Você está na página 1de 13

Coeficiente de

Poisson
Grupo 3
Deformao

Ao se aplicar uma fora axial de trao em um corpo


deformvel esse corpo se alonga e contrai lateralmente, j ao
se aplicar uma fora de contrao o oposto ocorre.

A deformao longitudinal dada pela expresso:

A deformao lateral dada pela expresso semelhante:


Ilustrao
Coeficiente de Poisson
A definio de Coeficiente de Poisson dada justamente
pela relao dessas duas deformaes.

Essa relao constante na faixa faixa de elasticidade,


pois as deformaes so proporcionais.

O sinal negativo se deve ao fato de que um alongamento


longitudinal, que uma deformao positiva, gera uma
contrao lateral (deformao negativa). O inverso para o
caso oposto.
Coeficiente de Poisson

O coeficiente de Poisson adimensional varia entre 0,25 e


0,35 para slidos no porosos.

O valor mximo para o coeficiente 0,5 (coeficiente da


borracha) e o seu valor mnimo zero (coeficiente da cortia)
Coeficiente de Poisson
Abaixo segue uma tabela com alguns coeficientes.
Material v (nu)
Concreto asfltico 0,35
Metais (regime plstico) 0,5
Lato 0,32 0,35
Agregado de rocha 0,20 0,34
Ao 0,27 0,30
Chumbo 0,43
Vidro 0,24
Cobre 0,31 0,34
Ferro fundido 0,23 0,27
Alumnio 0,25
Coeficiente de Poisson
Exemplo:

Uma barra de material homogneo e isotrpico


tem 500mm de comprimento e 16 mm de
dimetro. Sob a ao da carga axial de 12kN, o
seu comprimento aumenta de 300m e seu
dimetro se reduz de 2,4m. Determinar o
coeficiente de Poisson do material.
Coeficiente de Poisson
Coeficiente de Poisson
Consideramos o eixo x coincidente com o eixo
da barra para escrevermos ento:
Coeficiente de Poisson
Com isso, o coeficiente de Poisson ser:
Relaes
O coeficiente est relacionado com os mdulos elsticos, de
Young (Y), de compressibilidade (B) e de corte (S), nas
seguintes relaes:

n (3B 2 S ) /(6 B 2 S )
Y 2 S (1 n)

Sendo n nas expresses o coeficiente de Poisson.


Referncias
Beer, Ferdinand P., Johnston, E. Russel Jr.,
DeWolf, John J.; Resistncia dos Materiais
Mecnica dos Materiais, 4 edio, So Paulo,
McGraw-Hill, 2006
Hibbeler, R. C.; Resistncia dos Materiais, 5
edio, So Paulo, Prentice Hall, 2004
Referncias
http://figaro.fis.uc.pt/PJBM/ensino/ano_2006_7/au
las/Bloco_05Elasticidade_Poisson.pdf
http://wiki.ifsc.edu.br/mediawiki/images/a/a2/Nota
s_de_Aula_Resistencia_dos_Materiais_II.pdf
http://www.dea.uem.br/disciplinas/resmateriais/Au
la_tensao_e_deformacao.pdf
http://www.ceset.unicamp.br/vitor/main/auxeticos.
pdf