A necessidade de

fundamentação da moral

A dimensão ético-política – Análise e compreensão da experiência convivencial 3.3. A necessidade de fundamentação da moral – Análise comparativa de duas perspetivas filosóficas A necessidade de fundamentação da moral Análise comparativa de duas perspetivas filosóficas A ética deontológica de Kant A ética utilitarista de Stuart Mill .3.1.1.

•Racionalidade da lei moral. A dimensão ético-política – Análise e compreensão da experiência convivencial 3.1.3.3. •Hedonismo – identificação da felicidade com o prazer •Eudemonismo – a felicidade é o fim último da vida humana . depender o valor moral de uma ação universal e absoluto). dos seus resultados •Autonomia da vontade -só uma •Princípio da Utilidade ou da vontade liberta dos impulsos da Maior Felicidade sensibilidade – boa – pode ser livre.1. A necessidade de fundamentação da moral – Análise comparativa de duas perspetivas filosóficas Diferentes princípios morais Ética deontológica (Kant) Ética utilitarista (Stuart Mill) •Princípio do Dever – expresso no •Consequencialismo – faz imperativo categórico (objetivo.

. por conseguinte. Fundamentação da Metafísica dos Costumes.3. o imperativo é hipotético. como princípio dessa vontade.3. Os hipotéticos representam a necessidade prática de uma ação possível como meio de alcançar qualquer outra coisa que se quer (ou que é possível que se queira). 2011. A necessidade de fundamentação da moral – Análise comparativa de duas perspetivas filosóficas O imperativo categórico como imperativo da moralidade (Kant) Ora todos os imperativos ordenam ou hipotética ou categoricamente. se a ação é representada como boa em si. como necessária numa vontade em si conforme à razão.1. então o imperativo é categórico. Kant. Edições 70. O imperativo categórico seria aquele que nos representasse uma ação como objetivamente necessária por si mesma. A dimensão ético-política – Análise e compreensão da experiência convivencial 3.1. […] No caso de a ação ser apenas boa como meio para qualquer outra coisa. sem relação com qualquer outra finalidade.

3. A necessidade de fundamentação da moral – Análise comparativa de duas perspetivas filosóficas Autonomia da vontade (Kant) «A vontade é a faculdade de escolher só aquilo que a razão. quer dizer. Fundamentação da Metafísica dos Costumes.3.» Kant. . A dimensão ético-política – Análise e compreensão da experiência convivencial 3. independentemente da inclinação.1. reconhece como praticamente necessário. como bom.1.

1.3.3. A dimensão ético-política – Análise e compreensão da experiência convivencial 3.» Stuart Mill. A necessidade de fundamentação da moral – Análise comparativa de duas perspetivas filosóficas Princípio da utilidade ou da maior felicidade (Stuart Mill) «O credo que aceita a utilidade como fundamento da moral sustenta que as ações são justas na proporção com que tendem a promover a felicidade. . e injustas enquanto tendem a produzir o contrário da felicidade.1. Utilitarismo.

3. .1. Utilitarismo. A dimensão ético-política – Análise e compreensão da experiência convivencial 3. […] É melhor ser um homem insatisfeito que um porco satisfeito. uma vez que se tenham tornado conscientes delas. […] Um ser de faculdades mais elevadas necessita de mais para ser feliz.3. é melhor ser Sócrates insatisfeito do que um louco satisfeito.» Stuart Mill. não consideram como felicidade nada que não inclua a sua satisfação. A necessidade de fundamentação da moral – Análise comparativa de duas perspetivas filosóficas O conceito de felicidade Prazeres superiores e prazeres inferiores (Mill) «Os seres humanos têm faculdades mais elevadas do que os apetites animais e.1.

1. felicidade – implica as melhores consequências para o maior número Cumprimento do dever por dever de pessoas.1. Legalidade: Carácter das ações simplesmente boas. Moralidade: Carácter das ações realizadas não só em conformidade com a norma (ações legais). em conformidade com a norma. mas tendo como única intenção o cumprimento do dever por dever. isto é. Consequências da ação . A necessidade de fundamentação da moral – Análise comparativa de duas perspetivas filosóficas Diferentes critérios para definir a ação moral Ética deontológica (Kant) Ética utilitarista (Stuart Mill) •Ação moral é aquela que cumpre a •Ação moral é aquela que contribui lei moral tendo como único motivo e para a maximização do bem ou da intenção o respeito pelo dever. A dimensão ético-política – Análise e compreensão da experiência convivencial 3.3.3.

3. A necessidade de fundamentação da moral – Análise comparativa de duas perspetivas filosóficas O que é a moralidade para Kant? «A moralidade é a única condição que pode fazer de um ser racional um fim em si mesmo […]. que constitui o móbil [motivo] que pode dar à ação um valor moral.1. Não é nem o medo nem a inclinação mas tão somente o respeito à lei.1. e a humanidade. a moralidade. A dimensão ético-política – Análise e compreensão da experiência convivencial 3. enquanto capaz de moralidade. são as únicas coisas que têm dignidade. Fundamentação da Metafísica dos Costumes. .3.» Kant. Portanto.

1.3. constitui-se um ser autónomo e racional.1. As ações ser humano deve obedecer à lei devem contribuir para a realização moral porque é ele o autor dessa lei. A dimensão ético-política – Análise e compreensão da experiência convivencial 3. . Obedecendo à lei que ele próprio cria. A necessidade de fundamentação da moral – Análise comparativa de duas perspetivas filosóficas Diferentes justificações para a moralidade Ética deontológica (Kant) Ética utilitarista (Stuart Mill) •Racionalidade humana •Todos os seres humanos procuram •Autonomia dos seres racionais: o a felicidade e o prazer.3. do ideal de felicidade humana.

causa os direitos individuais.1. global. pode pôr em mentir é preferível a dizer a verdade.3. •O rigor e o nível de exigência na definição de lei moral (o primado das •Pode legitimar a instrumentalização intenções sobre as finalidades da dos indivíduos com vista à felicidade ação). •Não consegue dar resposta a situações de conflito entre normas morais com valor equivalente. A necessidade de fundamentação da moral – Análise comparativa de duas perspetivas filosóficas Algumas críticas Ética deontológica (Kant) Ética utilitarista (Stuart Mill) •O caráter absoluto da lei moral •Subordinando a moralidade ao Por exemplo. poderá haver situações em que critério da utilidade. .3. A dimensão ético-política – Análise e compreensão da experiência convivencial 3.1.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful