Universidade

CESC/UEMA

Estadual

do

Maranhão

XI SEMINÁRIO
PESQUISA E PRÁTICAS EDUCATIVAS:
OS DESAFIOS DO ENSINO DE HISTÓRIA

Caxias
27/06/2013

WOLVERINE E SHIRYU:Comics e
Mangás no ensino de História
Graduanda: Anizia Belfort
Prof.: Isaac Sousa

“Não podemos imaginar os quadrinhos
apenas
como estímulo de leitura, mas sim como
estímulo para qualquer outra área
cultural.”
(LOVETRO, 2011 p.15)

OS QUADRINHOS NO ENSINO...

OBJETVOS

• Geral: Refletir sobre a utilização de Histórias
em Quadrinhos no ensino, especialmente, de
História.
• Específicos:
• Conhecer os fundamentos da linguagem dos
quadrinhos e sua história;
• Compreender diferenças e semelhanças
entre Comics e Mangás
• Debater propostas de utilização de HQs no
ensino de História.

I_O QUE SÃO OS QUADRINHOS
(HQS)?

• Sequência de quadros que narra um história.
• Linguagem que combina imagem e texto na
narração de fatos e expressão de ideias.
• Will Eisner cunhou o termo Sequencial Arte
(arte sequencial) para englobar expressões
artísticas que utilizam sequências de imagens
para narrar ou representar conceitos.

na Europa. Estados Unidos (1940): Antologias de personagens e fatos históricos.CONTEXTO HISTÓRICO DE SUA UTILIZAÇÃO NO ENSINO    Últimas décadas do século XIX. Picture Stories from the Bible :www. Real Life e Real Fact Comics Metade de 1940: Quadrinhos religiosos e de fundo moral.: Picture Stories from the Bible. Picture Stories from World Historye.mycomicshop True Comics Jimmy Doolittle & Friendly Enemies_ .Ex:True comics . Ex. Classics Ilustered.

Ex: L’Histoire de France em BD. O Brasil. sua utilização nas escolas ocorreu em 1970. após avaliação do Ministério da Educação. Na China comunista (1950) Mao Tse-Tsung as utilizava. incorporam a linguagem dos Hq’s em suas produções. Inclusão em materiais didáticos.     Na Europa (1970) as Hq’s são utilizadas como apoio lúdicos aos temas escolares. Découvrir la Bible (1983).  O emprego das histórias em quadrinhos é reconhecido pela LDB e pelo PCNs . Na Europa.

Desenvolvimento do hábito de leitura pela . Palavras e imagens no Ensino. Possibilidade de comunicação.BENEFÍCIOS DO USO DE HQ’S EM SALA DE AULA      Porque os alunos querem ler Hq’s. familiaridade. Informação contida nos Quadrinhos.

COMO UTILIZAR OS QUADRINHOS NO ENSINO..  Pré-Escolar  Fundamental I  Fundamental II  Ensino Médio ..

Contexto Histórico COMICS E MANGÁS .

há trabalhos de arte sequencial icônicoverbal anteriores. de Richard Outcault. . Mas. com o personagem Yellow Kid.. na Suíça. França e Brasil. em 1896..  Origens: Há um mito que sugere a origem dos quadrinhos nos EUA.COMICS.

.  Principais características e /ou gêneros :  Personagens fixos (mas há obras que se resumem a uma só obra ou uma pequena série).  Interação entre imagem e texto verbal na composição da linguagem. onomatopeias e outros recursos gráficos..COMICS..  Presença de balões. como linhas de velocidade.

fantasia. Histórias de terror.. aventura. .. contos (inclusive adaptações de textos literários clássicos).COMICS. Novelas. Apoio didático. Infantis.      Histórias de super-heróis.

      HQs. . Tiras e Ilustrações: Todos trabalham com interação entre texto e imagem. sempre de tom humorístico. As tiras tem personagens fixos. normalmente humorísticas.COMICS. estão presentes nos noticiários. Ilustrações são imagens que dão apoio ao texto. Os cartuns são desenhos estilizados. em histórias curtas. Charges.. As charges se relacionam a fatos recentes.. Cartuns.

.. .COMICS.

.COMICS...

. .COMICS..

.COMICS.. Angelo Agostini .

.. .COMICS.

.COMICS...

..COMICS. .

COMICS. ...

COMICS.. ..

.. .COMICS.

MANGÁS     Origens modernas com o pintor e ilustrador Katsushika Hokusai. O gênero deriva do emakimono. A Grande Onda de Kanagawa . durante o Período Edo.A Viagem a Tokyo de Tagosaku e Morukubei. Primeira mangá nesses moldes Rakuten Kitazawa: Tagosaku to Morukubei no Tokyo Kenbutsu . Na Era Meiji (1868-1912).

com.br A Grande Onda de Kanagawa .MANGÁS Ingá Kyô bunkernerd.

Osamu Tezuka: Astroboy .  II.OSAMU TEZUKA  I.  III.Elementos metalinguísticos.Enquadramento cinematográfico.Desenho acentuado dos olhos.

5 Divisão por sexo e faixas etárias.CARACTERÍSTICAS:       1 Personagens próximas da realidade social. 2 Influência do leitor na escrita. 3 Linearidade temporal e cronológica Vida cotidiana. 4 Leitura da direita para esquerda. 6 Ênfase na expressão caricatural. Dangeki Daisy_Kyousuke Motome .

