Você está na página 1de 20

• Microprocessadores

• RISC
• CISC
• WISC
 É todo circuito integrado que realiza as
funções de calculo e tomadas de
decisão em um computador. Todos os
computadores e equipamentos
eletrônicos baseiam-se nele para
executar suas funções.
 Existem dois tipos de
microprocessadores, RISC e CISC.
 Unidade Lógica e Aritmética (ULA):
responsável por executar efetivamente as
instruções dos programas, como
instruções lógicas, matemáticas, desvio,
etc.
 Unidade de Controle (UC): responsável
pela tarefa de controle das ações a serem
realizadas pelo computador, comandando
todos os outros componentes.
 Registradores: memórias velozes que
armazenam comandos ou valores que
são utilizados no controle e
processamento de cada instrução. Os
registradores mais importantes são:
○ Contador de Programa (PC) : Sinaliza
para a próxima instrução a ser
executada;
○ Registrador de Instrução (IR) : Registra
a execução da instrução;
 Memory management unit (MMU):
é um dispositivo de hardware que
transforma endereços virtuais em
endereços físicos e administra a
memória principal do computador;
 Unidade de ponto flutuante: Nos
processadores atuais são
implementadas unidades de cálculo de
números reais. Tais unidades são mais
complexas que ULAs e trabalham com
operandos maiores, com tamanhos
típicos variando entre 64 e 128 bits;
 RISC (Reduced Instruction Set Computer ou
Computador com um Conjunto Reduzido de
Instruções);
○ 32 bits;
○ Pentium Pro e superiores;

É uma arquitetura de processadores baseada na


percepção de que as instruções simplificadas
podem proporcionar maior desempenho, se
essa simplicidade permitir uma execução mais
rápida de cada instrução.
 Caracterização das arquiteturas RISC:

 Conjunto reduzido e simples de instruções;


 Formatos simples e regulares de instruções;
 Opera sempre em registros;
 Modos simples de endereçamento à memória;
 Uma operação elementar por ciclo máquina;
 Uso de pipeline (permite que o CPU realize a
busca de uma ou mais instruções além da
próxima a ser executada);
 DEC Alpha: workstations, servidores;
 AMD 29k: Utilizado em impressoras
laser até 1995;
 ARC : Chips multimídia ;
 ARM: iPad, Smartphones, celulares,
modens;
 Atmel AVR: Automotivas, sistemas de
entretenimento;
 MIPS: Simuladores;
 PA-RISC: Workstations, servidores ;
 Power: Playstation 3, Xbox 360, Wii;
 SuperH: Dreamcast, CD-ROM drives,
Automotivas;
 SPARC: Estações SUN e
Supercomputadores;
 CISC : (Complex Instruction Set Computer ou
Computador com um Conjunto Complexo de
Instruções);

○ 8 a 120 bits;
○ Tempo de execução variada;
○ De 8086 a Pentium;

 É uma linha de arquitectura de processadores


capaz de executar centenas de instruções
complexas diferentes, sendo assim,
extremamente versátil;
 Estes processadores contém um grande número
de instruções em código máquina.
 Instruções necessitam serem descodificadas
para poderem ser aplicadas pelo processador.
 Reduzem o tamanho do código executável por
já possuírem muito do código comum em vários
programas, em forma de uma única instrução.
 Impossibilidade de se alterar alguma
instrução composta para se melhorar a
performance;
 Muitas das instruções são guardadas no
próprio processador;
 x86 : Basicamente todos os
processadores atuais desktop se
enquadram nessa categoria,
desde os 80386 até os modernos
Core i7;
 WISC (Writable Instruction Set Computer ou
Computador com um Conjunto Gravável de
Instruções);

São chamados de WISC os processadores


que em vez de armazenar o microcódigo em
ROM ou em uma hard-wired¹ lógica, armazena
o microcódigo em uma RAM chamada de
Writable Control Store ou WCS.
 Arquiteturabaseada em pilha²;
 RAM de microcódigo modificável pelo
usuário;
 Grande flexibilidade, velocidade e
simplicidade na configuração do
sistema;
 Técnicas para otimizar o software e o
hardware para uma determinada tarefa;
 ISAJ: Conjunto de instruções baseados
em pilha, o melhor desempenho em
Java Language ByteCode;
 ISAC: Um pouco mais otimizado para
outras linguagens de alto nível como C;
 ISA3: Projetado para a linguagem Forth;
 ISA1: Um registo do conjunto de
instruções da máquina, as instruções
básicas Zilog Z80 ou similares;
 No geral, é um processador otimizado
para uma linguagem determinada pelo
usuário e aplicações em tempo real.
 1) HardWired : unidade de controle no qual
os bits de instrução geram os sinais
diretamente ou por controle de micro-
programação em que um micro-controlador
dedicado executa um micro-programa para
gerar os sinais.
2) Pilha (Stack): É um tipo abstrato de dado e
estrutura de dados baseado no princípio de Last in
First Out (LIFO). Pilhas são usadas em cada nível de
um sistema de computação moderno. Por exemplo,
um PC moderno usa pilhas ao nível de arquitetura,
as quais são usadas para manipular interrupções e
chamadas de função do sistema operacional. Entre
outros usos, pilhas são usadas para executar uma
máquina virtual Java e a própria linguagem Java
possui uma classe denominada "Stack”. Um sistema
informático baseado em pilha é aquele que
armazena a informação temporária basicamente em
pilhas, em vez de registradores de harware da UCP.
 http://en.wikipedia.org
 http://pt.wikipedia.org/
 http://WWW.GUIADOHARDWARE.NET
 http://c2.com/cgi/wiki?
WritableInstructionSetComputer
 Mario A. Monteiro, “Introdução à
Organização de Computadores”, 4ª
Edição, LTC.
 Phil Koopman, “Stack Computers & Forth”
and “MISC M17”
Grupo Amarelo B
 Rafael Santana Freire
 Paulo Figueiredo Vicente