Você está na página 1de 22

Área de Projecto

2009/2010

Trabalho realizado por:


* Cândida Horta,nº2
* Diogo Botelho, nº
* Inês Sousa, nº10
* Salvador Lucena, nº
Índice

Igrejas

Castelo

Pontos da
História
Igrejas

Igreja da
Igreja de Santiago Misericórdia

Igreja de Santa Igreja de São Paulo


Maria
Igreja Matriz de
Santiago
Esta igreja é originaria da segunda metade do
século XIII. Foi uma igreja muito importante na
altura do Algarve ser conquistado aos mouros e,
por essa razão, o Rei D. Afonso III doou-a ao Bispo
e ao Cabido de Silves, pessoas muito importantes
do clero.
Continuação

Durante o terramoto de 1755 esta igreja sofreu


grandes perdas e por isso foi reconstituída na sua
sequencia. No seu interior ela contem preciosos
retábulos talhados e várias pinturas sagradas
bastante antigas.

Localização
da Igreja
Igreja de Santa
Maria

Esta igreja foi construída no fim do séc. XIII num


estilo gótico. Foi erguida a partir da maior
mesquita muçulmana do Algarve e, tal como a
maioria construção de Tavira, precisou de ser
reconstituída após o terramoto de 1755, onde
desta vez se utilizou o neoclássico.
Continuação

Por ter sido construída e reconstruída em


estilos diferentes, nesta capela podemos
encontrar vários focos de cada estilo. No
seu interior podemos encontrar o Túmulo
de D. Paio Peres Correia e dos sete
cavaleiros mártires.
Localização
da Igreja
Igreja da
Misericórdia
Considerada a obra renascentista mais valiosa de todo o
Algarve, esta igreja começou a ser construída em 1541
mas apenas dez anos mais tarde foi terminada. O seu
interior é marcante devido aos retábulos de talha
dourada e os azulejos azuis e brancos do séc. XVIII que
representantes dos passos da vida de Cristo .
Igreja de São Paulo

Também chamada Igreja de Nossa Senhora


da Ajuda, a igreja de São Paulo foi
construída 1606. O interior tem forma de
uma cruz latina onde tem varias obras
sagradas, sendo a mais importante a imagem
da Nossa Senhora da Ajuda .
Localização
da Igreja
Castelo
Este castelo te origens nalguns dos povos
que aqui habitaram, os fenícios e
Muçulmanos. No inicio Tavira era muito mais
pequena do que hoje em dia e as muralhas
do castelo circundavam toda a cidade.
Continuação

Com o passar dos anos, guerras e terramotos


(principalmente o de 1755), o castelo foi
“caindo” e hoje são apenas algumas
muralhas, onde o único sitio que podemos
visitar tem um pequeno jardim.
Localização
do Castelo
Pontos da História

Tavira foi crescendo e no final do século XVI era


um dos principais pontos de Portugal, devido
sobretudo ao seu porto. Nele comerciavam-se os
todo o tipo de produtos, peixe salgado e frutos
secos eram os principais, que serviam para
abastecer muitos portos importante, como por
exemplo portos do sul de Itália e a Flandres .
Continuação

O seu porto era dos mais próximos da costa


africana o que significava que também se faziam
muitas exportações para lá.
A partir deste estabelecia apoio à armada
portuguesa.
No séc. XVI Tavira tinha a população mais
numerosa e influente de Portugal, sendo
considerada cidade em 1520 pelo rei D. Manuel I.
Continuação

A partir do séc. XVIII os produtos começaram a ser


comercializados no actual Mercado da Ribeira que
agora é ocupado por lojas e cafés, sendo também
utilizado para pequenas exposições.

Localizaçã
o do
Mercado
Continuação

Uma das maiores marcas da presença romana em


Tavira é a Ponte Romana que liga as duas margens
da cidade divididas pelo Rio Gilão. Não sabemos
ao certo em que altura esta ponte foi construída
mas estudos arqueológicos dizem que foi entre o
séc. X e o séc. XII.