Você está na página 1de 10

Barroco de Portugal

Equipe:

Ian Felipe

Guilherme Alves

Guilherme Reis

Joo Victor

Valber

Anderson

OBarroco

em Portugalteve incio em
1580, ano da morte de Lus de Cames,
um dos maiores escritores clssicos de
lngua portuguesa.

Esse

perodo vigorou em Portugal at


1756, com a fundao da Arcdia Lusitnia
e o surgimento de um novo estilo.

Barroco Literrio em Portugal teve como maior


representante o padre Antnio Vieira e suas
obras Sermes, escritas em estilo conceptista.

estilo barroco floresceu nas artes (arquitetura,


pintura, literatura e a msica) europeias a partir
do sculo XVII.

Em

Portugal, alm da literatura, pintura e


escultura, a arquitetura teve grande destaque,
sobretudo a arquitetura jesutica, conhecida
como arquitetura ch (estilo cho).

Barroco em Portugal inicia-se durante o


perodo de colonizao do Brasil e de
diversos conflitos com os holandeses que
tentavam conquistar parte do territrio
alm-mar.

Alm

disso, o surgimento da Unio Ibrica,


diversas contendas com a Espanha e a
Guerra de Restaurao, enfraqueciam ainda
mais o pas, despontando uma grande crise
econmica, poltica e social.

As

principais caractersticas do
barroco portugus so:

Exagero

e mincia nos detalhes


Temtica religiosa e profana
Dualidade e complexidade
Uso de figuras de linguagem
Contrastes e conflitos
Teocentrismo versus antropocentrismo
Cultismo e conceptismo

Os

principais autores do barroco portugus foram:

Padre

Antnio Vieira(1608-1697): Sermo de Santo Antnio aos Peixes (1654),Sermo


da Sexagsima(1655), Sermo do Bom Ladro (1655).

Padre

Manuel Bernardes(1644-1710): Po Partido em Pequeninos (1694), Luz e


Calor (1696), Nova Floresta (1706).

Francisco

Manuel de Melo(1608-1666): Carta de Guia de Casados (1651), Obras


Mtricas (1665), Aplogos Dialogais (1721).

Francisco

Rodrigues Lobo(1580-1622): O Pastor Peregrino (1608), Condestabre


(1609), A Corte na Aldeia (1619).

Soror

Mariana Alcoforado(1640-1723): Cartas Portuguesas (1669)

Antnio

Jos da Silva(1705-1739): Vida do grande D. Quixote de la Mancha e do


gordo Sancho Pana (1733), Labirinto de Creta (1736), Guerras do Alecrim e da
Manjerona (1737)

Obrigado

ateno.

pela

Você também pode gostar