Elementos Específicos: Icônicos Verbais LINGUAGEM DOS HQ’S .

 Primeiro Plano.  Plano de Detalhe.  Plano Total ou Conjunto . menor o Close-up de ou Por Cavaleiros dos Zodíacos _Masami Kurumada .ICÔNICO   Quadrinhos ou Vinhetas.  Plano Médio Aproximado. Planos:  Plano Geral.  Plano Americano.

Plano de Detalhe. Por menor o Closeup GEN. Plano Americano.Plano Geral. . DOS PÉS DESCALÇOS_ KEIJI NAKAZAWA Plano Total ou de Conjunto A ESPADA SELVAGEM DE CONAN Primeiro Plano Plano Médio ou Aproximado.

 Ângulos de Visão:  Médio. Dos Pés .  Superior. A Espada Selvagem De Conan e Sora Log _Mitsuki Kako GEN.  Montagem   A Espada Selvagem De Conan e Protagonista Personagens Secundários Figuras Cinéticas Metáforas Visuais.  Inferior.

 Ligado a um balão inferior.LINGUAGEM VERBAL  O Balão:  Linha Tracejadas.  Múltiplos rabichos .  Zig Zag.  Levando para fora do quadrinho.  Formato de Nuvem.

 Tamanho menor.  Tremidas. A fonte:  Tamanho maior que o normal. Legendas:  Onomatopéias  Dangeki Daisy_Kyousuke Motome Cavaleiros dos Zodíacos _Masami Kurumada .  Alfabeto ou tipologias diferentes.

Enfoques e Possibilidades.Diferentes Maneiras. HQ’S NO ENSINO DE HISTÓRIA .

Trabalhar o conceito de tempo e suas dimensões. Técnicas de Leitura:  Quem é o autor?  Quando e onde foi produzido?  Por quem fala?  A quem se destina?  Qual a sua finalidade? . Perspectivas culturais inerentes a cada gênero.UTILIZANDO AS HQ’S COMO FONTES     A Escola dos Annales.

HQ’S NAS AULAS DE HISTÓRIA    I ) Ilustrar ou fornecer uma ideia de aspectos da vida social de comunidades do passado. III) Utilizados como ponto de partida de discussões sobre conceitos . Cavaleiros dos Zodíacos _Masami Kurumada A Espada Selvagem De Conan . II) Lidos ou estudados como registros da época em que foram produzidos.cha ves.

ILUSTRANDO A PASSAGEM DO TEMPO .

ILUSTRANDO A PASSAGEM DO TEMPO .

.

.

.

GEN. Empregado para ilustrar a época em que são ambientados.  Semiautobiográficos. Dos Pés Descalços_ Keiji Nakazawa .  Hq’s e Memória:  Autobiográficos.

.

.

.

.

A Força da Vida Will Eisner .

A Força da Vida Will Eisner .

A Força da Vida Will Eisner .

 Inverossimilhança. . Anacronismo.  Verossimilhança.

Anacronismo .

Verossimilhança .

Inverossimilhança .

Bauro SP • EISNER. Danielly. Tradução de Vera Maria Xavier dos Santos. Tv Escola. Will.REFERÊNCIAS • BATISTELLA. • BURKER. São Paulo: Martins Fontes. Quadrinhos e arte sequencial. Dissertação de Mestrado. Quadrinhos além dos gibis. Testemunha Ocular: História e Imagem. In: Revista Salto para o Futuro. Edusc.Universidade de Passo Fundo (UPF). História em Quadrinhos: Um Recurso de Aprendizagem. . Ano XXI . Peter. 1989. José Alberto. Boletim 01. MANGÁ: O Jogo Entre Palavras E Imagens. 2004. • LOVETRO. abril 2011.

Boletim 01. Solange Ribeiro. Londres. 1993. Sonia M. História das histórias em quadrinhos. Bibe. • PALHARES Marjory Cristiane. Tv Escola. • MOYA. Porto Alegre: L&PM. Artigo de conclusão do Programa de Desenvolvimento Educacional (PDE 2008) . História em quadrinhos: um recurso de aprendizagem. História em Quadrinhos: Uma Ferramenta Pedagógica para o Ensino de História. In: Revista Salto para o Futuro. • OLIVEIRA. Literatura e as outras artes hoje: o texto traduzido. 2007.• LUYTEN. Ano XXI . Revista P&B INDD. Álvaro de. Inglatera. abril 2011. Universidade de Londres. História em Quadrinhos: Um Recurso de Aprendizagem.

• SANTOS. A utilização dos Quadrinhos no Ensino de História: Avanços. Marcos Túlio Rodrigues. Desafios e Limites.com.). Valdomiro (org. Rodrigo Otávio dos.pdf Acesso em: 08/06/2013. • VILELA. Origem dos quadrinhos e o binômio produção/consumo: de Töpffer aos syndicates. 2004. São Paulo: Contexto. Disponível em: http://www. Primer Congresso Internacional de Historietas. • VERGUEIRO.vinetassueltas. Como Usar as Histórias em Quadrinhos na Sala de Aula.ConsumoyPublico/dossantos. 2010. Dissertação do Curso de Mestrado em Educação da Faculdade de Humanidades e Direito da Universidade .ar/congreso/pdf/H i storieta.