadrões
Aéreos
Navais
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS MARINHA MARINHA REAL Wessex HU.5 – transp. tropa

Wessex HAS.3 - antissubmarino

2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS MARINHA REAL Wasp HAS.1 - antissubmarino Sea King
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS MARINHA REAL Wasp HAS.1 - antissubmarino Sea King
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS MARINHA REAL Wasp HAS.1 - antissubmarino Sea King

MARINHA REAL

2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS MARINHA REAL Wasp HAS.1 - antissubmarino Sea King

Wasp HAS.1 - antissubmarino

2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS MARINHA REAL Wasp HAS.1 - antissubmarino Sea King

Sea King HAS.2 – Antissubmarino

Sea King HAS.5 – HAS.2 moderniz

Sea King HC.4 – Transp tropa (28)

2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS MARINHA REAL Wasp HAS.1 - antissubmarino Sea King

Lynx HAS.2 – Atq ; Skua

2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS AVIAÇÃO DO EXÉRCITO AVIAÇÃO DO EXÉRCITO E FUZILEIROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS AVIAÇÃO DO EXÉRCITO AVIAÇÃO DO EXÉRCITO E FUZILEIROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS AVIAÇÃO DO EXÉRCITO AVIAÇÃO DO EXÉRCITO E FUZILEIROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS AVIAÇÃO DO EXÉRCITO AVIAÇÃO DO EXÉRCITO E FUZILEIROS

AVIAÇÃO DO EXÉRCITO

AVIAÇÃO DO EXÉRCITO

E FUZILEIROS NAVAIS

E FUZILEIROS NAVAIS

2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS AVIAÇÃO DO EXÉRCITO AVIAÇÃO DO EXÉRCITO E FUZILEIROS

Gazelle AH.1 – patrulha; atq leve

656 Esquadrão

Aéreo do

Exército

2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS AVIAÇÃO DO EXÉRCITO AVIAÇÃO DO EXÉRCITO E FUZILEIROS

Esquadrão

Aéreo da 3ª

Brigada de

Comando

2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS AVIAÇÃO DO EXÉRCITO AVIAÇÃO DO EXÉRCITO E FUZILEIROS

Scout AH.1 – patrulha; atq leve

2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS FORÇA FORÇA AÉREA AÉREA REAL Chinook HC.1 –
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS FORÇA FORÇA AÉREA AÉREA REAL Chinook HC.1 –
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS FORÇA FORÇA AÉREA AÉREA REAL Chinook HC.1 –

FORÇA FORÇA AÉREA AÉREA REAL REAL

2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS FORÇA FORÇA AÉREA AÉREA REAL Chinook HC.1 –

Chinook HC.1 – Transp pesado (33-55)

2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS FORÇA FORÇA AÉREA AÉREA REAL Chinook HC.1 –

18

Esquadrão

2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS FORÇA FORÇA AÉREA AÉREA REAL Chinook HC.1 –

202

Esquadrão

2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS FORÇA FORÇA AÉREA AÉREA REAL Chinook HC.1 –

Sea King HAR.3 - SAR

2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Operação Plum Duff (17 e 18 de maio)
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Operação Plum Duff (17 e 18 de maio)
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Operação Plum Duff (17 e 18 de maio)

Operação Plum Duff (17 e 18 de maio)

Operação Plum Duff (17 e 18 de maio)

Infiltração de elementos SAS para reconhecimento Infiltração de elementos SAS para reconhecimento Emprego de 1 Sea
Infiltração de elementos SAS para reconhecimento
Infiltração de elementos SAS para reconhecimento
Emprego de 1 Sea King; OVN
Emprego de 1 Sea King; OVN
Aeronave operada no limite do alcance máximo
Aeronave operada no limite do alcance máximo
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Operação Plum Duff (17 e 18 de maio)
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Dia D – Operação Sutton (21 a 23
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Dia D – Operação Sutton (21 a 23
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Dia D – Operação Sutton (21 a 23

Dia D – Operação Sutton (21 a 23 maio)

Dia D – Operação Sutton (21 a 23 maio)

Ataque às Malvinas

Ataque às Malvinas

21 21 de maio – inicio do desembarque tropas britânicas nas de maio – inicio do
21
21
de maio – inicio do desembarque tropas britânicas nas
de maio – inicio do desembarque tropas britânicas nas
Malvinas; emprego 11 Sea King HC.4, 5 Westland Wessex HU.5 e
Malvinas; emprego 11 Sea King HC.4, 5 Westland Wessex HU.5 e
Westland Gazelle AH.1
Westland Gazelle AH.1

11

11

x x
x
x
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Dia D – Operação Sutton (21 a 23

+ 5 x

+ 5 x

2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Dia D – Operação Sutton (21 a 23
+ +
+
+
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS Dia D – Operação Sutton (21 a 23
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 8 8 de junho - de junho -
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 8 8 de junho - de junho -
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 8 8 de junho - de junho -
8 8 de junho - de junho - 2 navios britânicos bombardeados; resgate dos 2 navios
8
8
de junho -
de junho -
2 navios britânicos bombardeados; resgate dos
2 navios britânicos bombardeados; resgate dos
sobreviventes; Sea King HC.4, Wessex HU.5, Scout AH.1 e Gazelle AH.1
sobreviventes; Sea King HC.4, Wessex HU.5, Scout AH.1 e Gazelle AH.1
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 8 8 de junho - de junho -
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 8 8 de junho - de junho -
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 8 8 de junho - de junho -
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 8 8 de junho - de junho -
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS TOTAL TOTAL DE DE PERDAS: PERDAS: 24 24
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS TOTAL TOTAL DE DE PERDAS: PERDAS: 24 24
2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS 2.4- EMPREGO DE HELICÓPTEROS TOTAL TOTAL DE DE PERDAS: PERDAS: 24 24

TOTAL TOTAL DE DE PERDAS: PERDAS: 24 24 HELICÓPTEROS HELICÓPTEROS

  Abatidas no ar Abatidas no ar 3 3 Westland Gazelle (1 Exército e Westland
 Abatidas no ar
Abatidas no ar
3
3
Westland Gazelle (1 Exército e
Westland Gazelle (1 Exército e
2
2
Fuzileiros Navais)
Fuzileiros Navais)
 Acidentes Aéreos
Acidentes Aéreos
1
1
Scout (Fuzileiros Navais)
Scout (Fuzileiros Navais)
2
2
Westland Wessex (Marinha)
Westland Wessex (Marinha)
4
4
Westland Sea King (Marinha)
Westland Sea King (Marinha)
 Destruídas
Destruídas a bordo de navios
a bordo de navios
1
1
Westland Scout ( Fuzileiros
Westland Scout ( Fuzileiros
3
3
Westland Lynx (Marinha)
Westland Lynx (Marinha)
Navais)
Navais)
3
3
Boeing Chinook (Força Aérea)
Boeing Chinook (Força Aérea)
7
7
Westland Wessex (Marinha)
Westland Wessex (Marinha)
SUMÁRIO SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 2- DESENVOLVIMENTO 2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3-
SUMÁRIO SUMÁRIO
SUMÁRIO
SUMÁRIO
SUMÁRIO SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 2- DESENVOLVIMENTO 2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3-

1- INTRODUÇÃO

1.1- RESUMO HISTÓRICO

2- DESENVOLVIMENTO

2.1- FORÇAS PRESENTES

2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS

2.3- MANOBAS E TÁTICAS EMPREGADAS

2.3.1- Operação Rosário (INVASÃO ARGENTINA)

2.3.2- Operação Corporate (OFENSIVA BRITÂNICA)

-Operação Paraquat

-Black Buck I

-O afundamento do ARA General Belgrano

-O afundamento do HMS Sheffield

- O dia D: Operação Sutton e o corredor das

( vale da morte )

-Batalha de Goose Green

- O colapso

2.4- EMPREGO DOS HELICÓPTEROS

bombas

SUMÁRIO SUMÁRIO 1- INTRODUÇÃO 1.1- RESUMO HISTÓRICO 2- DESENVOLVIMENTO 2.1- FORÇAS PRESENTES 2.2- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS 2.3-
CONCLUSÃO CONCLUSÃO  Guerra aeronaval similar WW II; perfil rasante de tiro utilizado pelos caças (semelhante
CONCLUSÃO CONCLUSÃO
CONCLUSÃO
CONCLUSÃO
CONCLUSÃO CONCLUSÃO  Guerra aeronaval similar WW II; perfil rasante de tiro utilizado pelos caças (semelhante
 Guerra aeronaval similar WW II; perfil rasante de tiro utilizado pelos caças (semelhante ao nosso)
Guerra aeronaval similar WW II; perfil rasante de tiro
utilizado pelos caças (semelhante ao nosso)
Emprego de mísseis por helicópteros extremamente
relevante (Lynx-Sea Skua)
Caças subsônicos X caças supersônicos
(pilotos bem treinados)
(pilotos menos treinados)
Forças argentinas debilitadas em equipamento,
pessoal e moral
Superioridade de treinamento recursos humanos X
recrutamento obrigatório
Utilização do OVN por pilotos de ambos os lados